BUSCA





Destaques NetSaber:
- Interpretação de Sonhos
- Dicionário de Nomes
- Frases de Bob Marley
- Frases de Alegria
- Frases de Carinho
- Frases de Amor
- Frases de Amigos
- Frases de Vida
- Frases de Amizade
- Arte e Cultura
- Biografia de Aristóteles
- Biografia de Charles Darwin
- Frases e Citações
- Jogos Online
- Livros para Download
- Ciências Biológicas

Buscar Palavras
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Palavras que começam com G

G.m.t.
Sigla da expressão britânica Greenwich mean time, que significa "tempo médio de Greenwich". (Essa referência é usada em astronomia para designar um tempo que principia ao meio-dia. Por vezes, empregam-se abusivamente tais iniciais para indicar o "tempo universal" [T.U.], que é um tempo civil que começa à meia-noite.)

G.p.u.,
polícia política soviética de 1922 a 1934.

Ga
s.m. Química Símbolo do gálio.

Gaba
s.m. Ácido a-aminobutírico, provável neurotransmissor de controle de parte da motricidade, da dor e do sono.

Gabacao
s.f. Ato de gabar; gabo, elogio.

Gabao
s.m. Capote geralmente usado pelos povos da orla marítima, com mangas e capuz.

Gabar
v.t. Apregoar as boas qualidades de; louvar. / &151; V.pr. Exaltar os próprios méritos; elogiar a si próprio; jactar-se, vangloriar-se, blasonar.

Gabardina
s.f. Tecido de lã cuja textura se assemelha à da sarja, com o mesmo avesso, e cujo lado direito representa uma trama em relevo. / Capa feita com esse tecido impermeabilizado.

Gabari
s.m. O mesmo que gabarito.

Gabaritagem
s.f. Ação ou efeito de verificar se um objeto apresenta as dimensões especificadas no modelo ou gabarito. / Construção dos modelos das diferentes peças de um navio.

Gabarito
s.m. Modelo que serve para traçar, verificar ou controlar o perfil ou as dimensões que devem ter certos objetos. / Medida padrão que regula a confecção de peças, a distância entre os trilhos de bondes e de vias férreas, a distância entre meios-fios de ruas etc. / Nome que se dá ao limite regulamentar de altura a que devem obedecer as edificações dentro de determinada área. / Instrumento destinado a verificar medida padrão. / Fig. Categoria, hierarquia: pessoa de alto gabarito intelectual. O mesmo que gabari, molde, padrão, escantilhão.

Gabarola
s.m. e s.f. Pessoa que se gaba ou vangloria; blasonador, gabola.

Gabarolice
s.f. Ato ou dito de gabarola; jactância, gabolice.

Gabarra
s.f. Grande embarcação a remo, a vela ou a motor, para transporte de mercadorias ou para carga e descarga dos navios. O mesmo que barcaça. / Rede de arrastar.

Gabinete
s.m. Sala pequena destinada ordinariamente ao trabalho: gabinete de estudo. / Escritório. / Camarim. / Numa habitação, cômodo destinado a diferentes usos. // Gabinete de leitura, biblioteca aberta ao público. / Corpo de auxiliares imediatos de um presidente, de um governador, de um ministro ou de um prefeito. / Corpo de ministros ou secretários de Estado. / Sala reservada a certas autoridades: gabinete de ministro, de juiz, de promotor.

Gabiru
s.m. Pop. Patife, velhaco. / Gaiato. / Bras. (NE) Rato-preto, rato-pardo.

Gabo
s.m. Elogio de si próprio. / Vaidade, jactância.

Gabola
s.m. e s.f. O mesmo que gabarola.

Gabolice
s.f. Ato de gabola.

Gabordo
s.m. Qualquer das pranchas que formam o bordo inferior de um barco.

Gabriel
Nome Hebraico - Significado: Enviado de Deus.

Gabriela
- Feminino de Gabriel (enviado de Deus).

Gacha
s.f. Rede que forra lateralmente o copo das armações de pesca.

Gadanha
s.f. Espécie de foice de cabo comprido para ceifar. / Concha de tirar sopa.

Gadanhar
v.t. Cortar (feno, erva etc.) com a gadanha. / Agarrar ferozmente.

Gadanheira
s.f. Espécie de segadeira mecânica.

Gadanho
s.m. Garra das aves de rapina. / Pop. Mão, unha. / Espécie de ancinho, com grandes dentes de ferro, de vários usos na agricultura; alfanje.

Gadideos
s.m.pl. Zoologia Família de peixes, caracterizados por terem cabeça grande, boca terminal e barbatanas ímpares bem separadas, e à qual pertencem o bacalhau, a merluza etc.

Gaditano
adj. Relativo a Cádiz (Espanha). / &151; S.m. Natural ou habitante de Cádiz.

Gado
s.m. Conjunto de animais criados no campo para trabalhos agrícolas ou uso doméstico e industrial. / Rebanho, armento, vara, fato. // Gado grosso, eqüinos, bovinos. // Gado miúdo, porcos, cabras, carneiros.

Gadolinio
s.m. Símbolo químico Gd, é um metal branco-prateado do grupo de elementos químicos denominados terras raras. &151; Foi descoberto em 1880 pelo cientista suíço Jean de Marignac. Marignac deu-lhe esse nome em homenagem a Johan Gadolin, um químico finlandês.

Gadunhar
v.t. e v.i. Bras. (S) Gadanhar.

Gaelico
adj. Relativo aos primitivos habitantes da Gália e da Escócia. / &151; S.m. Língua pertencente ao ramo celta, da família das línguas indo-européias. &151; Os celtas, vindos da Europa continental, introduziram-na na Irlanda e, mais tarde, na ilha de Man. Os invasores irlandeses levaram-na para a Escócia, cerca do ano de 500 d.C. Mais ou menos em 1300, essa língua, o gaélico comum, dividiu-se em dois ramos: o gaélico irlandês e o gaélico escocês.

Gaetano
adj. Relativo aos primitivos habitantes da Gália e da Escócia. / &151; S.m. Língua pertencente ao ramo celta, da família das línguas indo-européias. &151; Os celtas, vindos da Europa continental, introduziram-na na Irlanda e, mais tarde, na ilha de Man. Os invasores irlandeses levaram-na para a Escócia, cerca do ano de 500 d.C. Mais ou menos em 1300, essa língua, o gaélico comum, dividiu-se em dois ramos: o gaélico irlandês e o gaélico escocês.

Gafa
s.f. Sarna leprosa de certos animais; gafeira, lepra. / Doença que dá em certos frutos (como a azeitona) e que os engelha e faz cair. / Pequeno caranguejo escuro. / Vaso que serve nas salinas para o transporte do sal. / Ant. Gancho com que se puxava a corda da besta para armá-la. / Garra.

Gafanhoto
s.m. Inseto saltador de cor em geral verde, patas posteriores saltadeiras, cujas fêmeas possuem ferrão; saltão. (Há que distinguir o gafanhoto do grilo: ambos pertencem aos ortópteros, mas os grilos são em geral cinzentos ou pardos e nunca têm ferrão.) &151; Os gafanhotos vivem na maioria das partes do mundo, salvo nas regiões frias próximas aos pólos Norte e Sul. Passam a vida nos campos e prados, onde encontram em abundância as folhas de que se alimentam. Certos gafanhotos só comem determinadas espécies de plantas.

Gafar
v.t. Contagiar com gafa. / Eivar, contaminar. / &151; V.i.. e v.pr. Encher-se de gafa ou lepra. / Corromper-se, contaminar-se.

Gafe
s.f. Indiscrição involuntária; descuido, engano constrangedor, embaraçoso.

Gafeira
s.f. Sarna de alguns animais; morrinha. / Doença que ataca as cabras e lhes faz cair a pele, causando-lhes a morte. / Doença dos bois, com inchação das pálpebras. / Ant. Lepra.

Gafeirento
adj. Cheio de gafeira, que padece de gafeira; gafento.

Gafento
adj. e s.m. Fam. Que ou aquele que comete gafes.

Gafieira
s.f. Gír. Nome que se dá a um salão popular de dança. &151; Originariamente a música tocada era a música popular urbana, predominantemente chorinhos, maxixes, polcas, valsas e sambas. Grandes compositores da música popular brasileira como Ismael Silva, Ataulfo Alves e Pixinguinha, usaram as gafieiras para lançar suas composições.

Gaforina
s.f. Cabeleira de negro. / Cabeleira áspera e mal penteada; grenha, gaforinha.

Gaga
adj. e s.m e f. Caduco. / Que perdeu o vigor físico e intelectual, que parece ter voltado à infância.

Gago
adj. e s.m. Que ou o que gagueja.

Gagueira
ou

Gaguejar
v.i. Articular mal as palavras, pronunciá-las com dificuldade. / &151; V.t. Balbuciar, hesitando: gaguejou umas palavras desconexas.

Gaguejo
s.m. Ação de gaguejar.

Gaguez
s.f. Embaraço na pronunciação das palavras; gaguice, gagueira, tartamudez.

Gaiacol
s.m. Var. de guaiacol.

Gaial
s.m. Espécie de búfalo semidomesticado que vive na Índia.

Gaias
s.f.pl. Redemoinho de pêlos no peito do cavalo.

Gaiatice
s.f. Ação ou palavras próprias do gaiato; garotice.

Gaiato
s.m. Rapaz travesso e vadio; ocioso; garoto. / &151; Adj. Ladino, malicioso, alegre; engraçado.

Gaio
s.m. Nome comum a diversas aves da família dos corvídeos, de penas castanho-claras, salpicadas de azul, branco e preto, comumente encontradas nos bosques. (Compr.: 35 cm.) &151; Os gaios são menores que as gralhas e têm geralmente a plumagem mais colorida. Quanto aos costumes, são aves daninhas e ladras. Vivem na Europa e na América do Norte.

Gaio-azul
s.m. Ave corvídea que inverna na África.

Gaiola
s.m. Bras. Pequena embarcação fluvial, muito utilizada na região amazônica. &151; A importância dos gaiolas na vida econômica e social dessa região é incalculável. Como as ferrovias e as estradas de rodagem ali são quase inexistentes, e a floresta amazônica isola a localidades, distantes umas das outras, é através dos rios e igarapés que a população mantém contato com o resto do país. Correio, comércio, transporte e demais atividades são feitos nas pequenas localidades ribeirinhas através dos gaiolas e de barcos menores ainda.

Gaiolo
adj. Diz-se do touro que tem as hastes muito próximas nas pontas, e em forma de meia-lua.

Gaita
s.f. Nome de alguns instrumentos de música, de madeira ou metal, em geral de pequenas dimensões, que se tocam soprando; pífano, pífaro, harmônica. &151; O mais conhecido é a gaita de boca. Esse instrumento é composto por uma caixinha de metal chata com palhetas graduadas, sob duas séries de orifícios, que é tocado ao soprar ou aspirar por esses orifícios.

Gaita-de-boca
s.f. O mesmo que harmônica.

Gaiteiro
s.m. Tocador de harmônica ou gaita-de-boca. / &151; Adj. Festeiro, folião, garrido.

Gaivagem
s.f. Rego, vala ou corte na terra, estreito e fundo, que serve para esgoto e escoamento das águas. / Drenagem.

Gaivao
s.m. Ave semelhante à andorinha, também chamada pedreiro. / Bras. Aparelho de pesca, de forma cônica.

Gaivel
s.m. Parede que perde espessura da base para cima.

Gaivota
s.f. Designação comum a várias aves da família dos larídeos, cuja espécie mais conhecida tem a cabeça preta e as costas acinzentadas, e vive no litoral ou à margem de rios e lagos. &151; São vistas, com freqüência, em vôo picado sobre as grandes extensões de água. A maioria das gaivotas faz seu ninho perto do mar, mas também existem algumas espécies que vivem junto a lagoas e outras águas interiores. As gaivotas são parentes próximas de outra ave marinha, a andorinha-do-mar.

Gaivotao
s.m. Bras. Ave da família dos larídeos, um pouco mais corpulenta que a gaivota.

Gajeiro
s.m. O marinheiro encarregado de vigiar no cesto da gávea as embarcações ou a terra. / &151; Adj. Que sobe, que trepa com facilidade.

Gajo
s.m. Pop. Tipo; sujeito qualquer; cara.

Gal
s.m. Unidade das medidas de aceleração do sistema C.G.S.; corresponde à aceleração de 1 cm por segundo ao quadrado. (Símb.: cm/s2.)

Gala
s.f. Grande festa, geralmente de caráter oficial: noite de gala; uniforme de gala. / Pompa, fausto.

Galactagogo
adj. Que faz aumentar a secreção do leite. / &151; S.m. Substância que se emprega para aumentar a secreção do leite.

Galactico
adj. Astronomia. Que se refere à Galáxia. // Plano galáctico, plano de simetria da Galáxia.

Galactoforo
adj. Diz-se dos canais excretores do leite, que o conduzem das glândulas mamárias até a ponta do mamilo. / Que produz leite.

Galactogeno
adj. e s.m. (Substância) que favorece a secreção do leite.

Galactometro
s.m. Instrumento destinado a medir a qualidade (densidade) do leite, também conhecido como pesa-leite e lactodensímetro.

Galactorreia
eliminação espontânea do leite (pop)

Galactose
s.f. Química Açúcar (hexose) obtido por hidrólise da lactose.

Galactosuria
s.f. Presença de galactose na urina. (Var.: galactosuria.)

Galadura
s.f. Ato de galar. / Gala do ovo.

Galagala
s.f. Espécie de betume feito com sal e azeite, sobre que se assenta o ferro e o cobre no fundo das embarcações.

Galalau
s.m. Bras. Fam. Homem de estatura muito elevada; manguari. (Ocorre no fem.)

Galalite
s.f. Matéria plástica preparada à base de caseína.

Galanga
s.f. Planta da família das zingiberáceas, de aplicações medicinais.

Galanice
s.f. Gala, garbo, gentileza, galantaria.

Galantaria
s.f. Cortesia, delicadeza em relação às mulheres. / Gracejo, brincadeira. (Var. mais us.: galanteria.)

Galante
adj. Airoso, garboso, elegante. / Divertido, engraçado, levemente malicioso: um conto galante. / &151; S.m. Homem dado ao culto das mulheres.

Galanteador
adj. e s.m. Que ou aquele que diz galanteios às mulheres.

Galantear
v.t. Fazer a corte às mulheres, tratá-las com amabilidade. / Lisonjear. / Enfeitar, adornar. / &151; V.i. Dizer galanteios, namorar.

Galanteio
s.m. Palestra amorosa; atenções, finezas, lisonjas com as mulheres a quem se quer agradar.

Galanteria
s.f. Var. mais us. de galantaria.

Galantina
s.f. Prato da cozinha francesa composto de carnes de aves desossadas, cobertas com uma camada de gelatina.

Galao
s.m. Tecido espesso de prata, ouro, seda, ou lã, do feitio de uma fita, usado como remate ou enfeite em peças do vestuário ou do mobiliário. / Militar Distintivo de patentes militares. / Marinha Tira de pano de linho que serve para calafetar as fendas do navio. / Bras. Pop. Espuma que fica no alto do copo de chope ou cerveja. / Corcovo ou salto do cavalo, quando ele levanta as patas dianteiras.

Galapago
s.m. Úlcera que ataca a coroa do casco das cavalgaduras.

Galapo
s.m. Almofada da sela do cavalo. / Atadura com pontas para ligar feridas.

Galar
v.t. Falando-se do galo, cobrir a galinha.

Galardao
s.m. Recompensa ou prêmio por serviços valiosos prestados. / Honra, glória.

Galardoar
v.t. Conferir galardão a; premiar, recompensar.

Galarim
s.m. Cúmulo, fastígio, o ponto mais alto; opulência, grandeza. // Parar no galarim, dobrar (no jogo) a parada que se perdeu.

Galata
adj. Da Galácia, região da Ásia Menor.

Galaxia
s.f. Astronomia. Sistema estelar de forma semelhante a de um disco, com um bulbo central, que contém bilhões de estrelas, entre as quais está o Sol, e que, visto pela luneta, apresenta-se ao observador terrestre como uma esteira brilhante constituída por um enxame de inúmeras estrelas (Via-Láctea). (Nesta acepção, escreve-se com inicial maiúscula.) / Sistema estelar análogo ao sistema solar e de que se conhece grande número até os limites observáveis do Universo. (Neste caso, fala-se de galáxias [com minúscula] para diferenciá-las de nossa Galáxia.)

Galbano
s.m. Goma-resina extraída de uma espécie de férula.

Galbulideos
s.m.pl. Zoologia Família de aves trepadoras, de bico comprido, a que pertence o bicudo.

Galdino
Nome Teutônico - Significado: Dominador, possuidor.

Gale
s.f. Embarcação de guerra, comprida e sem cobertura, usada pelas antigas nações do Mediterrâneo. &151; As galés avançavam impelidas por fileiras de remos compridos. Geralmente possuíam um único convés, e sua borda livre (distância entre o nível externo da água e o convés) era muito reduzida.

Galea
s.f. Espécie de capacete de guerra; elmo. / Dor de cabeça, como se alguma coisa a pressionasse.

Galeaca
s.f. Navio a remos e a velas, muito mais forte e pesado do que uma galera, usado até o séc. XVIII.

Galeao
s.m. Navio (séc. XVII e XVIII) de vela de alto bordo, de guerra, ou mercante. / Grande navio armado para a guerra, que servia para transportar ouro, prata e outras mercadorias preciosas que a Espanha (e Portugal) retirava de suas colônias. &151; Possuía remos como a galé, mas sua forma era arredondada. O rei Henrique VIII (1491-1547) da Inglaterra transformou o galeão num navio especificamente destinado à guerra. Era uma embarcação de manobra fácil e muito veloz, em comparação com os outros navios da época.

Galear
v.i. Saltar em galões (o cavalo). / Balançar (a embarcação).

Galega
s.f. Planta leguminosa, papilionácea, de valor medicinal. / Espécie de ginja vermelha muito ácida. / Variedade de azeitona. / Variedade de couve e de uva.

Galegada
s.f. Multidão ou ajuntamento de galegos. / Pop. Dito ou ação grosseira, bruta; incivilidade. / Bras. (S) Nome dado, por apodo, à colônia portuguesa ou a grupo de portugueses.

Galego
adj. e s.m. Natural da Galiza (Espanha). / Relativo a Galiza. / Dialeto (ou variação lingüística do português) da Galiza, região da península Ibérica. &151; É considerado como o idioma menos evoluído dessa parte da Europa, apesar de possuir numerosos dialetos. O galego e a antiga fala portuguesa do norte do Douro formaram o galego-português, que deu origem ao português moderno.

Galeio
s.m. Movimento rápido de corpo, para o lado ou para trás. // Perder o galeio, tornar-se desajeitado.

Galena
s.f. Mineralogia Sulfeto natural de chumbo, de fórmula PbS. (A galena é o principal minério de chumbo.) &151; É um mineral pesado, quebradiço, de cor cinza e brilho metálico. Em estado puro, compõe-se de 86,6% de chumbo e 13,4% de enxofre.

Galenico
preparado a partir de drogas vegetais em vez de substâncias químicas (pop)

Galenismo
s.m. Doutrina médica de Galeno.

Galenita
s.f. Nome moderno da galena.

Galeno
s.m. Qualquer médico. (Por alusão a Galeno, célebre médico grego [131-200].)

Galeopiteco
s.m. Mamífero insetívoro das ilhas de Sonda e da Indochina, do tamanho de um gato e que pode planar no ar, graças a uma membrana lateral que se estende entre os membros e até a cauda.

Galeota
s.f. Pequena galé movida a remos e a vela. / Barco comprido que servia para recreio. / Bras. (AM) Canoa, com toldo, que os regatões usam para o comércio ambulante.

Galera
s.f. Antiga embarcação longa e de baixo bordo, movida a vela ou a remos, que servia tanto à marinha de guerra quanto à mercante. / Carro para transporte de bombeiros. / Carroça grande, de quatro rodas, para transporte de cargas pesadas. / Forno para fundição. / Bras. Multidão dos adeptos de certos jogos que se situa nas galerias.

Galeria
s.f. Corredor interno ou externo em um edifício, que se situa no mesmo nível das outras peças do mesmo andar, comunicando-as ou separando-as. / Passagem que serve para ligar uma rua a outra através de um edifício, geralmente ladeada por lojas comerciais. / Local em que são expostos objetos de arte. / Coleção de objetos de arte. / Sala de exposição de quadros ou de objetos de arte, com fins comerciais (ou sem eles). / Localidades, nos teatros, situadas acima das demais; o mesmo que torrinha. / Conjunto de espectadores que assistem a jogos ou representações. / Corredor subterrâneo em que são colocados os canos de distribuição de água etc. / Comunicações escavadas ou subterrâneas: galerias de águas pluviais; galerias de esgotos. / Corredor subterrâneo aberto para exploração de uma mina. / Passagem escavada no solo, madeira etc., por certos animais. / Abertura tuneliforme feita na pele pelo parasito da sarna etc.

Galeriano
adj. e s.m. Que ou aquele que remava nas galés, como condenado ou como cativo.

Galerno
adj. Diz-se de um vento brando de nordeste. / &151; S.m. Vento brando, aprazível.

Gales
adj. e s.m. Do País de Gales. / Idioma céltico do País de Gales.

Galfarro
s.m. O mesmo que beleguim.

Galga
s.f. Fêmea do galgo. / Ancoreta. / Mó de eixo horizontal do lagar de azeite.

Galgar
v.t. Transpor, andar, correr alargando as pernas. / Saltar por cima de. / Percorrer, rolar por. / Passar, discorrer, percorrer. / Destorcer, alinhar, desempenar. / Alcançar, atingir, passar de (uma idade). / Elevar-se, subir a. / Trepar, subir velozmente. / Alcançar rapidamente posição elevada. / Saltar, pular, grimpar.

Galgo
s.m. Cão pernalto e esguio, próprio para a caça de lebres. (Sin.: lebréu ou lebrel.) &151; É o mais rápido dos cães. Todas as variedades têm um corpo aerodinâmico, com o focinho pontudo, costas arqueadas, cintura fina e pernas longas e fortes. Um galgo adulto geralmente pesa de 25 a 32kg. Tem o pêlo curto, e é freqüentemente bronzeado, malhado, branco, azulado ou pontilhado.

Galha
s.f. Excrescência de alguns vegetais produzida por certos parasitos (insetos, cogumelos, vermes ou bactérias). &151; A galha pode crescer na raiz, no caule, na gema, na folha ou na flor.

Galhada
s.f. Cornos ou armação dos ruminantes. / Ramagem do arvoredo.

Galharda
s.f. Dança e trecho musical (séc. XV-XVI) escritos em compasso ternário, de ritmo vivo, que sucedia à pavana numa suíte.

Galhardear
v.i. Apresentar-se com galhardia, brilhar, realçar, sobressair. / &151; V.t. Exibir com galhardia, pompear, ostentar.

Galhardete
s.m. Náutica Bandeira farpada que se coloca no topo de um mastro. / Flâmula. / Bandeirinha usada em festejos populares etc.

Galhardia
s.f. Qualidade de galhardo; gentileza, elegância, beleza, bizarria. / Fig. Alegria, vivacidade; generosidade. / Valor, bravura, esforço.

Galhardo
adj. Elegante, garboso, alegre, folgazão, generoso, valente, bravo, esforçado: um rapaz simpático e galhardo.

Galhas
s.f.pl. Bras. Chifres dos ruminantes; armação; galhada.

Galheiro
s.m. Bras. Veado com armação grande. / Fig. e Pop. Corno, cornudo.

Galheta
s.f. Pequeno vaso de vidro em que se serve o azeite ou o vinagre nos serviços de mesa. / Cada um dos recipientes em que se guardam a água ou o vinho para a missa. / Instrumento de vidro, em forma de bilha de gargalo alongado, em uso nos laboratórios químicos.

Galheteiro
s.m. Utensílio de mesa que serve para conter as galhetas do azeite, vinagre, sal etc.

Galho
s.m. Ramo de árvore. / Parte do ramo com seus frutos. / Chifre dos ruminantes. / Bras. Briga, confusão. / Pop. O mesmo que bico (emprego ou ocupação subsidiária). // Pop. Dar galho, dar confusão, trazer dificuldades. // Pop. Quebrar um galho, solucionar provisória ou precariamente uma dificuldade. / &151; S.m.pl. Conjunto de riachos que, nas cabeceiras, se reúnem para formar um rio.

Galhofa
s.f. Ato ou efeito de galhofar; risota, folgança, brincadeira, gracejo, motejo, zombaria.

Galhofada
s.f. Grande galhofa.

Galhofar
v.i. Dizer ou fazer galhofa; divertir-se, zombar, troçar, brincar ruidosamente.

Galhofeiro
adj. e s.m. Que ou o que é dado a galhofas; folgazão, alegre, divertido.

Galhudo
adj. Que tem galhos, que tem grandes chifres. / S.m. Bras. Nome de algumas espécies de peixe.

Galicanismo
s.m. Nome da doutrina que, em França, estabelecia formas de procedimento perante a Santa Sé, defendia certas liberdades e franquias da Igreja francesa, contestando, em alguns pontos, a autoridade absoluta do papa.

Galicano
adj. Que se refere à Igreja francesa e a tudo que com ela se relaciona: rito galicano, liberdades galicanas. / &151; S.m. Partidário do galicanismo.

Galicinio
s.m. O canto do galo. / A hora matutina em que os galos cantam.

Galiciparla
s.m. e s.f. Pessoa que fala afrancesadamente; galicista, galiparla.

Galicismo
s.m. Palavra, locução ou construção peculiar à língua francesa.

Galicista
s.m. e s.f. Pessoa que usa galicismos.

Galico
adj. Diz-se de um ácido que se desenvolve numa infusão de noz-de-galha exposta ao ar. &151; Carl Scheele, um químico sueco, isolou o ácido pela primeira vez em 1786.

Galiformes
s.m.pl. Zoologia Ordem de aves onívoras, de vôo pesado (galo, perdiz, codorna, faisão, galinha, peru). [Os galiformes são originários da Índia.] O mesmo que galináceos.

Galileu
adj. e s.m. Diz-se de, ou pessoa nascida na Galiléia. // O Galileu, nome dado a Jesus Cristo pelos pagãos.

Galileu
adj. e s.m. Diz-se de, ou pessoa nascida na Galiléia. // O Galileu, nome dado a Jesus Cristo pelos pagãos.

Galimatias
s.m.sing. e pl. Discurso enredado e confuso cujo sentido não se pode captar.

Galinaceo
s.m. Que pertence à subordem dos galináceos. (Ordem dos galiformes.)

Galinaceos
s.m.pl. Zoologia Subordem de aves, da ordem dos galiformes.

Galinha
s.f. A fêmea do galo; ave criada para produção de carne e ovos. &151; Embora as galinhas tenham asas, não são capazes de voar mais que alguns metros de cada vez. A galinha pouco difere das outras aves nos demais aspectos.

Galinha-morta
s.f. Bras. (S) Certa cantiga executada à viola e ao violão. / Pop. Mercadoria vendida a preço muito baixo. / Tarefa fácil de executar ou aprender.

Galinheiro
s.m. Lugar onde se recolhem ou criam galinhas; capoeira. / Vendedor de galinhas. / Lugar nos teatros, por cima dos camarotes (galeria).

Galinhola
s.f. Ave aquática que vive na América e na Europa. &151; Na Grã-Bretanha, a galinhola comum da Europa é chamada galinha d`água e galinha dos pântanos. A galinha-da-flórida, cujo território se estende dos E.U.A. até o Canadá, tem cor de fuligem ou preta. Tem a testa coberta por uma placa vermelha semelhante a um escudo, e o seu bico também é vermelho. A galinhola-púrpura vive do sul dos E.U.A. até a América do Sul.

Galio
s.m. Metal de símbolo químico Ga, branco-prateado, macio, encontrado na crosta terrestre. &151; O gálio ocorre sob forma líquida ou sólida, devido a seu baixo ponto de fusão. Suas propriedades gerais são semelhantes às do alumínio.

Galiparla
s.m. e s.f. Galiciparla.

Galipote
s.m. Resina do pinheiro-marítimo que fica aderente ao tronco depois de colhida a terebintina. / Mistura de alcatrão, resina e óleo etc., que se aplica ao fundo de alguns barcos para lhes conservar o bom estado. O mesmo que galipódio.

Galivar
v.t. Tornar apropriado; dar configuração própria ou devida a. / Tracejar.

Galiziano
adj. Diz-se do dialeto, da poesia e dos trovadores de Portugal e da Galiza (comum nos primeiros séculos da nacionalidade portuguesa).

Galo
s.m. Gênero de aves galináceas de bico pequeno, crista carnuda e asas curtas e largas. / Macho da galinha doméstica. / Elevação produzida por contusão ou pancada, especialmente na cabeça. / Uma das categorias de boxeadores. / Designação comum a vários peixes. // Ao cantar do galo, de madrugada. // Missa do galo, a primeira missa de Natal, que se diz à meia-noite de 24 de dezembro. // Pop. Cantar de galo, considerar-se superior ao vitorioso.

Galo-da-serra
ou GALO-DO-PARÁ

Galo-romano
adj. Que diz respeito à Gália e a Roma. / &151; S.m. Habitante da Gália romana.

Galocha
s.f. Espécie de calçado de borracha que se usa por cima dos sapatos, a fim de preservá-los da umidade.

Galofobia
s.f. Qualidade de quem tem aversão à França e aos franceses.

Galomania
s.f. Qualidade de quem tem grande admiração à França e aos franceses.

Galomaniaco
adj. e s.m. Admirador e imitador servil de tudo o que diz respeito à França.

Galopada
s.f. Ação de galopar, corrida a galope.

Galopante
adj. Que galopa. // Tuberculose galopante, diz-se quando a doença pulmonar é aguda e de rápida evolução.

Galopar
v.i. Andar a galope. / Fig. e Fam. Caminhar muito depressa. / &151; V.t. Percorrer galopando: galopou duas léguas em uma hora.

Galope
s.m. O mais rápido dos movimentos da andadura do cavalo. / Dança em compasso binário de movimento muito vivo. / Corrida muito rápida.

Galopear
v.i. Bras. Galopar.

Galopim
s.m. Garoto, gaiato, rapaz brejeiro. // Galopim eleitoral, cabo eleitoral. / Trampolineiro.

Galpao
s.m. Construção rústica, coberta, mas em geral sem paredes, destinada a recolher carros, máquinas, materiais etc.; alpendre, telheiro. / Depósito. / Estábulo.

Galrar
v.i. Falar à toa e sem critério; papagaiar, parolar. / Blasonar, bravatear. / Crescer ou desenvolver-se rapidamente (a criança).

Galrear
v.i. Balbuciar, emitir sons vocais (a criança), sem articular palavras. / Galrar, papagaiar.

Galupe
s.m. (aportuguesamento do nome de [George] Gallup) Pesquisa da opinião pública por meio de um questionário previamente organizado. (Diz-se, às vezes, um gálupe, para designar tal sondagem.)

Galvanico
adj. Relativo ao galvanismo.

Galvanismo
s.m. (do nome do físico italiano Galvani) Ação das correntes elétricas contínuas sobre os órgãos vivos. / Eletricidade desenvolvida pelas ações químicas ou pelo contato de dois metais diferentes, com um líquido interposto.

Galvanizacao
s.f. Ato de recobrir objetos de ferro e de aço com uma camada de zinco para evitar a ferrugem. &151; No início do séc. XIX, o ferro revestido com zinco tornou-se conhecido com o nome de ferro galvanizado. Mais tarde, começou-se a galvanizar também o aço. Hoje em dia, o processo de galvanização é muito mais aplicado ao aço do que ao ferro.

Galvanizar
v.t. Eletrizar por meio de uma pilha. / Recobrir uma peça metálica de uma camada de zinco, podendo ser a quente, por imersão em banho de zinco fundido, ou a frio (eletrolítica), por meio de ânodos solúveis ou insolúveis, em banho geralmente à base de sulfato de zinco. / Fig. Animar, dar movimento, dar uma espécie de vida artificial a: com suas palavras ele galvanizava as massas.

Galvano
s.m. Clichê de tipografia obtido por meio de galvanoplastia. (Abrev. de galvanótipo.)

Galvanocaustica
s.f. Medicina Operação praticada por meio de cauterização por corrente elétrica contínua.

Galvanocauterio
s.f. Cautério formado por um fio de platina no qual circula uma corrente elétrica.

Galvanografia
s.f. Processo de gravura que consiste em desenhar com uma tinta isolante sobre uma placa de metal polido, e obter o relevo do desenho, através de um banho galvânico especial.

Galvanometro
s.m. Instrumento que serve para revelar ou medir a intensidade das correntes elétricas fracas por meio dos desvios que se imprimem a uma agulha imantada ou a um quadro condutor colocado no interior de um circuito magnético.

Galvanoplastia
s.f. Processo que consiste em depositar, por eletrólise, uma camada de metal sobre um molde cuja reprodução em relevo se quer obter. &151; Esse processo é usado, entre outros fins, para melhorar a aparência dos materiais, para proteger contra a corrosão, e na fabricação de matrizes para impressão ou outras técnicas de reprodução.

Galvanoplastica
s.f. Galvanoplastia.

Galvanoplastico
adj. Relativo à galvanoplastia; obtido por meio da galvanoplastia.

Galvanoterapia
s.f. Aplicações terapêuticas do galvanismo.

Galvanotipia
s.f. Gênero de gravuras que se obtêm por meio de banho eletrolítico. / Aplicação da galvanoplastia à estereotipia.

Galvanotipo
s.m. Clichê tipográfico obtido por processo eletrolítico.

Gama
s.m. Terceira letra do alfabeto grego (Gg), correspondente ao nosso g. / Música Sucessão de sons ascendentes e descendentes de uma oitava musical; escala. / Sucessão, série de sentimentos, pensamentos, idéias etc. / Gradação: a gama estilística dos sinônimos. // Raios gama, radiações emitidas pelos corpos radioativos análogos aos raios X, muito mais penetrantes e de menor comprimento de onda, dotados de poderosa ação fisiológica.

Gamada
adj. f. Diz-se de uma cruz cujos quatro braços terminam em forma de um gama (g) maiúsculo. (Na Alemanha, a cruz gamada foi insígnia do partido nacional-socialista ou hitlerista.) V. CRUZ, SUÁSTICA.

Gamaglobulina
s.f. Proteína do plasma sangüíneo, de alto peso molecular, e que atua como suporte dos anticorpos.

Gamao
s.m. Jogo muito antigo, praticado entre duas pessoas que utilizam um tabuleiro especial, um par de dados, 15 peças pretas para um dos jogadores e 15 peças brancas para o outro. / O tabuleiro em que se pratica esse jogo. &151; O tabuleiro do jogo de gamão tem 24 divisões, chamadas casas, distribuídas em dois grupos de seis para cada lado, em forma de meia-lua ou de flecha.

Gamarra
s.f. Correia que se ata da cilha à focinheira das cavalgaduras, para que não levantem demasiado a cabeça.

Gamba
s.m. ou f. Membro de uma família de mamíferos que vive nas Américas. &151; A fêmea do gambá carrega as crias em uma bolsa que tem no abdome. Portanto, o gambá é um marsupial, como os cangurus. Os gambás vivem desde o sul do Canadá até a América do Sul.

Gamberria
s.f. Pancada com o pé nas pernas de outro, para fazê-lo cair; cambapé. / Pop. Laço, armadilha, trapaça. / Rixa, motim.

Gambeta
s.f. Certo movimento de corpo e pernas, para um e outro lado, para se enganar quem vai perseguindo. / Bras. (S) Drible, finta. / Fig. Procedimento manhoso. / Adj. Cheio de trejeitos.

Gambetear
v.i. Fazer gambetas. / &151; V.t. Bras. (S) Esquivar o corpo para escapar ao golpe do adversário.

Gambia
s.f. Pop. Perna. // Dar às gâmbias, fugir, correr.

Gambiarra
s.f. Rampa de luzes suspensa na parte anterior e superior do baixo palco. / Bras. Conjunto dos queimadores do fogão a gás.

Gambito
s.m. Ardil próprio para derrotar o adversário. / Lance inicial do jogo de xadrez que consiste em sacrificar um peão para adquirir vantagem de posição, ou causar a perda de uma peça importante ao adversário. / Pop. Perna; o mesmo que gâmbia.

Gamboa
s.f. Bras. Pequeno esteiro, que se enche com o fluxo da maré, e fica seco na vazante. (Var.: camboa.) / Pequeno lago artificial junto ao mar, e que se enche de peixes com a preamar.

Gamboeiro
s.m. Variedade de marmeleiro originário da Ásia, que atinge até 8 m de altura. (Família das rosáceas.)

Game
s.m. (pal. ing.) No tênis, cada uma de três partidas do set.

Gamela
s.f. Vasilha em forma de tigela muito grande, em geral de madeira ou barro, em que se dá de comer aos porcos ou que serve para banhos, lavagens e outros fins. / Pop. Mentira. / Gír. Boca. / &151; S.m. Bras. Indivíduo não diplomado que faz as vezes de engenheiro.

Gameleira
s.f. Bras. Designação comum a diversas árvores moráceas do gênero ficus. &151; Seu fruto, grande e amarelado, é semelhante ao figo. Quando ferida, a casca desprende um látex, usado em medicina popular como vermífugo.

Gamelo
s.m. Vasilha comprida em que normalmente se deita água ou comida para o gado.

Gamenho
adj. e s.m. Casquilho, peralta, janota. / Vadio.

Gameta
s.m. Célula reprodutora, masculina ou feminina, cujo núcleo só contém n cromossomos. (Todas as outras células do corpo contêm 2 n.) (Var.: não us. gâmeta.)

Gametocito
s.m. Biologia. Célula germinal que produz, quando da gametogênese, um óvulo ou um espermatozóide.

Gametofito
s.m. Biologia. Geração sexuada de uma planta cujo ciclo de vida inclui duas gerações: uma sexuada e outra assexuada. &151; Gerações de samambaias, musgos e algas marinhas alternam-se dessa forma.

Gametogenese
s.f. Formação dos gametas.

Gamexane
s.m. Hexaclorocicloexano.

Gamo
s.m. Mamífero ruminante semelhante ao veado, com malhas brancas, de cauda comprida e galhos achatados na extremidade superior. (Alt.: 90 cm; longevidade: 25 anos.)

Gamopetalo
adj. Diz-se de uma flor cujas pétalas são soldadas umas às outras.

Gamossepalo
adj. Que tem as sépalas unidas ou soldadas entre si. V. MONOFILO e MONOSSÉPALO.

Gamote
s.m. Vasilha de madeira com cabo, para esgotar a água das cavernas, nas pequenas embarcações.

Gana
s.f. Grande vontade ou apetite para qualquer coisa. / Desejo de fazer mal, má vontade. / Raiva, ímpeto.

Ganacha
s.f. Rebordo posterior da maxila inferior do cavalo.

Ganancia
s.f. Ambição de ganho; ganho, lucro. / Ganho ilícito. / Usura.

Ganancioso
adj. Ambicioso, que só visa a lucros excessivos.

Gancho
s.m. Peça de metal ou qualquer outro material resistente, com uma das extremidades em curva, para alçar, suspender ou agarrar fardos ou qualquer peso. / Arame em forma de U com que as mulheres seguram o cabelo. / Parte da calça em que se unem as duas pernas. / Lucro por serviços extraordinários; biscate, bico. / Bras. Certa rede de pesca.

Gandaia
s.f. A busca, no lixo, de algum objeto de valor; ofício de trapeiro. / Fig. Vadiagem, ociosidade, mandriice; vida dissoluta.

Gandaiar
v.i. Vadiar, andar à gandaia.

Gandaieiro
adj. e s.m. Que ou aquele que anda à gandaia.

Gandara
s.f. Charneca, terra arenosa, inculta, estéril. / Terreno despovoado, mas coberto de plantas agrestes.

Gandola
s.f. Bras. (S) Espécie de manta que substitui o capote, usada pelos militares. / Blusão muito grande ou mal cortado.

Ganense
adj. e s.m. e s.f. De Gana (África); natural desse país.

Gang
s.f. (pal. ingl.) Bando organizado de malfeitores. (Aport.: gangue.)

Ganga
s.f. Substância impura que envolve um mineral. (Elimina-se a ganga pela fusão do mineral com um fundente que, em geral, se combina às impurezas.)

Ganglio
s.m. Dilatação arredondada ou fusiforme que contém uma substância cinzenta e se forma no trajeto de um nervo. // Gânglio linfático, dilatação situada no trajeto dos vasos linfáticos. (Os gânglios linfáticos formam cadeias no pescoço, axilas, virilha, tórax e abdome. Cada uma das cadeias drena a linfa da região correspondente.)

Ganglioma
s.m. Anatomia. Tumor dos gânglios linfáticos.

Ganglionar
adj. Medicina Relativo aos gânglios; que é da natureza dos gânglios.

Gangorra
s.f. Trave apoiada num espigão, sobre cujas extremidades as crianças cavalgam por divertimento, balançando-se. / Engenho primitivo, manual, de cana-de-açúcar, formado por dois rolos de madeira entre esteios verticais.

Gangrena
s.f. Morte local dos tecidos; necrose. / Fig. Corrupção moral, destruição progressiva.

Gangrenado
adj. Atacado ou destruído por gangrena.

Gangrenar
v.t. Causar gangrena a. / Fig. Corromper moralmente, desmoralizar. / &151; V.i.. e v.pr. Ser atacado de gangrena.

Gangrenoso
adj. Que é da natureza da gangrena; que tem gangrena.

Gangster
s.m. (pal. ing.) Membro de um bando de malfeitores que, à mão armada, roubam e matam.

Gangsterismo
s.m. Ato, conduta própria de gângster; banditismo.

Ganha-pao
s.m. Qualquer trabalho ou instrumento (ou pessoa) de que se possa tirar o meio de subsistência.

Ganha-perde
s.m. Jogo de cartas em que ganha quem faz menos pontos. (Mais us. no Brasil: perde-ganha.)

Ganhador
adj. e s.m. Aquele que ganha em jogo, disputa ou loteria: ganhador de apostas, cavalo ganhador.

Ganhar
v.t. Adquirir, obter lucro, tirar como proveito: ganhar dinheiro. / Vencer, alcançar vantagem, sucesso, numa competição ou debate: ganhar a batalha, ganhar o processo. / Conquistar, granjear, captar: ganhar a confiança. / Obter por acaso: ganhar o grande prêmio da loteria. / Estender-se, propagar-se: o fogo ganhou o edifício. / Perceber (ordenado, salário): o que ganha, mal dá para viver. / Atingir, chegar a: ganhou a porta de casa. / Recuperar: ganhar o tempo perdido. / Fig. Progredir: idéias que ganham terreno. // Ganhar caminho, avançar. / &151; V.i. Melhorar: o livro ganhou com a tradução. / Crescer em consideração, obter vantagem: muitos ganham em ser vaidosos e impostores.

Ganho
s.m. Lucro, proveito: ambição de ganho. / Salário, remuneração: o ganho mensal. // Ganho de causa, sucesso alcançado num pleito judicial ou em qualquer debate.

Ganido
s.m. Ação de ganir, de gemer como os cães.

Ganir
v.i. Soltar ganidos; gemer como os cães.

Ganoides
s.m.pl. Grupo de peixes de esqueleto cartilaginoso e de nadadeira caudal heterocerca (esturjão, políptero).

Ganso
s.m. Ave palmípede, aparentado com o pato e o cisne, de que há várias espécies selvagens e uma doméstica que se cria por sua carne e por seu fígado sobrecarregado de gordura. &151; São maiores que o pato e menores que o cisne. Existem nas várias partes do mundo cerca de 25 espécies de gansos.

Ganso-do-canada
s.m. Zoologia Ave palmípede da América do Norte.

Ganso-patola
s.m. Nome comum a grandes aves pelicaniformes da família dos sulídeos, de hábitos aquáticos e de plumagem branca, mas negra na extremidade das asas.

Ganza
s.m. Espécie de maracá indígena, constituído por um pequeno tubo de folha-de-flandres, fechado, que contém grãos ou seixos que soam quando agitados. O mesmo que reco-reco.

Ganzepe
s.m. Entalhe na madeira para encaixe de duas peças, feito de tal modo que o macho e a fêmea lembram a cauda de uma andorinha, sendo por isso também chamado rabo-de-andorinha.

Gap
s.m. (pal. ing.) Distanciamento; afastamento, hiato, separação, distanciamento (entre duas coisas); lacuna, vácuo. / Divergência, diferença. / Atraso (econômico, tecnológico etc.).

Garage
s.m. O mesmo que garagem.

Garagem
s.f. Abrigo onde se guardam e conservam automóveis, ônibus, barcos, etc.

Garagista
s.m. e s.f. Responsável por uma garagem. / Manobreiro de carros numa garagem.

Garajau
s.m. Espécie de cesto, oblongo e fechado, em que se conduzem galinhas ao mercado. / Aparelho para conduzir peixe seco.

Garanca
s.f. Planta trepadeira da família das rubiáceas, outrora cultivada no sul da França por sua raiz, que fornece uma substância tintorial vermelha. / Bras. Militar Túnica ou uniforme de cor vermelha usada por algumas corporações militares.

Garanhao
s.m. Cavalo inteiro, especialmente destinado à reprodução.

Garante
s.m. e s.f. Pessoa que garante, que afiança, responsabilizando-se por seus atos e pelos de outras pessoas; fiador, abonador: deu como garante o sócio da firma.

Garantia
s.f. Fiança, segurança, abonação, responsabilidade, caução. / Responsabilidade assumida pelo vendedor de entregar a mercadoria isenta de defeitos e em condições de funcionamento:

Garantir
v.t. Afiançar, responsabilizar-se por: garantir o funcionamento de um aparelho vendido, garantir a execução de um serviço. / Afirmar, asseverar: garanto que isso é verdade. / Proporcionar, assegurar, propiciar: garantir o futuro dos filhos. / &151; V.pr. Pôr-se ao abrigo, livrar-se, defender-se de ou contra: garantiu-se contra as ameaças recebidas.

Garapa
s.f. Bras. Bebida feita pela mistura de mel ou açúcar com água e algumas gotas de limão; jacuba. / Caldo de cana-de-açúcar destinado à fermentação. / Qualquer bebida ou refresco de fruta, açucarado e refrigerante. / Fig. Coisa boa e fácil de obter. / Árvore leguminosa-cesalpiniácea. / Batida.

Garateia
s.f. Bras. Aparelho de pesca composto de vários anzóis (três ou mais), na extremidade da mesma linha. / Pequena âncora de pedra usada em embarcações de pesca. / Espécie de gancho que pende da extremidade do cabo de um guindaste, e é usado geralmente para recolher resíduos ou objetos submersos, limpar o fundo dos rios; gratéia.

Garatuja
s.f. Escrita, letra muito malfeita; rabiscos, garafunhas; boneco mal desenhado. / Momice, esgar.

Garatujar
v.t. Fazer garatujas, rabiscar.

Garavato
s.m. Pau armado com um gancho na extremidade, que serve para colher frutas; cambo.

Garbo
s.m. Elegância, distinção, donaire, galhardia. / Brio, pundonor, bizarria.

Garboso
adj. Que tem garbo e elegância; galhardo, donairoso.

Garca
s.f. Nome comum às aves pernaltas aquáticas da família dos ardeídeos, de patas, pescoço e bico longos e delgados, e que se alimentam de peixes. &151; As garças são aves graciosas de longo bico pontudo, que parece estender-se diretamente até seus olhos. Têm a cabeça estreita, pescoço fino e comprido e pernas nuas como as da cegonha. Muitas espécies de garças têm penachos, e penas longas no pescoço e no corpo.

Garcao
s.m. Empregado que serve em café, restaurante etc. (Var. mais usada: garçom.)

Garco
adj. Esverdeado; verde-azulado (diz-se particularmente dos olhos).

Garcom
s.m. Var. de garção.

Garconniere
s.f. (pal. fr.) Apartamento destinado a encontros amorosos.

Garden-party
s.m. (pal. ingl.) Festa ou recepção social, ao ar livre, que se realiza em um parque ou jardim.

Gardenia
s.f. Planta ornamental da família das rubiáceas, que produz uma flor branca, cerosa e perfumada. &151; Os botânicos classificam as gardênias na família da ruiva-dos-tintureiros, que inclui o café e a quina. A gardênia é nativa das zonas tropicais e subtropicais. É muito sensível às temperaturas extremas. Os botões da flor formam-se melhor a temperaturas compreendidas entre 16&176;C e 17&176;C.

Garfar
v.t. Revolver ou rasgar com garfo ou forquilha. / Enxertar de garfo.

Garfete
s.m. Instrumento de pau ou vidro com um arame enroscado no topo, que serve para o fabrico de seda.

Garfilha
s.f. Orla de medalha ou de moeda.

Garfo
s.m. Utensílio de mesa com dois, três ou quatro dentes. / Instrumento de tortura semelhante a um garfo com que se rasgavam as carnes aos supliciados. / Forquilha na roda das bicicletas. / Cada um de dois pequenos enxames que saem da colméia onde há excesso de abelhas. / Renovo; enxerto. // Fam. Bom garfo, pessoa que come bem.

Gargaleira
s.f. Abertura no bojo de pipas, tonéis, cascos etc.

Gargalhada
s.f. Risada prolongada, franca e ruidosa. / Casquinada. / A voz da raposa.

Gargalhar
v.i. Rir ruidosamente.

Gargalheira
s.f. Coleira de ferro ou madeira, com que se prendiam, para castigar, os escravos. / Coleira de pregos dos cães de gado e de fila. / Fig. Tirania, opressão.

Gargalho
s.m. Escarro glutinoso, expelido com dificuldade.

Gargalo
s.m. Colo de uma garrafa ou de outro vaso, cuja entrada é estreita.

Garganta
s.f. Conjunto de órgãos localizados no pescoço, adiante da coluna vertebral. &151; As partes que a compõem são importantes para as funções da respiração e deglutição. Na garganta se incluem a faringe, a laringe, parte do esôfago e da traquéia. Quando qualquer dessas partes inflama, o indivíduo sente dor de garganta.

Gargantear
v.t. Dizer com voz garganteada, requebrada. / &151; V.i. Cantar, variando ligeiramente os tons. / Bras. Pop. Fanfarronar, bazofiar.

Garganteio
s.m. Ato de gargantear; canto trilado, garganteado.

Gargantilha
s.f. Colar justo que serve de ornamento para o pescoço. / Ant. Gola ou espécie de colarinho largo e armado, pregueado ou plissado, que os antigos usavam como adorno.

Gargantua
s.m. Comilão insaciável.

Gargarejar
v.t. Lavar a garganta com um líquido que se sustenta na boca agitando-o por meio do ar que se expele pela laringe. // Bras. Pop. Namorar, conversando da rua para a janela.

Gargarejo
s.m. Ação de gargarejar.

Gargula
s.f. Goteira esculpida, quase sempre em forma de animal fantástico ou figura grotesca, que se destina a escoar a água das calhas longe das paredes, ou das fontes.

Gari
s.m. e s.f. Bras. Varredor de ruas; pessoa empregada da limpeza urbana.

Garimpagem
s.f. Bras. Exploração de aluviões auríferas e de pedras preciosas.

Garimpar
v.i. Bras. Exercer o ofício de garimpeiro. / Fig. Explorar preciosidades, especialmente literárias e documentárias. / Fam. Meter o dedo no nariz.

Garimpeiro
s.m. O que procura metais e pedras preciosas na terra. / O que lava as aluviões auríferas para retirar as palhetas de ouro; o que trabalha nas lavras diamantinas. / Faiscador. / Fig. Explorador de preciosidades literárias, artísticas ou lingüísticas.

Garimpo
s.m. Bras. Mina de diamantes ou metais preciosos. / Local onde existem explorações diamantinas e auríferas. &151; Aquele que tem por profissão a busca de pedras e metais preciosos na terra leva o nome de garimpeiro.

Garlopa
s.f. Plaina grande.

Garnacha
s.f. Vestimenta talar larga de magistrados e sacerdotes.

Garnierita
s.f. Silicato natural de níquel e magnésio, minério de níquel.

Garnise
adj. Bras. Qualificativo de uma variedade de galinha pequena, originária de Guernesey. / Pop. Homem de baixa estatura, arrogante e provocador.

Garoa
s.f. Bras. Nevoeiro fino e persistente. / Chuva fina, chuvisco. / &151; Adj. Bras. (SP) Valente, forte; enfurecido, valentão.

Garoar
v.i. Chuviscar levemente, cair garoa.

Garoento
adj. Diz-se do tempo, quando há garoa ou chuvisco.

Garota
s.f. Fem. de garoto. / Bras. Namorada.

Garotada
s.f. Ajuntamento de garotos. / Ação ou palavras próprias de garoto.

Garotar
v.i. Andar na garotice, fazer garotices. / Gandaiar, brejeirar, vadiar.

Garotice
s.f. Ação, dito próprio de garoto; brejeirice, criançada.

Garoto
s.m. Menino, criança. / Gaiato, galopim. / Menino que brinca, vadia ou faz travessuras pelas ruas. / Rapaz imberbe.

Garoupa
s.f. Nome de várias espécies de peixes serranídeos que vivem nos mares de regiões quentes e temperadas, principalmente junto a costas rochosas e a recifes de coral. &151; As várias espécies têm uma grande boca. Alimentam-se de peixes e outros animais marinhos, os quais engolem inteiros. O colorido da garoupa assemelha-se ao dos corais e algas entre os quais vive. Pode mudar de cor rapidamente.

Garra
s.f. Unha pontuda e recurvada que recobre a terceira falange dos dedos de numerosos vertebrados (mamíferos carnívoros e roedores, aves, répteis). / Motivo de arquitetura em forma de pata com garras, utilizado na Idade Média como reforço de uma coluna no ângulo de seu embasamento. // Fig. Rapacidade, cobiça: as garras dos credores. / Fig. Esforço, empenho.

Garrafa
s.f. Recipiente para líquidos, geralmente de vidro e de forma alongada e cilíndrica, cuja abertura é mais estreita do que o bojo. / A porção de líquido nela contido. // Eletricidade. Garrafa de Leyden, condensador elétrico constituído por um recipiente de vidro revestido de folhas de estanho, e construído em 1748 por sábios holandeses da cidade de Leyden. // Garrafa térmica, recipiente destinado a conservar líquidos em temperatura constante durante muitas horas. (A garrafa térmica é constituída por duas paredes, entre as quais se faz vácuo, e revestida por um invólucro protetor, de metal ou plástico.)

Garrafada
s.f. Conteúdo de uma garrafa. / Pancada com garrafa. / Beberagem que os curandeiros dão como medicamento.

Garrafao
s.m. Grande garrafa de vidro, geralmente empalhada ou coberta por um tecido de vime ou cortiça, para não se quebrar.

Garraio
s.m. Bezerro ainda não corrido e não matreiro. / Fig. Homem inexperiente, novato.

Garrana
s.f. Égua pequena, mas forte.

Garrancho
s.m. Doença no casco das cavalgaduras. / Arbusto tortuoso, graveto. / Pessoa que no jogo do voltarete dá as cartas e fica sem jogar. / Letra ruim e difícil de entender.

Garrar
v.i. Náutica Diz-se de quando o navio é levado a vogar à mercê das ondas, por não estar bem segura a amarra. / &151; V.t. Desprender as amarras.

Garrica
s.f. Ave parecida com a cambaxirra, mas com a cabeça encimada por uma pequena poupa.

Garrida
s.f. Sino pequeno. / Roda ou cilindro de ferro que se mete por baixo de pedras grandes, para fazê-las rodar.

Garridice
s.f. Qualidade do que é garrido; apuro excessivo no vestuário.

Garrido
adj. Elegante, enfeitado, janota. / Alegre, brilhante, casquilho.

Garrir
v.i. Chilrear. / Tagarelar, badalar, falar muito. / Ostentar, pompear. / Brincar, foliar. / &151; V.pr. Vestir-se com garridice, pavonear-se.

Garrocha
s.f. Cabo de madeira, com um ferro farpado numa das extremidades.

Garrotar
v.t. Matar, estrangular por meio de garrote: garrotou o prisioneiro. (O mesmo que garrotear.)

Garrote
s.m. Medicina Laço de borracha ou de tecido utilizado para comprimir um membro. (Geralmente o garrote é utilizado para evitar uma hemorragia e deve ser retirado o mais rapidamente possível desde que obtida a hemostasia.) O mesmo que torniquete. / Colar de ferro que estrangula a vítima. &151; Foi usado como instrumento de suplício e de execução de condenados na Espanha e em Portugal. O garrote primitivo era ligado a uma vara ou poste, situado atrás da cadeira na qual executava-se a vítima, e que girava a fim de apertar o colar de ferro, provocando o estrangulamento do condenado. / Bezerro de dois a quatro anos. / Fig. Angústia. // Garrote vil ou, simplesmente, garrote, instrumento usado na Espanha para executar os condenados à morte e cujo funcionamento se assemelha ao do garrote antigo.

Garrotear
v.t. Garrotar. / Bras. (RS) Sovar o couro até amaciá-lo.

Garrotilho
s.m. Angina aguda acompanhada de sufocação; crupe. / Doença de cavalos, causada pelo Streptococcus equi.

Garrucha
s.f. Mecanismo com que se armavam as bestas. / Antigo instrumento de tortura. / Marinha Cabos que se metem nas relingas por entre chicotes.

Garrular
v.i. Tagarelar, palrar.

Garrulice
s.f. Qualidade de gárrulo; loquacidade, tagarelice.

Garrulo
adj. e s.m. Que ou aquele que canta muito; chilreador. / Falador, tagarela.

Garupa
s.f. Parte posterior do cavalo; anca.

Gas
s.m. Todo fluido aeriforme. / Um dos três estados da matéria, caracterizado pela compressibilidade e expansibilidade. / Mistura, no tubo digestivo, de ar deglutido e de produtos voláteis das fermentações. // Gás de iluminação, gás de hulha que emite luz ao queimar. Em fins do séc. XVIII, um escocês chamado William Murdock conseguiu iluminar sua casa usando esse gás. Durante algum tempo o gás foi empregado na iluminação de ruas e de casas. // Gás pobre, gás obtido nos gasogênios após a passagem dos produtos da combustão de elementos sólidos sobre uma massa de carvão incandescente. // Gás de combate ou gás asfixiante, substâncias químicas, gasosas, líquidas ou sólidas que, em virtude de suas propriedades particulares, são empregadas como arma de guerra. // Gás de água, gás combustível resultante da decomposição do vapor de água sobre o coque elevado a uma temperatura de 1.000&186; a 1.200&186;C. // Gás das florestas ou gás de madeira, gás obtido pela combustão da madeira ou do carvão da madeira. // Gás dos pântanos, o metano. // Gás natural, gás combustível que se escapa de algumas camadas geológicas. // Gás perfeito, gás hipotético que obedece exatamente às leis de Mariotte e Gay-Lussac, e para o qual tendem os gases reais quando suas pressões se aproximam de zero. // Gás permanente, gás que não se pode liquefazer por simples aumento de pressão: o nitrogênio em temperatura ordinária é um gás permanente. // Gases nobres ou raros, nome que recebem o hélio, o neônio, o argônio, o criptônio, o xenônio, o radônio. V. GÁS NOBRE OU GÁS RARO. / Fig. Presunção, bazófia, animação, desembaraço: estar com todo o gás. / &151; S.m.pl. Pop. Gases, flato, arroto, ventosidade.

Gascao
adj. Natural da Gasconha. / &151; S.m. Dialeto da mesma região. / Fig. Fanfarrão.

Gasear
v.t. Atacar com gases, principalmente os de guerra.

Gaseificacao
s.f. Ato, processo ou efeito de gaseificar. / Transformação de produtos carbonados em gás combustível. / Adjunção de gás carbônico a uma bebida.

Gaseificar
v.t. Fazer (um corpo) passar ao estado gasoso. / Dissolver gás carbônico numa bebida, para torná-la gasosa.

Gaseificavel
adj. Que se pode converter em gás.

Gaseiforme
adj. Que se apresenta no estado gasoso.

Gasganete
s.m. Garganta, pescoço.

Gasificar
v.t. Var. de gaseificar.

Gasogenio
s.m. Aparelho que transforma, por oxidação incompleta, o carvão ou a madeira num gás combustível (gás pobre), empregado nos motores de explosão como substituto da gasolina.

Gasoleo
s.m. Óleo mineral destilado do petróleo que fica entre o querosene e o óleo lubrificante, quanto à viscosidade e a faixa de ebulição; usado como combustível. &151; É recolhido por volta da metade da destilação; é mais pesado que a gasolina, o querosene, o combustível leve e o diesel, e mais leve que o destilado lubrificante de onde provêm os óleos lubrificantes e as graxas. O nome gasóleo deve-se ao uso desse óleo na fabricação de gás combustível. É utilizado atualmente na produção de gasolina, querosene e produtos químicos.

Gasolina
s.f. Líquido leve, extremamente volátil, obtido do petróleo bruto na primeira destilação. / Bras. Barco a motor acionado a gasolina.

Gasometria
s.f. Medida dos volumes gasosos, ou da densidade dos gases.

Gasometro
s.m. Reservatório que serve para armazenar o gás e distribuí-lo sob pressão constante. / Aparelho para medir gás. / Fábrica de gás.

Gasoso
adj. Que se apresenta no estado de gás. // Água gasosa, água que contém gás carbônico diluído.

Gaspar
Nome Persa - Significado: Tesouro.

Gasparinho
s.m. Bras. A menor fração de um bilhete de loteria. (Var.: gasparino.)

Gasparino
s.m. O mesmo que gasparinho.

Gaspea
s.f. A parte superior e dianteira do calçado.

Gastalho
s.m. Espécie de grampo, em geral de madeira, que serve para apertar aduelas, folhas de madeira etc., nas oficinas de marcenaria, carpintaria ou tanoaria.

Gastao
Nome Francês - Significado: Nascido na Gasconha (país dos bascos).

Gastar
v.t. Consumir, deteriorar, diminuir o volume de. / Despender (dinheiro). / Destruir, arruinar, estragar. / Usar, empregar, servir-se de. / Enfraquecer, extenuar. / &151; V.i. Despender dinheiro. / Consumir-se, deteriorar-se. / &151; V.pr. Arruinar-se, perder as forças ou a saúde, extinguir-se, acabar-se.

Gasto
s.m. Despesa, dispêndio. / Consumo, emprego. / &151; Adj. Que se gastou. / Deteriorado; usado. / Fig. Consumido, avelhentado.

Gastralgia
dor do estômago, gastrodinia, cardialgia (pop)

Gastrectomia
s.f. Ablação cirúrgica do estômago.

Gastrenterite
s.f. Inflamação simultânea da mucosa do estômago e dos intestinos. O mesmo que gastroenterite.

Gastrenterologia
s.f. Especialidade da medicina que estuda as doenças do tubo digestivo.

Gastrico
adj. Relativo ao estômago: veias gástricas. // Suco gástrico, suco digestivo ácido produzido pelo estômago e que contribui para a digestão.

Gastrintestinal
adj. Medicina Que diz respeito ao estômago e aos intestinos.

Gastrite
s.f. Inflamação da mucosa do estômago: a gastrite é freqüente nos alcoólatras.

Gastro-esofagico
relativo ao estômago e ao esófago (pop)

Gastroduodenal
relativo ao estômago e ao intestino delgado (pop)

Gastrologia
s.f. Arte culinária; conhecimentos e preceitos relativos a essa arte.

Gastronomia
s.f. Arte de comer e beber bem, isto é, apreciar os prazeres da mesa e saboreá-los com paladar requintado.

Gastronomico
adj. Relativo à gastronomia.

Gastronomo
s.m. Aquele que gosta de iguarias e procura os requintes e os prazeres da mesa.

Gastropodes
s.m.pl. Zoologia Classe de moluscos que rastejam sobre um pé alongado e musculoso, possuindo uma concha espiralada. Vivem na terra firme (caracol), na água doce (limnéia) e em mar aberto (búzio).

Gastroscopia
s.f. Exame visual do interior do estômago que se faz por meio do gastroscópio, introduzindo-o pelo esôfago.

Gastroscopio
s.m. Instrumento de endoscopia que se destina ao exame do estômago.

Gastrose
s.f. Medicina Nome genérico das doenças do estômago.

Gastrotecnia
s.f. Ciência que estuda a influência que têm as preparações culinárias sobre a digestibilidade dos alimentos.

Gastrotomia
s.f. Incisão cirúrgica das paredes do intestino e do estômago.

Gastrula
s.f. Forma embrionária dos animais, posterior à blástula e na qual o embrião compreende dois folhelhos, o endoderma e o ectoderma, que envolvem uma cavidade central.

Gastura
s.f. Bras. Comichão, prurido. / Inquietação nervosa, aflição, mal-estar.

Gata
s.f. Fêmea do gato. / Náutica Vela do alto da mezena. / Antiga máquina de guerra, semelhante à catapulta. // Gata borralheira, mulher muito caseira, apegada aos serviços domésticos. // Andar de gatas ou de gatinhas, arrastar-se com as mãos e os joelhos no chão.

Gata-parida
s.f. Bras. Brincadeira de criança em que todos se sentam num banco e comprimem-se uns aos outros imitando os miados do gato, enquanto tentam desalojar-se mutuamente.

Gatafunhos
s.m.pl. Garatuja. (Também us. no sing.)

Gateira
s.f. Abertura feita numa porta para que os gatos possam entrar e sair. / Abertura para arejamento de um porão.

Gatilho
s.m. Peça do fecho de uma arma de fogo, que serve para destravar o cão e fazê-lo atingir o projétil, para o disparo. // Estar com o dedo no gatilho, estar pronto para fazer alguma coisa.

Gatimanhos
s.m.pl. Sinais com as mãos; trejeitos, momices.

Gatismo
s.m. Incontinência de urina ou de fezes.

Gato
s.m. Gênero de mamífero da ordem dos carnívoros, família dos felídeos, que compreende muitas espécies, umas domésticas e outras selvagens. &151; Pode ser um companheiro amigo e fiel. Entretanto, a maioria dos gatos querem viver à sua maneira. Eis por que em geral leva-se mais tempo para treinar um gato do que um cão.

Gato-de-botas
s.m. Pessoa exagerada, contadora de lorotas, mentirosa.

Gato-do-mato
s.m. Bras. Nome de várias espécies de felídeos.

Gato-m
s.m. Carnívoro felídeo de aparência estranha, que vive nas Américas. &151; Na realidade quase não parece um gato. Tem nariz longo, cabeça semelhante à da doninha, orelhas curtas, pernas curtas e grossas, e cauda longa. Alcança cerca de 30cm de altura na cernelha, onde se juntam as espáduas, e tem cerca de 90 a 120cm de comprimento, incluindo a cauda. Seu peso é de nove a 15kg.

Gato-pingado
s.m. Pop. Diz-se de cada um dos poucos assistentes de uma reunião ou solenidade: lá estavam dois ou três gatos-pingados. / Indivíduo que acompanhava os enterros a pé, ao lado dos carros funerários. / Pessoa sem grande importância; pessoa qualquer.

Gato-sapato
s.m. Fig. Coisa vil, desprezível. // Fazer de (alguém) gato-sapato, fazer de joguete, escarnecer de, ludibriar.

Gatoso
adj. e s.m. Que padece de gatismo. / Diz-se principalmente dos velhos que, fisica e intelectualmente debilitados pela arteriosclerose cerebral, se sujam nos próprios excrementos.

Gatunagem
s.m. Bando de gatunos; vida de gatunos. / Malandragem, vadiagem.

Gatunar
v.i. Roubar, furtar. / Vadiar.

Gatunice
s.f. Ação própria de gatuno; furto. / Vadiagem.

Gatuno
adj. e s.m. Que ou aquele que furta.

Gaturamo
s.m. Bras. Nome comum a diversas aves tanagrídeas.

Gauchada
s.f. Quantidade de gaúchos. / Ato ou dito próprio de gaúcho.

Gauchesco
adj. Que diz respeito aos gaúchos ou aos seus costumes.

Gauchismo
s.m. Costumes e hábitos dos gaúchos. / Palavra, expressão ou construção própria da fala gaúcha.

Gaucho
adj. e s.m. Bras. Diz-se de, ou habitante da zona rural do Rio Grande do Sul e, p. ext., de todo o estado. (Igual designação recebem também os rurícolas da Argentina e do Uruguai que vivem nos pampas e se dedicam à criação de gado.) &151; Os gaúchos desempenharam um papel importante no progresso da Argentina e do Uruguai. O gaúcho brasileiro é descendente de indígenas, portugueses e espanhóis e, no séc. XVIII, foi o instrumento de fixação portuguesa no sul do Brasil.

Gauda
s.f. Botânica. Espécie de resedá, de que se extrai uma tinta amarela.

Gaudencio
Nome Latim - Significado: Que se regozija.

Gauderio
s.m. Malandrim, vadio. / Pândega, folgança.

Gaudio
s.m. Júbilo, alegria. / Folgança, folia, brinquedo.

Gauleiter
s.m. (pal. al.) Chefe de um gau, distrito da Alemanha nacional-socialista.

Gaules
adj. e s.m. Da Gália ou a ela relativo. / &151; S.m. Língua celta falada na Gália.

Gauro
s.m. Búfalo selvagem das montanhas da Índia e da Maláisia.

Gauss
s.m. Unidade de indução magnética (símb. G) no sistema de unidades C.G.S. eletromagnético. &151; Recebeu esse nome por causa de Karl Friedrich Gauss, matemático alemão que realizou importante trabalho no campo do eletromagnetismo. O campo magnético da Terra é relativamente fraco, medindo &189; gauss, aproximadamente. O campo magnético de um cíclotron pode atingir a intensidade de 20 mil gauss.

Gavarro
s.m. Tumor na pata do cavalo, do boi etc.; unheiro.

Gave
s.m. (pal. fr.) Termo genérico que designa as águas torrenciais originárias dos Pireneus franceses.

Gavea
s.f. Marinha Plataforma ou tabuleiro assentado em uma roda de tábuas no alto dos mastros de um navio e que serve para diversos fins. / Vela quadrada que ocupa o lugar imediatamente superior à vela grande.

Gavela
s.f. Feixe, braçado, molho (de ervas, de espigas); paveia. (Var.: gabela.)

Gaveta
s.f. Caixa embutida num móvel (armário, mesa, cômoda etc.) e que se puxa e empurra.

Gavial
s.m. Grande crocodilo da Índia e de Mianmá, que se caracteriza pelo focinho longo e fino. (O macho atinge 10 m de comprimento, e a fêmea, de 6 a 7 m.) &151; Vive em Bangladesh, em Mianmá, no Paquistão e na Índia. O gavial é um dos répteis do grupo dos crocodilianos, em que também figuram os jacarés e os aligatores.

Gaviao
s.m. Ave de rapina diurna, comum nos bosques, onde caça pequenas aves (compr.: de 30 a 40 cm): o gavião era outrora muito empregado na caça. / Último dente de cada lado da maxila superior do cavalo. / Fig. e Fam. Sujeito esperto, sabido; indivíduo metido a conquistador. / Designação comum a várias espécies de aves falconídeas.

Gaviao-cinzento
s.m. Ave da família dos falconídeos, que habita áreas alagadiças.

Gavinha
s.f. Órgão de fixação de certas plantas (vinha, ervilha etc.), o qual se enrola em estacas ou em outras plantas.

Gavioes
s.m.pl. Bras. Tribo indígena do ramo tapuia, que habita a bacia do Tocantins.

Gavota
s.f. Dança em compasso binário, muito em voga nos séc. XVII e XVIII.

Gaxeta
s.f. Marinha Cabo trançado que serve para fazer diferentes amarras. / Cinta para ferrar velas nas vergas. / Mecânica Junta de material compressível para ser colocada entre duas superfícies metálicas, a fim de vedar a junção contra vazamento de gases ou de líquidos.

Gay
apos. e s.m. (pal. ing.) Relativo a, ou homossexual do sexo masculino: festas gay; ser gay; dois gays. (A forma aport. guei é de uso raro.)

Gaz
s.m. Medida itinerária da Índia.

Gaze
s.f Tecido fino, de trama aberta, feito de algodão, seda, raiom ou fibras sintéticas. &151; O nome gaze deriva possivelmente da antiga cidade de Gaza, na Palestina, onde esse tipo de tecido começou a ser fabricado.

Gazear
v.i. Faltar às aulas ou às obrigações para ir vadiar; gazetear.

Gazeio
s.m. Canto especial de algumas aves como a garça, a andorinha etc.

Gazel
s.m. Poesia amorosa, geralmente erótica, dos persas e dos árabes. / Melodia árabe que se caracteriza pelo freqüente retorno a um tema ou refrão.

Gazela
s.f. Espécie de antílope, de cornos longos e um pouco revirados para trás. (Var.: algazela.)

Gazeta
s.f. Ato de gazear ou gazetear. // Fazer gazeta, faltar às aulas ou às suas obrigações.

Gazetear
v.i. Gazear.

Gazeteiro
s.m. Aquele que publica ou redige gazetas; jornalista. / Fig. Boateiro, mentiroso. / Diz-se do estudante que falta às aulas por vadiação.

Gazetilha
s.f. Seção de um periódico que apresenta o noticiário, assuntos literários ligeiros e humorísticos.

Gazola
s.f. Alcaravão.

Gazua
s.f. Chave falsa, ferro curvo que serve para arrombar fechaduras.

Geada
s.f. Orvalho congelado que forma fina camada branca sobre as folhas, o solo, os telhados. &151; A umidade se condensa e se acumula como geada sobre objetos sólidos.

Gear
v.i. Formar-se geada, cair geada.

Geba
s.f. Giba, corcunda. / Ant. Mulher velha e corcunda.

Gebo
adj. Corcovado, giboso. / Mal trajado.

Geboso
adj. Gebo.

Gecarcinideos
s.m.pl. Zoologia Família de crustáceos decápodes.

Geco
s.m. Lagarto que vive nas regiões quentes e se caracteriza pela estatura reduzida, dedos adesivos e língua curta, também chamado osga.

Geena
s.f. Inferno, na linguagem bíblica: o fogo da geena. / Lugar de suplício eterno. (Lugar perto de Jerusalém onde existia um templo em que se faziam cruéis sacrifícios humanos.)

Geia,
sigla do Grupo Executivo da Indústria Automobilística, criado pelo Decreto n.&186; 39.412 de 1956, e que representou importante passo no desenvolvimento da indústria automobilística no Brasil.

Geiser
s.m. Jato de água quente que irrompe do solo, intermitentemente. (Os gêiseres muitas vezes carregam emanações sulfúricas e resíduos minerais [calcário ou silício].) &151; Com freqüência, a água é atirada por um gêiser em altas colunas, nevoentas e com vapor. Os gêiseres atraem muitos turistas.

Gel
s.m. Substância coloidal, de consistência viscosa, com tendência a expandir-se pela absorção de água.

Gelada
s.f. Geada, orvalho.

Geladeira
s.f. Aparelho próprio para fabricar gelo. / Máquina frigorífica adaptada a uma espécie de armário, onde se produz gelo, sorvetes, e onde se conservam alimentos etc. / Refrigerador. / Fig. Lugar muito frio. / Gír. Prisão.

Gelado
adj. Congelado ou simplesmente refrescado no gelo: bebida gelada. / Fig. Insensível, indiferente, sem animação. / &151; S.m. Doce, iguaria, bebida que se conservou no gelo; sorvete.

Gelar
v.t. Solidificar um líquido sob o efeito do frio: gelar a água em cubos. / Transformar em gelo, congelar, regelar, enregelar. / Fazer com que a temperatura de alguma coisa desça a um grau muito baixo: gelar o leite. / Causar intensa sensação de frio: gelar as mãos. / Fig. Paralisar, amedrontar: era uma história de fazer gelar. / &151; V.i. Esfriar muito, causar dano pela ação do frio:

Gelatina
s.f. Substância protéica com aspecto de geléia, que funde aproximadamente à temperatura de 25&186;C, obtida pela ação da água quente sobre os tecidos fibrosos dos animais. (É empregada em microbiologia [como meio de cultura] e na indústria [chapas fotográficas, cola etc.].) &151; Quando seca, é quase branca. Dissolvida em água, é transparente. Depois de dissolvida em água quente e após esfriar, a gelatina forma uma espécie de geléia consistente.

Gelatinografia
s.f. Cada um dos processos de fotogravura em plano (p. ex., a fototipia) que emprega uma camada de gelatina bicromada ou material afim, endurecidos por exposição à luz, como superfície impressora.

Gelatinoso
adj. Que é da natureza, tem a aparência ou a consistência da gelatina.

Geleia
s.f. Suco de frutas, carnes ou de quaisquer substâncias animais que se deixa congelar, tomando consistência mole e trêmula.

Geleira
s.f. Grande massa de neve convertida em gelo que se encontra nos cumes das regiões polares e que, abaixo do limite das neves eternas, se desenrola em movimentos lentos (inlandsis ou geleira continental), seguindo para as vertentes, sob a forma de rio de gelo, e estendendo-se pelos vales (geleira de vale, de montanha ou de tipo alpino), ou ainda espalhando-se em forma de concha ou bacia, ao descer da montanha (geleira de piemonte). &151; A maior parte das geleiras apresenta espessura variável de 90 a três mil metros.

Gelha
s.f. Grão de cereais que não se desenvolveu completamente, e tem a película enrugada. / Ruga na película de qualquer cereal ou fruto. / P. ext. Ruga no rosto. / Prega ou dobra casual num tecido.

Gelidez
s.f. Qualidade ou estado de gélido.

Gelido
adj. Muito frio, congelado. / Enregelhado. / Fig. Paralisado.

Gelificacao
s.f. Formação de um gel; transformação em gel.

Gelificante
adj. e s.m. (Substância) que produz a gelificação. / (Aditivo) que permite dar aos alimentos a consistência de um gel.

Gelificar
v.t. Transformar em gel pela adição de uma substância apropriada.

Gelo
s.m. Estado em que fica a água quando a baixa temperatura lhe dá consistência sólida e aspecto vítreo. / P. ext. Frio excessivo. / Fig. Insensibilidade, indiferença; constrangimento.

Gelo-seco
s.m. Dióxido de carbono ou gás carbônico em estado sólido (fórmula química CO2), usado normalmente como refrigerante. &151; A denominação gelo-seco vem do fato de que o dióxido de carbono em estado sólido não retorna ao estado líquido quando se funde: passa diretamente ao estado gasoso.

Gelosia
s.f. Rótula de fasquias de madeira com que se tapa o vão de uma janela; rótula, janela de rótula.

Gema
s.f. Parte amarela, central e globular do ovo. / Rebento, gomo de um vegetal que se pode reproduzir. / Resina primitiva extraída dos pinheiros. / Qualquer pedra preciosa. / Aquilo que é mais puro e genuíno: carioca da gema.

Gema
s.f. Parte amarela, central e globular do ovo. / Rebento, gomo de um vegetal que se pode reproduzir. / Resina primitiva extraída dos pinheiros. / Qualquer pedra preciosa. / Aquilo que é mais puro e genuíno: carioca da gema.

Gemacao
s.f. Botânica. Formação e desenvolvimento dos brotos; tempo em que isso ocorre. / Conjunto dos brotos.

Gemada
s.f. Bebida feita com gema de ovo batida com açúcar, e a que é costume juntar leite quente, canela, rum.

Gemado
adj. Adornado de pedras preciosas. / De cor semelhante à da gema do ovo. / Enxertado de gema.

Gemar
v.i. Rebentar, lançar rebentos. / &151; V.t. Enxertar de gema. / Temperar com gema de ovo.

Gemebundo
adj. Gemente; que tem o hábito de gemer, queixando-se.

Gemelipara
adj. Que deu à luz gêmeos. O mesmo que geminípara.

Gemelos
s.m.pl. Anatomia. Os músculos gêmeos da perna.

Gemente
adj. Que geme, que se lamenta; gemebundo.

Gemeo
adj. e s.m. Diz-se de duas ou mais crianças nascidas de um mesmo parto. (Biologicamente os verdadeiros gêmeos provêm de um só óvulo e têm os mesmos traços; os outros, que podem apresentar diferença de sexo, procedem de óvulos diferentes, fecundados ao mesmo tempo.) / Diz-se dos músculos emparelhados um ao outro e que contribuem para movimentar a perna. / Fig. Diz-se de coisas ou pessoas entre as quais há grande afinidade: almas gêmeas.

Gemer
v.i. Exprimir seu sofrimento, sua dor com sons plangentes. / Fig. Soltar queixas, lamentações: gemendo e chorando neste vale de lágrimas. / Sussurrar, murmurar em tom plangente: o vento gemia na floresta. / Diz-se da voz lamentosa de algumas aves: a rola gemia chamando o companheiro. / Produzir um ruído lento e monótono: a porta gemia nos gonzos. / Ranger, estalar: os degraus da velha escada gemiam sob os passos.

Gemido
s.m. Voz inarticulada e dolorosa; suspiro, lamentação, som plangente: o doente soltava gemidos lancinantes. / Por anal. Voz plangente de algumas aves e dos sons melodiosos dos instrumentos:

Gemifero
adj. Que produz ou tem pedras preciosas ou jóias. / Carregado de rebentos novos.

Geminacao
s.f. Ato de geminar. / União de duas peças, dois objetos. / Geologia Macla.

Geminado
adj. Duplicado, dobrado, simétrico: consoantes geminadas. // Colunas, janelas geminadas, dispostas duas a duas sem estarem em contato. // Casas geminadas, casas de paredes-meias, construídas duas a duas, geralmente com as mesmas divisões, mas invertidas.

Geminar
v.t. Unir dois a dois. / Ligar lado a lado. / Dispor em pares.

Gemino
adj. Geminado.

Gemiparidade
s.f. Modo de reprodução por meio de gemas, gomos ou rebentos. / Divisão da célula ou dos seres unicelulares em duas partes muito desiguais.

Gemiparo
adj. Diz-se dos seres unicelulares que se reproduzem por gemas, ou rebentos.

Gemonias
s.f.pl. Escada do monte Capitolino, na antiga Roma, onde se expunham os corpos dos supliciados. // Fig. Arrastar ou levar (alguém) às gemônias, fazer os últimos ultrajes, expor à irrisão pública.

Gempilideos
s.m.pl. Zoologia Família de peixes teleósteos acantopterígios.

Gemula
s.f. Botânica. Pequeno rebento ou embrião de uma plântula cujo crescimento, durante a germinação, dará origem ao caule e às folhas.

Genal
adj. Anatomia. Que diz respeito às faces.

Genciana
s.f. Planta que cresce nas montanhas, de flores gamopétalas, amarelas, azuis ou roxas, de acordo com a espécie. (A grande genciana de flores amarelas produz uma raiz amarga usada nos aperitivos.)

Gencianaceas
s.f.pl. Botânica. Família de plantas dicotiledôneas que tem por tipo a genciana, e se caracteriza pelas belas flores.

Gendarmaria
s.f. Em alguns países, corpo militar encarregado de velar pela segurança pública e de assegurar a manutenção da ordem e a execução das leis em toda a extensão do território.

Gendarme
s.m. Soldado de uma corporação especial encarregado de manter a ordem pública, em particular nas províncias, na França e em outros países. / Suboficial de carreira que pertence a uma corporação de gendarmaria. V. GENDARMARIA.

Gene
s.m. Biologia. Elemento do cromossomo que condiciona a transmissão e a manifestação dos caracteres hereditários.

Genealogia
s.f. Estirpe, linhagem, origem; ciência que tem por objeto a pesquisa da origem e da filiação das famílias. / Exposição cronológica da filiação de um indivíduo. &151; As investigações genealógicas rigorosas podem possibilitar às pessoas o conhecimento de sua descendência a partir de ancestrais longínquos e o levantamento seguro de uma árvore com os membros da família.

Genealogico
adj. Relativo à genealogia.

Genealogista
s.m. e s.f. Pessoa que se dedica ao estudo da genealogia.

Genearca
s.m. O primeiro fundador ou progenitor de uma família, uma linhagem ou uma espécie.

Genebra
s.f. Aguardente feita de cereais, com bagas de zimbro nela maceradas.

General
s.m. Oficial que pertence aos escalões mais elevados da hierarquia das forças armadas de terra, e cuja graduação é imediatamente superior à de coronel.

Generala
s.f. Toque de tambor ou de corneta para chamar tropas às armas em caso de perigo. / Nome que vulgarmente se dá à mulher do general.

Generalato
s.m. Graduação, dignidade de general. / Dignidade de geral de uma ordem religiosa.

Generalidade
s.f. Qualidade do que é geral. / O maior número: a generalidade dos homens. / &151; S.f.pl. Idéias gerais, princípios elementares; rudimentos.

Generalissimo
s.m. General investido do comando supremo das tropas de um Estado ou de uma coalizão: em 1918, Foch foi o generalíssimo das tropas aliadas. / O general-chefe do exército.

Generalizacao
s.f. Ação de generalizar; resultado dessa ação. / Operação do espírito que consiste em comparar as qualidades comuns a uma classe de indivíduos, desprezando as suas diferenças e reunindo essas qualidades comuns numa só idéia, que as fixa e define.

Generalizador
adj. Que generaliza, que gosta de generalizar.

Generalizar
v.t. Tornar geral, difundir, vulgarizar: generalizar um método. / &151; V.pr. Ser efeito ou objeto de generalização; propagar-se; tornar-se comum: o uso de perucas generalizou-se.

Generativo
adj. Capaz de gerar. / Relativo à geração, especialmente lingüística. // Gramática generativa, gramática formal, capaz de gerar o conjunto infinito de frases de uma língua por meio de um conjunto finito de regras.

Generatriz
adj. e s.m. Geratriz.

Generico
adj. Que pertence ao gênero: característica genérica. (Antôn.: individual, especial, específico.) / Expresso em termos vagos e indeterminados: o tema foi tratado de modo genérico.

Genero
s.m. Grupo da classificação dos seres vivos que reúne espécies vizinhas, aparentadas, afins, por apresentarem entre si semelhanças constantes: o lobo é uma espécie do gênero "canis"; todas as espécies de roseiras são agrupadas no gênero "rosa". / Maneira de ser ou de fazer: é esse o seu gênero de vestir-se. // Gênero literário, variedade da obra literária, segundo o assunto e a maneira de tratá-lo, o estilo, a estrutura e as características formais da composição: gênero lírico, gênero épico, gênero dramático. // Gênero humano, a espécie humana. // Gênero de vida, modo de viver, de proceder.

Generos
s.m.pl. Mercadorias. / Produtos destinados ao consumo. // Gêneros alimentícios, as substâncias que servem para a alimentação do homem. // Gêneros de primeira necessidade, os produtos indispensáveis à subsistência, que entram na alimentação diária, tais como feijão, farinha, carne etc.

Generosidade
s.f. Disposição para a bondade e a indulgência: dar provas de generosidade. / Qualidade daquele que é generoso. / Liberalidade.

Generoso
adj. Aquele que dá com largueza: mostrar-se generoso. / Dotado de caráter nobre: coração generoso. / Fértil: terra generosa. / Fiel, brioso (em se tratando de animais): o generoso corcel.

Genese
s.f. Série de fatos e causas que concorreram para a formação de alguma coisa: a gênese de um romance.

Genesiaco
adj. Relativo ao Gênesis. / Que se refere a uma gênese. (O mesmo que genético ou genésico.)

Genesico
adj. Que se refere à geração. O mesmo que genético.

Genesio
Nome Latim - Significado: O que nasce.

Genetica
s.f. Ciência que estuda a transmissão, de pais a filhos, dos caracteres de hereditariedade &151; anatômicos, citológicos e funcionais &151; e cujas primeiras leis foram estabelecidas por Mendel em 1865.

Geneticista
adj. e s.m. e s.f. Especialista em genética.

Genetico
adj. O mesmo que genésico.

Genetismo
s.m. Psicologia Teoria psicológica segundo a qual a noção de espaço seria o resultado da educação dos sentidos e não uma aquisição imediata como afirma o nativismo.

Genetliaco
adj. Relativo ao nascimento. / Espécie de composição poética destinada a festejar o aniversariante. / Aquele que faz horóscopos baseado na posição dos astros no momento do nascimento da criança.

Genetriz
s.f. A que gera; a mãe, a genitora.

Gengibre
s.m ou f. Planta originária da Ásia, de raízes aromáticas, utilizada como condimento; mangarataia. &151; Foi posteriormente introduzida no Japão, nas Antilhas, na América do Sul e na África ocidental.

Gengiva
s.f. Mucosa ricamente vascularizada que envolve as arcadas dentárias e onde se implantam os alvéolos.

Gengivite
inflamação superficial da gengivas (pop)

Genial
adj. Inspirado pelo gênio: obra genial. / Que é dotado de talento, de gênio: músico genial.

Genialidade
s.f. Qualidade de genial.

Geniculado
adj. Botânica e Anatomia. Diz-se dos órgãos que se dobram em forma de joelho.

Genio
s.m. Divindade que, segundo os antigos, presidia ao destino de cada um: o gênio do bem ou do mal. &151; Os romanos acreditavam que cada pessoa tinha um genius (gênio, em latim) que dava proteção e orientação. A palavra designa também um tipo de demônio árabe. Os gênios eram importantes na religião islâmica. As mil e uma noites têm muitas histórias a respeito deles.

Genioso
adj. Que tem mau gênio, irascível.

Genital
adj. Relativo à reprodução sexual do homem e dos animais. // Orgãos genitais, órgãos sexuais. // Psicanálise Estágio genital, estágio que se caracteriza pela subordinação às pulsações parciais da zona genital e que aparece na puberdade.

Genitivo
s.m. Gramática Um dos casos da declinação nominal nas línguas flexionais que exprime quase sempre relação de posse ou a função de adjunto restritivo (relação que, em português, geralmente é traduzida com o auxílio da preposição de).

Genito
adj. Gerado.

Genitor
s.m. Aquele que gera; o pai.

Geniturinario
adj. Anatomia. Relativo ao conjunto dos aparelhos genital e urinário: tuberculose geniturinária. (O mesmo que urogenital.)

Genival
Nome Germânico - Significado: Nascido para governar.

Genocidio
s.m. Crime cometido com a intenção de aniquilar um grupo humano, nacional, étnico, racial ou religioso. &151; O genocídio é cometido mais freqüentemente por grupos organizados, geralmente pelos governos, do que por indivíduos. A palavra genocídio vem do grego genos, que significa raça ou tribo, e do latim -eide, que significa matar.

Genoma
s.m. Biologia. Conjunto completo de cromossomos derivado de um dos genitores. / Conjunto de genes transportado pelos cromossomos da espécie.

Genotipo
s.m. Conjunto dos fatores hereditários que entram na constituição de um indivíduo ou de uma linhagem.

Genoves
adj. e s.m. De Gênova; natural dessa cidade.

Genro
s.m. O marido da filha em relação aos pais desta.

Gentalha
s.f. Pessoa de baixo nível, ordinária. / Ralé.

Gentamicina
s.f. Antibiótico ministrado por via parenteral, ativo contra bactérias gram-positivas e gram-negativas.

Gente
s.f. Quantidade de pessoas; povo, multidão, população: as ruas formigavam de gente. / Nação, habitantes de um país: a gente brasileira. / Humanidade: toda a gente teme a morte. / Família: que dirá minha gente? / Pessoas do mesmo partido político: nossa gente garantirá a eleição. / Nós, a pessoa ou pessoas que falam: ninguém se lembra da gente. // Gente branca, a raça branca. //

Gentil
adj. Delicado, amável, agradável: um jovem gentil. / Cavalheiresco, garboso, elegante, galhardo, bem-proporcionado, gracioso.

Gentil-homem
s.m. Fidalgo, cavalheiro, homem de raça nobre.

Gentileza
s.f. Delicadeza, amabilidade, cortesia: cumula os hóspedes de gentilezas. / Graça, elegância, galanteria, garbo: ninguém o excede em gentileza.

Gentilico
adj. Relativo a gentio. / Gramática Que designa a nação a que se pertence; pátrio.

Gentilidade
s.f. Povos gentios, religião dos gentios; paganismo.

Gentinha
s.f. Gente baixa, mexeriqueira. / Ralé.

Gentio
s.m. Pagão, idólatra, infiel, selvagem, não civilizado. // O apóstolo dos gentios, São Paulo.

Gentleman
s.m. (pal. ing.) Homem de fino trato e educação.

Genuflexao
s.f. Ação de dobrar o joelho ou os joelhos, de ajoelhar.

Genuflexo
adj. Ajoelhado.

Genuflexorio
s.m. Banquinho, com encosto, sobre o qual as pessoas se ajoelham para rezar.

Genuinidade
s.f. Qualidade do que é genuíno. / Sinceridade, pureza.

Genuino
adj. Próprio, verdadeiro, natural, puro, sem mistura ou alteração.

Genuino
adj. Próprio, verdadeiro, natural, puro, sem mistura ou alteração.

Geobotanica
s.f. Ciência que estuda as relações entre a vida vegetal e o meio terrestre.

Geocentrico
adj. Astronomia. Que se relaciona ao centro da Terra, tomado como ponto de comparação. // Movimento geocêntrico, movimento aparente de um astro em torno da Terra, considerada como centro de observação.

Geociencia
s.f. Estudo da Terra (como a geologia, a geofísica, a geoquímica).

Geocronologia
s.f. Ramo da geologia que procura datar os eventos sucessivos que afetaram o globo terrestre e determinar a idade das rochas.

Geode
s.m. O mesmo que geodo.

Geodesia
s.f. Ciência que estuda a forma e as dimensões da Terra. / Arte de medir as terras.

Geodesico
adj. Relativo à geodésia.

Geodinamica
s.f. Ciência que trata das forças ou dos fenômenos que se processam na Terra; geologia dinâmica.

Geodo
s.m. Mineralogia Substância mineral com uma cavidade revestida de cristais na parte interior. O mesmo que geode.

Geoeconomico
adj. Relativo a, ou caracterizado por condições ou políticas influenciadas por fatores geográficos, e que são internacionais em seus objetivos.

Geoestacionario
adj. Relativo a satélite artificial que se desloca sobre o equador à mesma velocidade de rotação da Terra, de modo que o satélite parece manter-se no mesmo lugar.

Geoestrategia
s.f. Estudo das relações de força entre potências a partir do conjunto de dados geográficos.

Geofagia
s.f. Vício ou hábito de comer terra.

Geofago
adj. e s.m. Que ou aquele que tem o hábito de comer terra.

Geofisica
s.f. Estudo da estrutura do globo terrestre e de suas evoluções. O mesmo que física do globo, física telúrica, física terrestre.

Geognosia
s.f. Ciência que estuda a estrutura e a composição da parte sólida da Terra.

Geografia
s.f. Ciência que tem por objeto a descrição da superfície da Terra, o estudo de seus aspectos físicos atuais e das relações entre o meio natural e os grupos humanos. / Obra que trata dessa ciência. // Geografia econômica, parte da geografia que estuda os recursos do solo e do subsolo, sua exploração, distribuição e consumo. // Geografia física, a que descreve e estuda o aspecto atual da superfície do globo terrestre. // Geografia humana, a que tem por objeto o estudo das relações entre as atividades do homem e o meio onde ele vive. // Geografia lingüística, ciência que tem por objeto determinar as áreas de extensão dos fenômenos lingüísticos.

Geografico
adj. Relativo à geografia.

Geografo
s.m. Especialista em geografia.

Geoide
s.m. Superfície média do nível dos mares (feita a abstração das marés), idealmente prolongada através dos continentes e perpendicular, em qualquer ponto, à direção da gravidade, apontada pelo fio de prumo. / Termo universalmente adotado para designar a forma matemática da Terra.

Geologia
s.f. Ciência que tem por objeto a descrição dos materiais que constituem o globo terrestre, o estudo das transformações atuais e passadas que se processaram na Terra, além do estudo dos fósseis. (A geologia compreende diversos ramos: a petrografia ou litologia, a paleontologia, a geologia dinâmica [estudo dos fenômenos que modificam a crosta terrestre], a estratigrafia ou geologia histórica, a

Geologico
adj. Relativo à geologia.

Geologo
s.m. Especialista em geologia.

Geomagnetico
adj. Relativo ao geomagnetismo: pesquisa geomagnética do petróleo.

Geomagnetismo
s.m. Magnetismo terrestre.

Geomancia
s.f. Adivinhação que se faz lançando terra ou pó sobre uma mesa e observando as figuras assim formadas.

Geometra
s.m. e s.f. Especialista em geometria. / Agrimensor.

Geometral
adj. Diz-se de um desenho que representa um objeto num plano horizontal e vertical, com suas dimensões relativas exatas, sem considerar a perspectiva.

Geometria
s.f. Parte da matemática que tem por objeto o estudo rigoroso do espaço e das formas (figuras e corpos) que nele se podem conceber. // Geometria analítica, estudo das figuras por intermédio da álgebra, graças ao emprego das coordenadas. // Geometria cotada, estudo das figuras do espaço através de suas projeções ortogonais num plano horizontal (plano de comparação). // Geometria descritiva, estudo das figuras do espaço através de suas projeções ortogonais sobre dois planos perpendiculares, um horizontal e outro vertical. // Geometria a n dimensões, geometria que opera num espaço de n dimensões (podendo n ser superior a três). // Geometria elementar, geometria que trata, sem o emprego de coordenadas, das questões relativas à reta, ao círculo e às cônicas. // Geometria do espaço, geometria que corresponde à nossa representação intuitiva do espaço e que comporta três dimensões. // Geometria euclidiana, geometria que repousa no emprego do postulado de Euclides, relativo às paralelas. // Geometria não-euclidiana, geometria fundada sobre um postulado diferente do de Euclides, constituindo uma doutrina coerente e sem contradições. // Geometria plana, estudo das figuras no plano.

Geometrico
adj. Relativo à geometria.

Geometrideos
s.m.pl. Entomol. Importante família de insetos lepidópteros, que compreende as borboletas noturnas ou crepusculares. (Suas larvas, em virtude de só possuírem dois pares de patas torácicas, avançam por sucessivas projeções da parte anterior do corpo, a que vem juntar-se, por arqueamento, a parte posterior.)

Geomorfologia
s.f. Parte da geografia física que tem por objeto a descrição e a explicação do relevo terrestre atual baseadas no estudo de sua evolução. // Geomorfologia climática, ramo da geomorfologia que tem por objeto a análise da influência do clima sobre a evolução das formas de relevo. // Geomorfologia estrutural, ramo da geomorfologia em que predomina o estudo da influência da estrutura geológica.

Geonomastico
adj. Que diz respeito aos nomes das localidades geográficas; toponímico.

Geopolitica
s.f. Estudo das influências que o meio físico exerce sobre a vida política de uma nação, determinando-lhe os efeitos: o maior desenvolvimento da geopolítica verificou-se na Alemanha.

Geoquimica
s.f. Estudo químico do globo terrestre.

Georama
s.m. Representação, em relevo, do aspecto e forma da superfície terrestre.

George
Nome Greco-latino - Significado: Fazendeiro.

Georgia
- Feminino de George (fazendeiro).

Georgiano
adj. e s.m. Da Geórgia (CEI). / &151; Adj. Relativo ao tempo dos primeiros reis (Jorge [George]) da Inglaterra.

Georgica
s.f. Literatura Poema que trata dos trabalhos e da vida campestres, por alusão às Geórgicas, de Virgílio, título de um poema sobre a agricultura.

Geosfera
s.f. Parte mineral, não-viva, da Terra, que serve de suporte ao conjunto de seres vivos. (Compreende a atmosfera, a hidrosfera e a parte externa da litosfera.)

Geossinclinal
s.m. Grande depressão da crosta terrestre (que se está afundando progressivamente) onde se vêm acumulando sedimentos, em parte constituídos de detritos. (Pela ação das compressões laterais, os sedimentos dos geossinclinais podem formar pregas côncavas.)

Geossincrono
adj. Cujo período de revolução é igual ao da rotação da Terra (diz-se de satélite artificial).

Geostatica
s.f. Equilíbrio da Terra.

Geotecnica
s.f. Parte da geologia que estuda as propriedades dos solos e das rochas em função de projetos de construção.

Geotectonica
s.f. Ramo da geologia que estuda as relações entre os grandes conjuntos estruturais (continentes e oceanos), os movimentos relativos das placas etc.; tectônica global.

Geotermia
s.f. Geologia Calor do interior da Terra. / Estudo relativo a esse calor.

Geotermico
adj. Que diz respeito à geotermia. // Grau geotérmico, número de metros de profundidade da crosta terrestre necessários para que a temperatura se eleve de 1&186;C. (A profundidade é de 33 m, a partir da camada superficial.)

Geotropismo
s.m. Botânica. Propriedade dos organismos vegetais que orientam seu crescimento para o centro da Terra, por efeito da gravidade.

Geracao
s.f. Função pela qual os seres organizados se reproduzem. / Série de organismos semelhantes que se originam uns dos outros. / Linhagem, ascendência, genealogia. / Espaço de tempo que separa cada grau de filiação: cada século compreende cerca de três gerações. / Qualquer fase necessária para manter a sobrevivência de uma espécie. &151; Uma etapa da descendência natural deve ser seguida por outra. Por exemplo, os pais representam uma geração, os filhos representam a geração seguinte. Considera-se como período de tempo de cada geração humana cerca de 25 anos. /

Gerador
adj. e s.m. Diz-se do que, ou o que gera. / Produtor. / Pai, genitor, autor, criador. / Eletricidade. Aparelho que transforma energia mecânica em energia elétrica. / Mecânica. Parte da caldeira onde se produz o vapor.

Geral
adj. Comum, aplicável a grande número de coisas ou indivíduos: interesse geral; opinião geral. / Universal: História Geral. / Vago, indeterminado: em termos gerais. / Junto ao título de um cargo ou dignidade, indica hierarquia superior: Procurador-Geral da República. // Ensaio geral, último ensaio antes da representação de uma peça teatral. / &151; S.m. Chefe supremo de uma ordem religiosa: o geral dos jesuítas. / Conjunto dos princípios gerais por oposição aos particulares: concluir do particular para o geral. // &151; loc. adv. Em geral, via de regra, de modo geral.

Geralda
- Feminino de Geraldo (o que governa com a lança).

Geraldo
Nome Germânico - Significado: O que governa com a lança.

Geraniaceas
s.f.pl. Botânica. Família de plantas dicotiledôneas, com flores de cinco pétalas, e que compreende o gerânio e o pelargônio.

Geranio
s.m. Gênero de plantas silvestres muito comuns, que têm o fruto em forma de bico de grou. (As geraniáceas cultivadas, de flores ornamentais e perfumadas, pertencem ao gênero pelargônio.) &151; Os gerânios são originários da África do Sul e da Austrália, muito cultivados nos países temperados e subtropicais, onde se tornaram subespontâneos. Os gerânios silvestres são conhecidos popularmente como gerânios brasileiros. As variedades cultivadas nos jardins, vasos e jardineiras são variedades importadas da Europa: o gerânio, o gerânio-rosa e o gerânio-sangüíneo.

Gerar
v.t. Dar existência a, criar, dar origem a. / Fig. Ter como efeito, causar: a ociosidade gera vícios. / Matemática Produzir e definir por deslocamento.

Geratriz
s.f. Aparelho ou máquina que transforma qualquer energia em energia elétrica. / Matemática Reta móvel que engendra uma superfície. / Fração ordinária que dá origem a uma fração decimal periódica.

Gerbo
s.m. Mamífero miomorfo roedor da família dos dipodídeos, de patas traseiras muito compridas, com três dedos, que são bons saltadores e fazem suas tocas nas regiões arenosas do Velho Mundo e da América do Norte. &151; Assemelha-se a um minúsculo canguru. Os gerbos são castanho-amarelado claro, têm orelhas pontudas, olhos semelhantes a contas e longos bigodes. Suas pernas dianteiras são curtas, e as posteriores são longas e fortes.

Gerencia
s.f. Ação de gerir. / Gestão, administração. / Funções de gerente. / Escritório onde o gerente exerce suas funções.

Gerente
s.m. e s.f. Indivíduo colocado à frente de um estabelecimento comercial ou industrial, com o encargo de geri-lo, de administrá-lo.

Gergelim
s.m. Botânica. Planta anual, gamopétala, cultivada na Ásia tropical por causa de suas sementes, que fornecem até 50% de óleo; sésamo. / Bolo, farinha ou paçoca em que entram essas sementes. &151; Originalmente o gergelim era cultivado na China, Índia e Japão; depois, nas Américas, sendo o México seu principal produtor no continente. É planta de grande consumo na Ásia, por estar associada a várias cerimônias religiosas e também por lhe atribuírem múltiplas propriedades medicinais.

Geriatra
s.m. e s.f. Médico ou médica cuja especialidade é a geriatria.

Geriatria
s.f. Parte da medicina que trata das doenças próprias da velhice. &151; Os médicos especializados em geriatria diagnosticam e tratam as doenças dos idosos. Para isso, têm de compreender as alterações que se passam no corpo durante a meia-idade e que podem levar à enfermidade em época posterior da vida.

Geriatrico
relativo à medicina que trata as doenças dos velhos (pop)

Gerifalte
s.m. Ave de rapina da família dos falconídeos, sendo uma espécie de falcão de 50 cm aproximadamente, de plumagem clara ou branca, que existe principalmente na Europa setentrional.

Geringonca
s.f. Coisa malfeita, que ameaça ruína; obra maljeitosa e mal armada que ameaça desconjuntar-se. / Gíria, calão.

Gerir
v.t. Administrar, governar, dirigir, regular. / Administrar por conta própria ou de outrem: gerir a propriedade da família.

Germana
- Feminino de Germano (natural da Germânia).

Germanico
adj. Relativo à Germânia, posteriormente Alemanha, e a seus habitantes: povo germânico. / Conjunto de línguas faladas por tribos germânicas, de que se originaram o inglês, o alemão, o neerlandês e as línguas escandinavas.

Germanio
s.m. Química

Germanismo
s.m. Palavra ou expressão própria da língua alemã. / Modos ou costumes característicos dos alemães. / Fanatismo por tudo o que é alemão.

Germanista
adj. e s.m. e s.f. Diz-se daquele, ou aquele que estuda a língua, a literatura, a civilização, a cultura alemãs.

Germanizacao
s.f. Ato ou efeito de germanizar, de tornar alemão.

Germanizar
v.t. Tornar alemão. / Dar feição alemã a alguém ou a alguma coisa: germanizar um país.

Germano
adj. Dir. e Etnol. Descendente do mesmo pai e da mesma mãe: irmãos germanos. / Fig. Verdadeiro, sem adulteração, puro. // Primos germanos, descendentes de dois irmãos, de duas irmãs ou de um irmão e de uma irmã. // Primos descendentes de germanos, diz-se dos filhos de irmãos germanos.

Germano
adj. Dir. e Etnol. Descendente do mesmo pai e da mesma mãe: irmãos germanos. / Fig. Verdadeiro, sem adulteração, puro. // Primos germanos, descendentes de dois irmãos, de duas irmãs ou de um irmão e de uma irmã. // Primos descendentes de germanos, diz-se dos filhos de irmãos germanos.

Germanofilia
s.f. Qualidade de germanófilo. / Sentimentos favoráveis à Alemanha e aos alemães.

Germanofilo
adj. e s.m. Amigo, partidário dos alemães.

Germanofobia
s.f. Qualidade de germanófobo. / Sentimentos de horror à Alemanha e aos alemães.

Germanofobo
adj. e s.m. Inimigo dos alemães.

Germe
s.m. Estado rudimentar e originário de todo ser vivo. / Embrião. / Cicatrícula do ovo das aves. / Botânica. Plântula, esporo etc. / Patologia Micróbio. / Fig. O princípio, a causa de alguma coisa: o germe do crime está nos desajustamentos sociais. / Biologia. Linhagem celular que determina a reprodução dos seres vivos. (Na teoria de Weissmann, o germe continua através das gerações da espécie, perecendo apenas o soma ou corpo.) O mesmo que gérmen.

Germen
s.m. O mesmo que germe.

Germicida
adj. e s.m. Que ou o que mata os germes: líquido germicida.

Germinacao
s.f. Ação de germinar. / Desenvolvimento do germe contido em uma semente. &151; Esse crescimento tem início numa pequena parte da semente chamada embrião ou plântula.

Germinador
adj. Que tem a faculdade de fazer germinar. / &151; S.m. Aparelho próprio para a germinação das sementes.

Germinadouro
s.m. Espécie de celeiro subterrâneo onde, para fabricação da cerveja, se põe a cevada para germinar. / Todo lugar que se destina à germinação de sementes, como caixotes, vasos etc.

Germinal
adj. Relativo aos germes ou à germinação: época germinal. / &151; S.m. Sétimo mês do calendário da Revolução Francesa (de 21 ou 22 de março a 18 ou 19 de abril).

Germinar
v.i. Diz-se dos grãos, sementes etc. que começam a desenvolver-se. / Brotar, abrolhar, grelar. / Fig. Crescer, difundir-se: de uma boa palavra germina o bem. / &151; V.t. Gerar, produzir, originar: a leitura do texto germinou a controvérsia.

Germinativo
adj. Relativo a germe, a germinação. // Poder germinativo, diz-se da faculdade que tem o grão maduro de germinar, desde que se encontre em meio favorável. (O poder germinativo pode ser expresso em percentagem e diminuir com o tempo.)

Germinista
adj. Relativo aos germes. / &151; s.m. e s.f. Partidário da teoria segundo a qual as partes mutiladas de alguns seres se reproduzem por meio de germes reparadores.

Gerocomia
s.f. Higiene dos velhos.

Gerodermia
s.f. Medicina Distrofia da pele, que se torna rugosa e flácida como a pele de um velho.

Geronte
s.m. Senador da Lacedônia, ou da ilha de Creta, que devia ter pelo menos sessenta anos. / Teatro Tipo de velho meio ridículo, na comédia clássica.

Gerontocracia
s.f. Governo dos velhos; influência predominante dos anciãos num governo ou grupo social.

Gerontologia
s.f. Estudo dos fenômenos que afetam a velhice. / Estudo da velhice sob diversos aspectos (morfológicos, fisiopatológicos, patológicos [geriatria], psicológicos, sociais etc.).

Gerson
Nome Hebraico - Significado: Peregrino.

Gertrudes
Nome Germânico - Significado: Força da lança.

Gerundio
s.m. Forma nominal e invariável dos verbos, proveniente do ablativo do gerúndio latino, e caracterizada, em português, pela desinência -ndo: amando, dizendo, partindo, pondo.

Gerundivo
s.m. Forma nominal dos verbos latinos que tinha o valor de um adjetivo verbal, concordando com o substantivo, ou de um particípio do futuro da voz passiva. (Deixou vestígios em português em palavras como agenda, memorando, despiciendo, bacharelando etc.)

Gesso
s.m. Sulfato de cálcio hidratado. / Pó branco que quando misturado à água, forma uma pasta que endurece em poucos minutos. &151; É empregado na composição de estuques, fabricação de estátuas, na imobilização de membros fraturados etc. Serve também para envolver os moldes de cera dos dentes feitos pelos dentistas e para muitos outros fins.

Gesta
s.f. Poema épico ou heróico da Idade Média. (As canções épicas francesas se dividem em três grandes gestas: a gesta do Rei [Carlos Magno], a gesta de Garin de Monglane e a gesta de Doon de Mayence.)

Gestacao
s.f. Desenvolvimento do embrião dos mamíferos a partir da concepção. / Gravidez, prenhez. / Tempo que dura o estado de gestação, variando de 13 dias para a fêmea do gambá a 640 dias para a fêmea do elefante. / &151; Em geral, os grandes mamíferos que só costumam dar uma cria de cada vez têm longos períodos de gestação. Na mulher, esse período é de cerca de nove meses. Os pequenos mamíferos, que dão muitas crias, têm em geral, curtos períodos de gestação. Nos coelhos, o período médio de gestação é de 30 a 32 dias.

Gestaltismo
s.m. Teoria psicológica e filosófica, de autoria de Köhler, Wertheimer e Koffka, pela qual se nega que os fenômenos possam ser isolados entre si para fins de explicação e se considera que sejam conjuntos estruturais inseparáveis (formas). (Essa teoria permitiu especialmente a descoberta de algumas leis da percepção.)

Gestante
adj. Que tem em si o embrião, que está em gestação. / &151; S.f. A mulher em período de gravidez.

Gestao
s.f. Ação de gerir. / Gerência, administração. // Gestão de negócios, diz-se quando uma pessoa administra os negócios de outra, por eles se responsabilizando solidariamente, mas sem autorização legal.

Gestatorio
adj. Relativo à gestação: período gestatório. / Que pode ser levado, conduzido, transportado. // Cadeira gestatória, aquela em que o Papa é conduzido nas solenidades pontificais.

Gesticulacao
s.f. Ação de gesticular. / Conjunto de gestos.

Gesticular
v.i. Fazer muitos gestos, expressar-se por mímica.

Gesto
s.m. Movimento do corpo, principalmente das mãos, dos braços e da cabeça. / Mímica, aceno, sinal: com um simples gesto, expressou o pensamento. / Aspecto, aparência. / Semblante. // Fazer gestos, gesticular.

Gestor
s.m. Aquele que gere ou administra bens alheios. / Gerente, feitor.

Gestual
adj. Que concerne aos gestos; que se faz com gestos. / Pintura Que privilegia o ato físico de pintar, a velocidade, a espontaneidade (diz-se de pintura, em especial do expressionismo abstrato e da abstração lírica).

Geyser
s.m. (pal. islandesa) Gêiser.

Giba
s.f. Corcunda. / Marinha Vela semelhante à bujarrona e a última da proa; sobrebujarrona.

Gibao
s.m. Veste de homem usada durante os séc. XIII a XVII, que cobria o corpo do pescoço até um pouco abaixo da cintura.

Gibelino
adj. Que diz respeito aos gibelinos: partido gibelino. / &151; S.m. Nome com que, na Itália, eram conhecidos os partidários dos imperadores da Alemanha, na Idade Média (em oposição aos guelfos, partidários dos papas e da independência italiana).

Giberelina
s.f. Substância extraída de fungos do gênero Giberella, e que é estimulante do crescimento das plantas.

Gibosidade
s.f. Giba, corcova, corcunda, bossa. / Curvatura convexa, principalmente da coluna vertebral. / Proeminência no dorso de alguns animais, causada por massas de tecido gorduroso: a gibosidade do camelo.

Giesta
s.f. Planta leguminosa de flores amarelas da subfamília das papilionáceas. O mesmo que retama. &151; Cerca de 100 espécies crescem na Europa, Ásia e África. A espécie cultivada no Brasil é a giesta-das-vassouras ou giesteira-das-vassouras, originária da Europa. A casca de seus ramos produz uma fibra aproveitada na fabricação de vassouras. As flores amarelas têm o formato de borboletas. O fruto é uma vagem que contém uma ou mais sementes. A casa real inglesa dos Plantagenetas recebeu seu nome das palavras latinas planta genista, que significam raminho de giesta.

Giga
s.f. Dança alegre e rústica muito popular na Inglaterra, Escócia e Irlanda. &151; No séc. XVI, foi muito empregada pelos compositores como parte de uma suíte. A giga é escrita em compasso ternário e tem forma binária simples.

Gigabyte
s.m. (pal. ing.) Unidade de medida de capacidade de memória que vale 1.000 megabytes (1.073.741.824 bytes).

Gigante
adj. e s.m. Diz-se de, ou pessoa, animal ou vegetal etc., de crescimento descomunal. / Extraordinário, de grandes dimensões, portentoso: obra gigante. / Raça de seres que se assemelhavam aos homens, mas eram muito maiores, conhecidos na mitologia grega e romana. &151; Os antigos gregos e romanos acreditavam que as pessoas ficaram menores com o passar do tempo. Pensavam que os seus antepassados eram seres enormes, de grande força e energia.

Gigantesco
adj. Relativo a gigante: criança gigantesca. / Fig. De proporções desmesuradas, extraordinárias: luta gigantesca. O mesmo que giganteu.

Giganteu
s.m. O mesmo que gigantesco. (Fem.: gigantéia.)

Gigantismo
s.m. Desenvolvimento exagerado dos corpos em geral ou de qualquer de suas partes. / Crescimento anormal de uma planta.

Gigo
s.m. Cabaz; cesto de vime para conduzir ovos, figos etc. / Ramo de árvore com frutos. / Bras. Engradado de junco ou verga para transportar louça.

Gigolo
s.m. Indivíduo, em geral jovem e bem-apessoado, que vive à custa de mulher, geralmente mais velha do que ele e mantida por outrem, ou de prostituta. / P. ext. Indivíduo que vive à custa de outrem.

Gil
Nome Francês - Significado: Cheio de juventude.

Gila
s.m. Grande lagarto venenoso que vive nos desertos do sudoeste dos E.U.A. e do norte do México. &151; Esse réptil e o lagarto-de-contas mexicano são os únicos lagartos venenosos conhecidos.

Gilberta
- Feminino de Gilberto (refém brilhante).

Gilberto
Nome Anglo-saxão - Significado: Refém brilhante.

Gilda
Nome Teutônico - Significado: Valorosa.

Gildo
- Masculino de Gilda (valorosa).

Gilete
s.f. Lâmina de fazer a barba, fabricada por Gillette (nome comercial); o aparelho a que se adapta essa lâmina. / Bras. Gír. Mau motorista, barbeiro. / Chul. Pederasta.

Gilvaz
s.m. Golpe ou cicatriz no rosto, produzido por instrumento cortante.

Gim
s.m. Aguardente de cereais (cevada, trigo, aveia), originária da Inglaterra e da Holanda. / Instrumento para encurvar as calhas das vias férreas.

Gimnofobia
s.f. Horror ou aversão ao nu.

Gimnospermas
s.f. pl. Bot. Divisão das plantas fanerogâmicas que compreende as árvores e arbustos nos quais os óvulos e as sementes se apresentam nus. (A principal ordem é a das coníferas [pinheiro, cipreste, abeto].) &151; O termo gimnosperma vem de duas palavras gregas que significam nua e semente. A outra classe, a das endospermas, é formada pelas plantas cujas sementes possuem um ovário protetor.

Gimnospermo
adj. Relativo às gimnospermas.

Gimnoto
s.m. Peixe das águas doces da América do Sul, semelhante a uma enguia, capaz de paralisar suas presas pela emissão de violenta descarga elétrica. (Atinge 2,5 m de comprimento.)

Gin-fizz
s.m. (pal. ing.) Coquetel de gim e sumo de limão.

Ginasial
adj. Que diz respeito a ginásio.

Ginasiano
s.m. Bras. Aluno do curso ginasial.

Ginasio
s.m. Estabelecimento de ensino de nível médio em alguns países. / Academia; escola. / Estabelecimento ou sala com aparelhos destinados a exercícios físicos. / Antig. gr. Local destinado aos exercícios corporais. / O curso ginasial.

Ginasta
s.m. e s.f. Amador que executa exercícios de ginástica. / Artista de circo que executa exercícios de força e destreza.

Ginastica
s.f. Arte de fortificar, desenvolver e tornar flexível o corpo por meio de determinados exercícios físicos. / Conjunto de exercícios apropriados para exercitar qualquer faculdade mental:

Ginastico
adj. Que se relaciona à ginástica.

Gincana
s.f. Conjunto de provas disputadas em automóvel, motocicleta ou bicicleta, em que os concorrentes devem seguir um percurso complicado e entremeado de obstáculos e certas provas de habilidade que ensejam incidentes cômicos.

Ginco
s.m. Árvore da China, de folhas em leque, ornamental, que no Extremo Oriente é tida como sagrada. (Alt.: 30 m; família das gimnospermas.) O mesmo que gingo. &151; Única espécie sobrevivente de uma ordem de plantas que viveram há milhões de anos. Foi descoberta nos jardins dos templos chineses.

Gineceu
s.m. Na antiguidade grega, aposento reservado às mulheres. / Botânica. Conjunto de órgãos femininos da flor.

Ginecocracia
s.f. Governo das mulheres; predominância das mulheres no governo.

Ginecofobia
s.f. Medo mórbido e infundado do sexo feminino; aversão às mulheres; misoginia.

Ginecologia
s.f. Ciência que tem por objetivo o estudo da morfologia, fisiologia, psicologia e patologia da mulher. / Especialidade da medicina que se ocupa do organismo feminino e de seu aparelho genital.

Ginecologico
ginecológico (pop)

Ginecologista
s.m. e s.f. Médico ou médica que se especializou em ginecologia.

Ginecomania
s.f. Paixão exacerbada por mulheres. / Medicina Estado patológico que daí resulta.

Ginecomastia
s.f. Medicina Desenvolvimento anormal das glândulas mamárias no homem.

Ginecopatia
s.f. Medicina Nome genérico das doenças específicas da mulher.

Ginerio
s.m. Planta aquática cultivada por sua haste ornamental encimada por inflorescências sedosas.

Gineta
s.f. Sistema de equitação que se serve de estribos curtos, arções altos e freio apropriado.

Ginete
s.m. Cavalo de boa raça, ligeiro, dócil e bem adestrado; corcel. / Bras. Sela grosseira usada pelos vaqueiros nordestinos. / Ant. Cavaleiro armado de lança e adaga: o duelo dos ginetes nas liças. / Bras. (S) O que monta bem; bom cavaleiro.

Ginetear
v.i. Bras. Montar bem a cavalo; montar em cavalo arisco ou xucro. / Fazer o cavalo corcovear. / Agüentar firme na sela os corcovos do animal.

Ginga
s.f. Espécie de remo que faz mover a embarcação, apoiado num encaixe na popa. / Movimentos contorcidos e meio desordenados, típicos dos malandros; ação de gingar.

Gingante
adj. Que ginga.

Gingar
v.i. Balançar o corpo; bambolear; balançar.

Gingerlina
s.f. Tecido de lã com fio de seda, também conhecido por lã de camelo.

Ginja
s.f. Fruto da ginjeira (variedade de cereja muito acidulada). / Bebida fabricada com esse fruto. / &151; S.m. Homem idoso, muito magro e aferrado às tradições. / Velhote avarento.

Ginjeira
s.f. Variedade de cerejeira.

Ginofobia
s.f. O mesmo que ginecofobia.

Ginseng
s.m. Erva de raízes longas e carnudas usadas para fins medicinais. &151; É uma planta baixa, com três folhas na extremidade do caule. Cada folha é composta de cinco folíolos. O ginseng produz flores miúdas amarelo-esverdeadas. Algumas dessas flores mais tarde dão origem a bagas vermelhas. Os chineses usam o ginseng para tratar muitas doenças. O nome da planta vem das palavras chinesas que significam aparência humana, por causa da forma das suas raízes. As que apresentam maior semelhança com o corpo humano são as mais valiosas.

Giovana
#NOME?

Gipaeto
s.m. Ave de rapina diurna que vive em altas montanhas e se alimenta sobretudo de cadáveres, como os abutres. (Sua envergadura pode atingir 2,5 m.)

Gipseo
adj. Feito de gesso. / Que contém gesso: camada gípsea.

Gipsita
s.f. Mineralogia Fórmula química CaSO4 2H2O, é um mineral branco ou amarelado com o qual é feito o gesso. &151; Acredita-se que os grandes depósitos de gipsita tenham-se formado quando a água se evaporou das soluções do mineral. A gipsita é tão mole que pode ser arranhada com a unha. Às vezes apresenta-se em cristais transparentes, sendo então chamada selenita.

Gipso
s.m. Rocha sedimentária formada de sulfato hidratado de cálcio cristalizado. (Também chamada gesso-de-paris, porque, aquecida entre as temperaturas de 150&186;C e 200&186;C, se desidrata, transformando-se em gesso.)

Gipsofila
s.f. Planta herbácea, da família das cariofiláceas, freqüentemente cultivada por suas flores brancas; cravo-de-amor.

Gir
adj. e s.m. Diz-se de, ou uma variedade de gado indiano, proveniente da província de Gir.

Gira
s.f. Ato de girar, de dar uma volta, um passeio. / &151; Adj. e s.m. e s.f. Bras. Adoidado, meio louco.

Giracao
s.f. Rotação em torno de um eixo ou de um ponto fixo. / Ato ou efeito de girar. // Matemática Raio de giração, raiz quadrada da relação entre o momento da inércia de um sólido, polar ou axial, e a massa total.

Girador
adj. e s.m. Que ou o que gira ou faz girar; girante. / Bras. (S) Plataforma giratória; virador.

Girafa
s.f. Gênero de mamíferos ruminantes, originário da África, de grande altura. &151; É o mamífero mais alto de todos os animais. Os machos adultos podem alcançar aproximadamente 5m de altura, 1,5m mais do que o elefante-africano, o segundo animal em altura. A girafa alcança essa grande altura em razão das pernas, que têm cerca de 1,8 m de comprimento, e do pescoço, que pode ser até mais comprido. Entretanto, embora a girafa supere os outros animais em altura, um macho grande pesa somente cerca de 900kg. Um elefante-africano macho pode pesar seis vezes mais.

Girandola
s.f. Roda ou peça composta de grande número de foguetes que estouram, giram ou sobem ao mesmo tempo, coroando os espetáculos pirotécnicos.

Girar
v.i. Andar à roda, dar voltas ou giros. / Andar de um lado para outro; circular. / Vaguear. / Lidar, cavar a vida. / &151; V.t. Fazer rodar, pôr em movimento circular: girar a manivela.

Girassol
s.m. Botânica. Planta herbácea, da família das compostas, de flores que têm a característica de voltar-se para o Sol. O mesmo que helianto. (Da semente do girassol é extraído óleo para uso culinário e tintorial.). &151; O girassol anual é uma das flores de jardim mais conhecidas.

Giratorio
adj. Diz-se de um movimento circular: banco giratório.

Giria
s.f. Vocabulário peculiar de um grupo, profissão, ou classe social. (Sin.: calão, jargão.)

Girino
s.m. Larva pisciforme dos batráquios (rã, sapo), dotada de grande cabeça e de respiração branquial. &151; A rã ou sapo ficam em estado de girino desde o nascimento até o animal crescer o bastante para que lhe seja possível viver em terra. A fase de girino pode durar algumas semanas, ou até dois anos.

Giro
s.m. Ação ou efeito de girar; volta. / Passeio, pequena excursão. / Comércio; curso das operações mercantis: capital de giro. / Circulação da moeda ou de títulos de crédito.

Girometro
s.m. Aparelho que serve para indicar as mudanças de direção de um avião. / Aparelho com que se mede a velocidade de rotação de uma máquina.

Gironado
adj. e s.m. Heráld. Diz-se de, ou escudo dividido em oito partes triangulares iguais, com esmaltes alternados.

Gironda
s.f. Fêmea do javali, quando completamente desenvolvida ou velha.

Girondino
adj. Da Gironda. / Relativo ao partido político dos girondinos. / &151; S.m. Membro desse partido.

Giropiloto
s.m. Instrumento automático constituído por dois giroscópios que controlam as posições do avião ou navio e os mantêm em determinada rota; o mesmo que piloto automático e giroscópio direcional.

Giroscopio
s.m. Aparelho inventado por Foucault em 1852, e que, graças a uma dupla armação, pode ser deslocado de qualquer modo sem que a direção do seu eixo de rotação se modifique. (Serve para demonstrar o movimento de rotação da Terra.) // Giroscópio direcional, bússola automática que mantém o avião ou o navio numa rota determinada; giropiloto ou piloto automático.

Girostato
s.m. Sólido animado de um movimento de rotação rápida em torno de seu eixo, permitindo a estabilização em direção a este eixo.

Gisela
Nome Teutônico - Significado: Sinal de fé.

Giselda
Nome Grego - Significado: Guerreira de nobreza.

Gitano
s.m. Cigano espanhol.

Giulia
- Forma italiana de Júlia. (ver Júlia)

Giz
s.m. Calcário branco, mole e de grãos finos. &151; O giz existente na terra se formou como uma espécie de lama no fundo de um antigo mar. O giz difere de muitos outros calcários puros e de grãos finos apenas porque permanece mole e fácil de raspar, ou seja, porque não se transformou numa pele dura.

Gizar
v.t. Riscar ou traçar com giz. / Fig. Delinear, determinar, expor. / Bras. (NE) Assinalar o gado vacum com um traço a ferro quente, chamado giz.

Glabela
s.f. Parte da testa que fica entre as sobrancelhas.

Glabro
adj. Sem barba, imberbe: jovem glabro. / Botânica. Diz-se dos órgãos vegetais desprovidos de pêlos.

Glace
s.m. Espécie de tafetá; tecido preparado industrialmente, que apresenta um aspecto de seda lustrosa. / Culinária. Mistura de clara de ovo e açúcar, geralmente aromatizada e colorida, que serve de cobertura para bolos etc. / &151; Adj. Diz-se de fruta seca e passada em calda de açúcar: fruta glacê. (Diz-se também cristalizada.)

Glaciacao
s.f. Ação de transformar em gelo, de congelar. / Geologia Ação dos glaciares na superfície terrestre.

Glacial
adj. Que diz respeito ao gelo. / Que gela, que causa um frio intenso e penetrante: ar glacial. / Fig. Que demonstra extrema frieza, que paralisa: olhar glacial.

Glaciar
s.m. Geleira.

Glaciario
adj. Relativo às geleiras ou glaciares. (V. EROSÃO e PERÍODO.)

Glaciologia
s.f. Estudo relativo aos glaciares, suas divisões, variedades e conseqüências. / Estudo dos fenômenos que provocam a formação de glaciares.

Gladiador
s.m. Aquele que combatia contra outro homem ou contra animais ferozes nos divertimentos públicos que se realizavam nas arenas, em Roma. / P. ext. Esgrimista, duelista, lutador. &151; Os gladiadores usavam vários tipos diferentes de armas. Alguns usavam um escudo comprido, um elmo guarnecido de viseira e uma espada medindo cerca de 60cm. Outros usavam um escudo pequeno e redondo chamado broquel e uma cimitarra. Alguns usavam apenas uma rede e uma lança de três pontas chamada tridente. Em geral os gladiadores lutavam até que um deles fosse morto. Mas a vida do perdedor podia ser poupada caso os espectadores acenassem com seus lenços.

Gladio
s.m. Espada de dois gumes. / P. ext. Qualquer espada. / Fig. Poder, força: o gládio divino. / Fig. Guerra, combate.

Gladiolo
s.m. Planta de bulbo, também chamada de palma holandesa ou palma-de-santa-rita, que produz espigas com grandes flores sedosas, muito apreciadas para ornamentação. &151; Muitos gladíolos são cultivados na Europa e na América.

Gladys
Nome Teutônico - Significado: Flor.

Glagolitico
adj. Diz-se de uma escrita introduzida no séc. IX nas comunidades eslavas dos Balcãs, visando a fins evangelizadores.

Glamour
s.m. (pal. ingl.) Encanto; simpatia; charme.

Glande
s.f. Botânica. O fruto do carvalho. / Bolota, boleta, lande. / Anatomia. A cabeça do pênis. / Nome de vários objetos semelhantes à bolota.

Glandula
s.f. Pequena glande. / Órgão que tem por função produzir uma secreção específica e eliminá-la do organismo (glândulas exócrinas ou de secreção externa, como as sudoríparas e salivares) ou lançá-la no sangue ou na linfa (glândulas endócrinas ou de secreção interna, como as supra-renais e as tireóides).

Glandulacao
s.f. Estrutura, disposição ou forma das glândulas.

Glandular
adj. Que tem o aspecto, a estrutura ou a função de uma glândula: intumescência glandular, célula glandular.

Glanduloso
adj. Que é da natureza da glândula. / Composto de glândulas.

Glasnost
s.f. (pal. russa) Na U.R.S.S., política de transparência na vida pública que acompanhou as mudanças de orientação (perestroika) introduzidas por Mikhail Gorbachev.

Glauber
Nome Germânico - Significado: Aquele que tem fé.

Glaucia
Nome Grego - Significado: Luzente.

Glaucico
adj. Que é mais ou menos esverdeado.

Glaucio
Nome Grego - Significado: Luzente.

Glauco
adj. Verde-azulado; verde-mar. / Botânica. Dotado de revestimento pulverulento ou ceroso, como as ameixas, uvas, talos de couve etc.

Glauco
adj. Verde-azulado; verde-mar. / Botânica. Dotado de revestimento pulverulento ou ceroso, como as ameixas, uvas, talos de couve etc.

Glaucoma
s.m. Medicina Endurecimento do globo ocular motivado pelo aumento da pressão interna do olho, o que acarreta dores de cabeça e diminuição da visão.

Glauconita
s.f. Hidrossilicato de ferro e de potássio, que tem a cor verde; o mesmo que glaucônia.

Glbao
s.m. Nome comum a diversos símios antropóides, os menores desse grupo de animais. &151; Os gibões vagueiam por áreas mais extensas do que as de outros membros da família dos símios, como o chimpanzé, o gorila e o orangotango. Os gibões vivem nas florestas do estado indiano de Assam, em Mianmá, Tailândia, Maláisia e Indonésia, e em outras partes do sudeste da Ásia.

Gleba
s.f. Terreno próprio para cultura. / Torrão. / Porção de terra onde há minérios. / Solo a que os servos se vinculavam; feudo: servo da gleba. / Fig. Solo pátrio, região.

Gleide
Nome Celta - Significado: Princesa.

Glena
s.f. Anatomia. Cavidade articular pouco profunda de um osso.

Glenoidal
adj. Anatomia. Relativo a glena; glenóide. / Diz-se das cavidades articulares, onde um osso se encaixa em outro, de modo a poder mover-se em vários sentidos.

Glenoide
adj. O mesmo que glenoidal. (Também se emprega como s.f.)

Gleucometro
s.m. Areômetro destinado a medir a quantidade de açúcar do mosto. O mesmo que glicômetro.

Glicemia
s.f. Presença de glicose no sangue. (A taxa normal é de 1 g de glicose por litro de sangue; o aumento é sintoma de diabete.)

Glicerato
s.m. O mesmo que gliceróleo.

Gliceria
s.f. Planta da família das gramíneas, muito encontrada à beira-mar e nos terrenos pantanosos.

Glicerico
adj. Relativo à glicerina. // Ácido glicérico, ácido formado pela oxidação da glicerina.

Glicerina
s.f. Triálcool líquido de fórmula CH2OH&151;CHOH&151;CH2OH, incolor, xaroposo, que se extrai dos corpos gordurosos por saponificação. V. GLICEROL.

Glicerofosfato
s.m. Sal derivado do ácido glicerofosfórico (combinação do ácido fosfórico e da glicerina). Os glicerofosfatos são medicamentos tônicos do sistema nervoso.

Glicerol
ou GLICERINA

Gliceroleo
s.m. Medicamento que tem por base a glicerina; o mesmo que glicerato.

Glicidio
s.m. Nome dado às substâncias orgânicas ternárias &151; fórmula geral Cn(H2O)n &151; chamadas hidratos de carbono ou carboidratos.

Glicinia
s.f. Planta trepadeira originária da China, cultivada pela beleza de suas flores cor de malva, e em cachos. &151; As glicínias pertencem à família das ervilhas. A glicínia cultivada principalmente no sudeste do Brasil é nativa da China.

Glicocola
s.f. O mais simples dos aminoácidos, encontrado em numerosas proteínas.

Glicogenese
s.f. Formação ou síntese da glicose pela hidrólise do glicogênio.

Glicogenio
s.m. Glicídio complexo, formado pela reserva de glicose no fígado e nos músculos. &151; O glicogênio é um carboidrato. É formado por unidades do açúcar simples conhecido como glicose, que se mantêm ligadas formando uma cadeia ramificada.

Glicol
s.m. Tipo de composto orgânico que apresenta em sua estrutura dois grupamentos hidroxila &151; OH &151; ligados a átomos de carbono separados. &151; Outro nome desses compostos é diol. Os glicóis estão relacionados aos álcoois, que possuem um grupamento hidroxila ligado a um átomo de carbono.

Glicolise
s.f. Degradação da glicose sob a influência de enzimas durante o processo metabólico.

Glicometro
s.m. O mesmo que gleucômetro.

Glicoproteina
s.f. Bioquímica. Proteína combinada com glicídios.

Glicosado
adj. Que contém glicose.

Glicose
s.f Açúcar cristalino, branco, com metade da capacidade adoçante da sacarose. &151; Está classificado entre os alimentos denominados carboidratos. A glicose é produzida durante a fotossíntese nos vegetais verdes. É encontrada em muitos frutos doces e constitui cerca da terça parte do mel. Todas as células vivas, inclusive as dos seres humanos, podem utilizar a glicose como fonte direta de energia.

Glicosidio
s.m. Nome genérico dado a diversos compostos naturais encontrados nos vegetais e que, por hidrólise, dão origem à glicose.

Glicosido
glicósido (pop)

Glicosuria
s.f. Presença de glicose na urina, conseqüência de uma perturbação do metabolismo dos glicídios, principalmente da diabete. (Var.: glicosuria.)

Glifo
s.m. Qualquer sulco ou traço gravado na ornamentação arquitetônica.

Glioma
s.m. Medicina Tumor dos centros nervosos e da retina, que começa a se formar no tecido conjuntivo (tecido conectivo), tendo células nucleadas, estreladas, granulosas e substância intercelular homogênea, semilíquida e translúcida.

Gliptica
s.f. Arte de gravar em pedras preciosas.

Gliptodonte
s.m. Mamífero desdentado fóssil que viveu na América no fim da era terciária e princípio da quaternária. (Media 3 m de comprimento e era revestido de uma carapaça óssea.)

Gliptografia
s.f. Ciência que estuda as pedras preciosas gravadas, antigas.

Gliptoteca
s.f. Museu de escultura: a gliptoteca de Munique.

Glissando
s.m. Música Passagem em escala ascendente ou descendente, sem interrupção, que se obtém, nos instrumentos de arco, na harpa e no piano, deslizando um dedo, ou por outras técnicas, no trombone, no xilofone etc.

Global
adj. Total, considerado em bloco, computado ou avaliado em conjunto: resultado global. // Método global, o que se aplica no ensino da leitura, partindo da idéia de que a percepção de um conjunto (sílabas) é, para a criança, mais fácil do que a decomposição desse conjunto (letras).

Globalidade
s.f. Caráter global; totalidade.

Globalismo
s.m. Filosofia. Concepção segundo a qual um conjunto composto possui propriedades que seus componentes não têm.

Globalizacao
s.f. Ato ou efeito de globalizar.

Globalizar
v.t. Reunir num todo; apresentar de modo global (elementos dispersos); totalizar.

Globe-trotter
s.m. (pal. ingl.) Pessoa que vive viajando pelo mundo.

Globo
s.m. Corpo esférico, esfera. / Corpo sólido redondo, bola. / Qualquer astro, especialmente a Terra. / Esfera de vidro ou de cristal que se coloca sobre objetos de arte, focos de luz etc. // Globo celeste, o que representa os astros num sistema de coordenadas horizontais. // Globo terrestre, o que tem desenhada a carta da Terra; a Terra. &151; A maioria dos globos terrestres é feita com uma série de tiras triangulares de papel coladas numa esfera.

Globoso
adj. Que tem forma de globo; globular.

Globular
adj. Globoso, globuloso. / Que tem a forma de um globo ou de um glóbulo. / Minas Diz-se dos cristais configurados como um conjunto de glóbulos.

Globularia
s.f. Botânica. Gênero de plantas dicotiledôneas, gamopétalas, de pequenas flores azuis que se agrupam em forma globulosa.

Globulina
s.f. Proteína que entra na composição do plasma do sangue. &151; Os cientistas classificam a globulina em três frações: alfa, beta e gama. Cada fração, especialmente a gama, contém anticorpos, que protegem contra as infecções. Quando o organismo precisa de mais anticorpos, o teor de gamaglobulina no plasma é aumentado.

Globulo
s.m. Pequeno globo, pequeno corpo esférico: glóbulo de água, glóbulo de gordura. / Designação das células móveis do sangue e da linfa: glóbulos vermelhos (eritrócitos) e glóbulos brancos (leucócitos).

Globuloso
adj. Que tem a forma de um glóbulo; globular. / Que é composto de glóbulos.

Glockenspiel
s.m. (pal. al.) Instrumento de percussão feito de uma série de barras de aço, tocado com bastonetes rígidos. &151; As barras soam como sinos de timbre agudo.

Glomerular
relativo à parte filtrante dos rins (pop)

Glomerulo
s.m. Anatomia. Enovelamento de pequenos vasos sangüíneos ou de filetes nervosos. / Botânica. Tipo de inflorescência que se caracteriza pelas flores de haste curta, agregadas como se fosse um novelo.

Gloria
s.f. Honra, fama, renome, celebridade que se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações etc.: conquistar a glória. / Beatitude celeste: a glória do reino de Deus. / Fausto, grandeza. / Homenagem, exaltação. / Auréola, halo, resplendor que simboliza a santidade (pintura, escultura ou decoração). // Jogo da glória, jogo de dados em que os parceiros percorrem com um tento uma faixa disposta em tabuleiro.

Gloria
s.f. Honra, fama, renome, celebridade que se alcança pelas virtudes, talentos, boas ações etc.: conquistar a glória. / Beatitude celeste: a glória do reino de Deus. / Fausto, grandeza. / Homenagem, exaltação. / Auréola, halo, resplendor que simboliza a santidade (pintura, escultura ou decoração). // Jogo da glória, jogo de dados em que os parceiros percorrem com um tento uma faixa disposta em tabuleiro.

Gloriar
v.t. Cobrir de glórias; glorificar. / &151; V.pr. Envaidecer-se, ufanar-se, vangloriar-se.

Glorificacao
s.f. Ação de glorificar. / Elevação dos justos à glória eterna. / Exaltação.

Glorificador
adj. e s.m. Que ou aquele que glorifica.

Glorificar
v.t. Cobrir de glória; honrar, gloriar. / Canonizar, beatificar. / &151; V.pr. Obter glórias.

Gloriola
s.f. Pequena glória, sem muito valor. / Boa reputação injustificada.

Gloriosa-dos-jardins
s.f. Planta trepadeira, ornamental, da família das liliáceas.

Glorioso
adj. Que conquistou a glória, recoberto de glória: vida gloriosa. / Que é motivo de orgulho, de vaidade: mereceu um prêmio e está glorioso. // De gloriosa memória, diz-se de pessoa que, após a morte, é lembrada por boas ações ou feitos notáveis.

Glosa
s.f. Anotação que explica o sentido de uma palavra ou de um texto; comentário, interpretação. / Composição poética que desenvolve o sentido de um mote dado ou escolhido, e que termina em cada uma de suas estrofes com um dos versos do mote. / Censura, crítica, reprimenda, repreensão. / Anulação ou recusa, total ou parcial, de um orçamento, conta, declaração de renda etc.

Glosador
s.m. Indivíduo que glosa; intérprete, hermeneuta. / Fig. Versejador.

Glosar
v.t. Fazer glosa de (texto ou palavra); comentar, interpretar. / Compor (glosas), desenvolvendo um mote. / Censurar, criticar, repreender. / Anular ou recusar (orçamento, conta, declaração de renda etc.). / &151; V.i. Compor glosas.

Glossantraz
s.m. Lesão do carbúnculo (doença do cavalo) que afeta a língua do animal.

Glossario
s.m. Espécie de dicionário, consagrado particularmente à explicação de termos mal conhecidos (arcaicos, peregrinos, dialetais etc.): Glossário Luso-Asiático. / Léxico de um autor, que figura geralmente como apêndice a uma edição crítica: o glossário das poesias de Sá de Miranda. (V. DICIONÁRIO e VOCABULÁRIO.) / Informática Utilitário de processadores de texto onde se podem registrar frases e expressões muito usadas, para rápida inserção, se necessário, no texto dos documentos.

Glossina
s.f. Gênero de insetos dípteros, cuja espécie vulgarmente chamada tsé-tsé, encontrada na África, é transmissora da moléstia do sono.

Glossite
s.f. Inflamação da língua.

Glossodinia
dor na língua (pop)

Glossofaringeo
adj. Que concerne ou pertence concomitantemente à língua e à faringe.

Glossografia
s.f. A arte de elaborar glossários. / Descrição anatômica da língua.

Glossolalia
s.f. Psiquiatria Em certas doenças mentais, criação de um vocabulário constituído por neologismos e que utiliza uma sintaxe deformada. / Fenômeno extático no qual um indivíduo emite uma série de sons ou palavras cujo sentido seus ouvintes não podem apreender, senão com o concurso de outra pessoa detentora do dom da interpretação; dom das línguas.

Glossologia
s.f. O mesmo que glotologia.

Glossotomia
s.f. Medicina Amputação ou dissecação da língua.

Glote
s.f. Orifício da laringe circunscrito pelas duas cordas vocais inferiores.

Glotica
s.f. O mesmo que glotologia.

Glotico
adj. Relativo à glote.

Glotologia
s.f. Ciência que estuda comparativamente as diversas línguas, considerando suas origens e formação. (Sin.: glossologia, glótica.)

Gloxinia
s.f. Planta que sobressai pelo colorido rico de suas folhas aveludadas e grandes flores em forma de campânula. &151; É nativa da América tropical, mas é cultivada como planta de interiores e estufas. A gloxínia se desenvolve melhor quando é protegida dos raios de sol diretamente sobre ela e dispõe de solo fértil e bem drenado, em local úmido e quente. Multiplica-se por meio de tubérculos, sementes e estacas de folhas.

Glucagon
s.m. Bioquímica. Hormônio antagonista da insulina, segregado pelas ilhotas de Langerhans, do pâncreas, e que exerce uma ação hiperglicemizante.

Glucidio
s.m. O mesmo que glicídio.

Glucinio
s.m. Química Designação antiga do berílio.

Gluglu
s.m. Vocábulo onomatopaico que imita a voz do peru e o som de um líquido que sai de uma garrafa ou de um cano.

Gluma
s.f. Bráctea membranosa situada na base das espigas das gramíneas; tegme.

Glumerolonefrite
doença renal com inflamação dos glomérulos (pop)

Gluon
s.m. Partícula elementar, agente das interações entre os quarks.

Glutamato
s.m. Bioquímica. Sal ou éster do ácido glutâmico.

Glutamico
adj. Bioquímica. Diz-se de um aminoácido, presente nos tecidos nervosos e que desempenha papel importante no metabolismo.

Glutao
adj. e s.m. Que ou quem come muito e com avidez. (Fem.: glutona.) / &151; S.m. Mamífero carnívoro da família dos mustelídeos, que vive no norte da Europa e na América.

Gluten
proteína de diversos cereais (pop)

Gluteo
adj. Relativo às nádegas: músculos glúteos.

Glutina
s.f. Albumina vegetal, semelhante à do sangue, e que é o princípio coagulável da seiva.

Glutinacao
s.f. Aglutinação.

Glutinar
v.t. Aglutinar.

Glutinoso
adj. Que tem glúten. / Da natureza do glúten. / Viscoso, pegajoso.

Glutonaria
s.f. Vício do glutão.

Glutonico
adj. Referente a glutão.

Gnaisse
s.m. Rocha metamórfica constituída de cristais de mica, quartzo e feldspato, disposta em lâminas paralelas. &151; Algumas variedades de gnaisse contêm hornblenda, granada, ou outros minerais em lugar da mica.

Gnetaceas
s.f.pl. Família de plantas gimnospermas.

Gneto
s.m. Liana das florestas tropicais, típica da família das gnetáceas.

Gnoma
s.f. Máxima, provérbio, refrão, anexim, adágio, sentença.

Gnomico
adj. Sentencioso, que contém máximas ou sentenças: poesia gnômica.

Gnomon
s.m. Instrumento que, projetando sombra num plano horizontal, marca a altura do sol; relógio solar. (Var.: gnômone.)

Gnomonico
adj. Relativo à gnomônica.

Gnose
s.f. Doutrina dos gnósticos; gnosticismo. / Alta teologia. / Filosofia dos magos.

Gnosia
s.f. Reconhecimento dos objetos por intermédio de um dos sentidos: gnosia visual, auditiva etc.

Gnosiologia
s.f. Parte da filosofia que estuda as bases do conhecimento humano.

Gnosticismo
s.m. Sistema da filosofia religiosa surgida no início do cristianismo, cujos adeptos acreditavam que a chave do segredo da vida estava no conhecimento, e não na fé cega. &151; Os gnósticos achavam que o conhecimento não vinha do estudo científico, mas da introspecção espiritual.

Gnostico
adj. e s.m. Adepto do gnosticismo.

Gnotobiotica
s.f. Estudo de animais criados em situações em que estejam livres de germes. &151; Os cientistas utilizam a gnotobiótica para analisar os efeitos totais de todos os germes e os efeitos específicos de certos germes sobre o corpo de um animal.

Gnu
s.m. Antílope da África do Sul, de carne tenra e suculenta, de cabeça pesada e cornos recurvos. &151; Suas espáduas maciças e pescoço grosso sustentam uma cabeça grande, com chifres longos e curvos. O gnu tem pernas finas e uma cauda semelhante à do cavalo. Come folhas, brotos e gramíneas. Gnu é um nome africano.

Goal-average
s.m. (pal. ing.) Em diversos esportes, quociente da divisão do número de gols marcados por uma equipe pelo número de gols que ela sofreu, durante um campeonato ou afim. (Tb. us. o híbrido

Gobelino
s.m. Gênero de tapeçaria luxuosa, francesa, típica da fábrica fundada pelos Gobelins no séc. XV. / &151; Adj. Diz-se de certo ponto em rendaria.

Gobiao
s.m. O mesmo que góbio.

Gobio
s.m. Peixe do litoral rochoso que se fixa por meio de nadadeiras ventrais em forma de ventosas. (Uma das espécies chega a atingir o comprimento de 30 cm.) O mesmo que gobião.

Gobo
s.m. Pedra para calcetar.

Gode
s.m. Em costura, tecido cortado enviesado e em forma de leque. / Tigelinha na qual os pintores diluem as tintas.

Godofredo
Nome Germânico - Significado: Paz de Deus.

Goela
s.f. Boca dos animais em todos os casos em que ela se pode abrir totalmente. / Parte inferior do pescoço (faringe, parte posterior da boca) por onde passam os alimentos da boca para o esôfago. // Cair na goela do lobo, não conseguir livrar-se de um perigo. // Molhar a goela, beber um pouco. / &151; S.m. Fig. Indivíduo sem escrúpulos e demasiadamente ambicioso; gabola, fanfarrão; mentiroso.

Goela-de-lobo
s.f. Botânica. O mesmo que boca-de-leão.

Goelar
v.i. Gritar muito; esgoelar.

Gofragem
s.f. Ato de gofrar.

Gofrar
v.t. Fazer nervuras de (folhas ou pétalas artificiais).

Gogo
s.m. Bras. Fam. O mesmo que gomo-de-adão.

Goi
adj. e s.m. e s.f. (Indivíduo ou povo) não judeu. (Pl. erudito: goim.)

Goiaba
s.f. Fruto da goiabeira, de grande emprego na indústria de doces. &151; É também comida ao natural como sobremesa. Existem duas variedades de goiabas no Brasil: a goiaba-maçã, arredondada, de polpa vermelha, e a goiaba-pêra, que lembra uma pêra na sua forma e tem polpa branca ou rosada. As goiabas-maçãs crescem em cachos e as goiabas-pêras, isoladas.

Goiabada
s.f. Doce de goiaba em pasta.

Goiabeira
s.f. Planta da família das mirtáceas cultivada na América tropical por seus frutos adocicados.

Goipeba
s.f. Bras. (MT) Certa cobra não venenosa.

Goitaca
s.m e s.f. Bras. Indivíduo dos goitacás, grupo indígena do Brasil, hoje extinto, e que no séc. XVI habitava as terras próximas do litoral do Espírito Santo até o vale do rio Paraíba. / &151; Adj. Referente a essa nação. &151; Os goitacás eram formados por três subgrupos: os goitacamopis, os goitacajoritos e os goitacaguaçus. Viviam em guerra constante com os tupinambás.

Goiva
s.f. Formão de lâmina semicilíndrica que corta em forma de meia-lua.

Goivar
v.t. Cortar com goiva.

Goivete
s.m. Espécie de plaina com dois ferros, usada para vazar a madeira em linha reta.

Goivo
s.m. Planta vivaz, cultivada por suas flores ornamentais. (Família das crucíferas.)

Gol
s.m. Arco ou meta, no jogo de futebol, pólo etc. / Ponto que se marca nesses jogos quando a bola transpõe o arco do quadro adversário. (Pl. mais us.: gols.)

Gola
s.f. A parte de várias peças do vestuário que cinge o pescoço ou está junto deste: gola do casaco, do vestido. (A da camisa chama-se colarinho.) / Peça das armaduras dos antigos guerreiros que protegia o pescoço. / Arquitetura. Moldura formada por duas curvas, uma convexa e a outra côncava. / Fortif. Espaço que constitui a abertura de um ângulo saliente nas fortificações.

Golada
s.f. Canal de navegação situado na extremidade dos bancos de areia de uma barra.

Golden share
s.f. (expr. ing.) Participação privilegiada, em geral do governo, na formação do capital de um empreendimento.

Gole
s.m. Quantidade de líquido que se pode engolir de uma vez só; trago, sorvo, hausto. // Tomar um gole, ingerir (pequena dose de) bebida alcoólica.

Goleada
s.f. Bras. Futebol. Vitória por grande diferença de tentos (gols).

Golear
v.t. Bras. Pop. Fazer grande número de tentos (gols). / Vencer por goleada.

Goleiro
s.m. Bras. Jogador de futebol que defende o gol de sua equipe. (Sin.: arqueiro, guardião, quíper, golquíper, guarda-vala, guarda-meta.)

Goles
s.m.pl. Um dos esmaltes heráldicos a que se dá preferencialmente, em nossa armaria, o nome de vermelho.

Goleta
s.f. Marinha Pequena embarcação alta e fina com gávea na proa e dois mastros. / Geografia Canal estreito que dá acesso a um porto, ou golfo.

Golfada
s.f. Porção de vômito que se expele de uma só vez. / Líquido que sai de uma só vez por uma abertura; jorro; jato.

Golfar
v.t. Expelir em golfadas; jorrar: golfar sangue. / Proferir impetuosa e abundantemente: golfar injúrias. / &151; V.i. Aparecer com ímpeto; irromper: multidões enfurecidas golfaram na praça. (Sin.: golfejar.)

Golfe
s.m. Esporte de origem escocesa que consiste em impulsionar uma bola com um taco para o interior de sucessivos buracos distribuídos em um campo extenso.

Golfejar
v.t. e v.i. O mesmo que golfar.

Golfinho
s.m. Mamífero marinho da família dos cetáceos, que vive em cardumes em todos os mares e se alimenta de peixes; o mesmo que delfim. &151; Os golfinhos são freqüentemente confundidos com a toninha, que não possui bico. Os golfinhos tem um nado veloz e gracioso. Suas voltas rápidas, paradas súbitas, saltos a grande altura são um espetáculo muito apreciado.

Golfista
s.m. e s.f. Pessoa que joga golfe.

Golfo
s.m. Parte do mar que penetra nas terras, e cuja abertura é muito larga. / Nome de uma planta da família das ninfeáceas, e de duas outras da família das butomáceas.

Golgota
s.m. Lugar onde se sofre implacavelmente. / Sofrimento terrível, atroz. (Por alusão ao monte Gólgota, onde Cristo foi crucificado.)

Goliardo
adj. e s.m. Relativo a Golias. / Diz-se de um religioso da Idade Média que levava vida dissoluta e trabalhava como jogral.

Golias
Nome Hebraico - Significado: Passagem.

Golilha
s.f. Argola de ferro com que outrora se prendia o pescoço do criminoso ao pelourinho.

Golpe
s.m. Ato ou efeito de golpear. / Choque que resulta do movimento com que um corpo atinge outro: o golpe levou-o ao chão. / Ardil, artimanha, estratagema em uma luta corporal: golpe de judô. / Movimento violento ou repentino dos elementos do tempo: golpe de ar. / Ação, empreendimento ou ato decisivo: golpe de misericórdia. / Movimento, ação rápida efetuada por uma parte do corpo ou por meio de um instrumento contundente ou cortante: golpe de mão; golpe de faca. / Rasgo, corte. / Fig. Acontecimento infausto, inesperado; desgraça, infortúnio, crise: a morte do amigo foi duro golpe. / Ataque acintoso com palavras, com a intenção de magoar ou ferir uma pessoa; insulto, injúria. // Golpe baixo, em pugilismo, golpe proibido desferido abaixo da cintura. // Golpe direito, em esgrima, golpe sem afastamento, e, no tênis, ataque da bola do lado onde o jogador segura sua raquete. // Golpe de mestre, ato, obra, demonstração que testemunha a habilidade e capacidade de um mestre. // Golpe de vista, olhar rápido. // Dar um golpe na praça, enganar comercialmente; roubar; ser irregular nas transações financeiras. // Ter bom golpe de vista, reagir com reflexos visuais eficientes (muito usado quando se avalia ou fala de habilidade ao volante).

Golpear
v.t. Dar golpes em: golpear o inimigo. / Fig. Desgostar, afligir, angustiar: golpeou-o a ingratidão.

Golpelha
s.f. Grande alcofa feita de esparto.

Goma
s.f. Cola de amido para engomar roupas. / Substância pegajosa que se extrai de alguns vegetais. &151; A goma é obtida da seiva que escorre de certas árvores frutíferas, especialmente a ameixeira, a pereira e a cerejeira. A goma verdadeira pode ser dissolvida em água, mas não em álcool. Não tem cheiro. Da goma, fazem-se mucilagens, preparam-se remédios e bases para o estudo de culturas de bactérias. Também tem valor para a produção de envelopes gomados, tintas e fósforos.

Goma-adraganto
s.f. O mesmo que tragacanta.

Goma-arabica
s.f. Goma extraída de várias espécies das acácias, originariamente obtida na Arábia. &151; Essa goma é usada principalmente na fabricação de perfumes, remédios, pastilhas e adesivos. A goma-arábica às vezes é também chamada goma do senegal.

Goma-copal
s.f. V. JETAICICA. / Substância empregada na fabricação de vernizes utilizados em litografia, fotogravura, encadernação etc.

Goma-de-mascar
s.f. Chiclete.

Goma-guta
s.f. Resina extraída de um arbusto da Ásia, a guteira, empregada em medicina e na fabricação de pinturas amarelas e de vernizes.

Goma-laca
s.f. Líquido feito com pedaços de resina dissolvidos em álcool, usado como verniz. &151; Esses pedaços de resina são pedaços secos de uma substância pegajosa chamada laca. Quando a goma-laca é aplicada a uma superfície, o álcool da solução se evapora, deixando uma camada brilhante.

Gomado
adj. Em que se desfez goma, embebido em goma, recoberto de uma camada de goma adesiva seca, que se dilui com água etc.: fita gomada.

Gomeira
s.f. Denominação de diversas árvores que produzem gomas: eucalipto, acácia etc.

Gomeleira
s.f. Rebento que se desenvolve ao pé das árvores, roubando-lhes a substância; ladrão.

Gomil
s.m. Jarro de boca estreita, próprio para jogar água nas mãos.

Gomo
s.m. Rebento ou botão vegetal que se transforma em folhas ou ramos. / Cada uma das divisões naturais de certos frutos, como a tangerina, o limão etc. / Parte situada entre dois nós da cana-de-açúcar, do bambu e de outras gramíneas. / Saliência par do casco do cavalo, onde se reúnem os ramos da ranilha.

Gomose
s.f. Bras. Botânica. Doença que ataca os vegetais, caracterizada pela secreção de um líquido gomoso.

Gomoso
adj. Que destila ou contém goma: árvore gomosa. / Consistente como a goma, viscoso: líquido gomoso. / Que tem gomos.

Gonada
s.f. Glândula sexual que produz os gametas e segrega os hormônios. (O testículo é a gônada masculina, e o ovário a gônada feminina.)

Gonadico
relativo às glândulas sexuais (pop)

Gonadostimulina
s.f. Bioquímica. Hormônio gonadotrófico; gonadotrofina.

Gonadotrofico
adj. Bioquímica. Que age sobre as gônadas. / Diz-se de hormônio segregado pela hipófise e, nas fêmeas animais e na mulher grávida, pela placenta.

Gonadotrofina
s.f. Bioquímica. Hormônio gonadotrófico; gonadotropina.

Gonadotropico
adj. Bioquímica. Gonadotrófico.

Gonadotropina
s.f. Bioquímica. Hormônio gonadotrófico; gonadotrofina.

Goncalo-alves
s.m. Bras. Árvore do nordeste brasileiro, de grande porte, caule reto, casca esbranquiçada, flores brancas e pequenas. &151; Fornece preciosa madeira de lei que é muito empregada em construção e marcenaria.

Gondola
s.f. Barco veneziano, longo e chato, impulsionado por um único remo. &151; Uma antiga lei exige que todas as gôndolas, exceto as pertencentes a altos funcionários, sejam pintadas de preto. O gondoleiro impulsiona o barco com uma vara comprida ou um remo estreito.

Gondoleiro
s.m. Barqueiro que conduz uma gôndola.

Gonfalao
s.m. Estandarte, com três ou quatro pontas pendentes, sob o qual se alinhavam, na Idade Média, os vassalos convocados pelo suserano.

Gonfaloneiro
s.m. O que empunhava o gonfalão de uma milícia; porta-bandeira. / Oficial de justiça de certas repúblicas italianas, na Idade Média.

Gonfose
s.f. Anatomia. Articulação imóvel, como a dos dentes nos alvéolos.

Gonga
s.m. Bras. (N) Variedade de sabiá. / Bras. (RJ) Pequena cesta com tampa.

Gongo
s.m. Desp. Campainha que anuncia o começo e o fim de cada fase ou assalto de uma luta de boxe. / No Extremo Oriente, instrumento de música ou de percussão, constituído de um disco de metal que se faz vibrar, batendo-o com uma varinha recoberta de tecido numa extremidade; o mesmo que tantã. &151; Desde o séc. VI é mencionado em escritos chineses. O instrumento é provavelmente originário da região de Mianmá e do Tibete.

Gongorico
adj. Referente ao gongorismo.

Gongorismo
s.m. Literatura Estilo eivado de afetação, de ornamentos e preciosismos. (V. BARROCO, CULTISMO, CONCEITISMO.)

Goniografo
s.m. Instrumento próprio para marcar graficamente um ângulo.

Goniometria
s.f. Medição dos ângulos.

Goniometro
s.m. Instrumento topográfico que se destina ao levantamento de planos e à medição dos ângulos de um terreno.

Gonioscopia
exame do ângulo da câmara interna do olho (pop)

Gonocito
s.m. Célula reprodutora inicial.

Gonococo
s.m. Bactéria que produz a blenorragia ou gonorréia.

Gonocorismo
s.m. Biologia. Estado dos animais cujos gametas masculinos e femininos são produzidos por indivíduos distintos.

Gonorreia
infecção bacteriana pelo gonococo que invade as mucosas da uretra e do útero; esquentamento (pop)

Gonzo
s.m. Peça metálica sobre a qual gira um batente de porta ou de janela; quício, dobradiça, bisagra de porta.

Gorar
v.t. Frustrar, malograr, baldar. / &151; V.i.. e v.pr. Não gerar (o ovo) no período de incubação. / Frustrar-se, malograr-se, abortar.

Gordo
adj. Formado de gordura ou de matéria untuosa: substância gorda. / Que tem grande teor de gordura ou matéria sebácea: caldo gordo. / Que apresenta o tecido adiposo muito desenvolvido:

Gorducho
adj. e s.m. Que ou aquele que é um tanto gordo; rechonchudo.

Gordura
s.f. Qualidade do que é gordo. / Substância untuosa, de origem animal ou vegetal, que, em estado sólido, se derrete com facilidade. / Sebo, unto, banha. / Tecido adiposo. / Acúmulo de banha nos tecidos; adiposidade. / Corpo graxo de origem mineral (vaselina). / Alteração que se processa no vinho, dando-lhe aparência oleosa. / Fig. Obesidade, nediez. // Posta de gordura, pessoa baixa e muito gorda. / Substância formada por carbono, hidrogênio e oxigênio, em combinações de glicerina e certos ácidos. &151; Por isso, às vezes as gorduras recebem o nome de glicerídios de ácidos graxos.

Gordurento
adj. Que tem gordura: caldo gordurento. / Besuntado. / Sujo ou manchado de gordura: roupa gordurenta. / Gorduroso, graxo, oleoso.

Gorduroso
adj. Que tem a consistência ou a natureza da gordura. / Gordurento, oleoso, graxo.

Gorgolao
s.m. Pequeno jato; golfada, borbotão.

Gorgolar
v.i. Sair em gorgolão ou golfada. O mesmo que gorgolejar.

Gorgolejante
adj. Que gorgoleja.

Gorgolejar
v.i. Beber, produzir o ruído do gargarejo; gorgolar.

Gorgolejo
s.m. Ato de gorgolejar.

Gorgomilos
s.m.pl. Princípio do esôfago e da traquéia; garganta, goela.

Gorgonaceos
s.m.pl. Zoologia Ordem de pólipos alcionários, dotados de um eixo firme e geralmente ramificado.

Gorgonia
s.f. Colônia de polipeiros que se dispõem sobre um esqueleto em forma de arbusto, muito comum nos mares quentes. (Ramo dos celenterados, ordem dos gorgonáceos.) &151; As gorgônias constituem um coral de cor viva, achatado, em forma de leque, constituído de uma substância córnea (com a consistência de chifre), chamada gorgonina. O leque é cheio de aberturas, e cresce até cerca de 60cm.

Gorgonzola
s.m. Queijo italiano, do tipo roquefort, que se fabrica em Gorgonzola (é feito com leite de cabra e pão mofado).

Gorgorao
s.m. Tecido encorpado de seda ou lã.

Gorgorejo
s.m. Som gutural.

Gorgulho
s.m. Nome comum a várias espécies de insetos coleópteros, de cabeça alongada em forma de bico. &151; Entre eles estão incluídas algumas das piores pragas da lavoura, pelos danos que produzem nas plantas e nos frutos. Também atacam os cereais nos celeiros. Esses danos podem ser causados tanto pelo adulto como pelas larvas, sendo estas em geral as mais nocivas.

Gorila
s.m. Macaco antropóide da África equatorial, frugívoro e feroz. Chega a atingir 2m de altura e a pesar 250kg, e é o mais forte de todos os macacos. (Var.: gorilha.) &151; Esse animal tem espáduas enormes, peito largo, braços longos e pernas curtas. As fêmeas geralmente pesam cerca de 90kg e são mais baixas do que os machos.

Gorilha
s.m. Var. de gorila.

Gorja
s.f. Garganta, goela. / Parte posterior do pescoço; cachaço. / Marinha Parte mais estreita da quilha.

Gorjal
s.m. Parte da armadura que protege o pescoço; gorjeira, gola.

Gorjeador
adj. Aquele que gorjeia.

Gorjear
v.i.. e v.t. Emitir sons melodiosos, trilar, cantar: as aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá.

Gorjeio
s.m. Trinado que os pássaros fazem quando cantam. / Fig. O chilrear das crianças.

Gorjeira
s.f. Renda ou pano para adornar o pescoço. O mesmo que gorjal.

Gorjeta
s.f. Dinheiro com que se gratifica um pequeno serviço; gratificação. / Escopro delgado para lavrar mármore.

Gorne
s.m. Náutica Entalhe em volta dos moitões, no qual se encaixam as rodas, para funcionarem os cabos do navio.

Goro
adj. Diz-se de ovo que gorou. / Fig. Malogrado, frustrado, baldado, inutilizado.

Gororoba
s.f. Bras. Árvore da família das leguminosas. / Bras. Gír. Comida especialmente de má qualidade ou mal preparada; bóia, grude. / Bras. (BA) Cachaça. / &151; S.m. Bras. (N) João-ninguém, borra-botas.

Gorra
s.f. Peça do vestuário que cobre a cabeça; barrete, gorro.

Gorro
s.m. Barrete comprido em forma de saco. / Carapuça; boina.

Gosma
s.f. Doença das aves, especialmente das galináceas, que se caracteriza pelo aparecimento de uma película na ponta da língua; gogo. / Doença dos potros, que consiste na inflamação das membranas mucosas das vias respiratórias. / Pop. Baba espessa ou pegajosa; escarro.

Gosmar
v.t. Expelir (sangue, escarro) pela boca; escarrar. / Proferir, tossindo ou escarrando. / &151; V.i. Expelir gosma ou escarro. / Cuspir muito.

Gosmento
adj. Que tem gosma. / Que tem consistência de gosma; pegajoso. / Que escarra muito. / Fam. Adoentado; fraco.

Gospel
s.m. (pal. ing.) Canto da comunidade negra dos E.U.A. associado aos cultos evangélicos e à devoção popular, e caracterizado por uma melodia e harmonia simples, mescladas com elementos de música folclórica e do blues.

Gostar
v.t. Achar saboroso: gostar de laranja. / Sentir prazer em: gostar de sair. / Ter afeição ou amizade por; amar: gostar de alguém. / Ter como bom; aprovar: gostar de uma sugestão. / Ter inclinação por: gostar de matemática.

Gosto
s.m. Sentido que permite distinguir os sabores das substâncias; paladar. (No homem os órgãos do gosto localizam-se nas papilas gustativas da língua, sensíveis a quatro sabores: salgado, açucarado, amargo, ácido; nos peixes, os órgãos do gosto são externos: os barbilhões; nas borboletas e nas moscas, estão situados nas extremidades das patas.) / Sabor: o manjar está com um gosto delicioso. / Predileção, inclinação, vocação, tendência, interesse: tem gosto para a pintura. / Sentimento do belo: tem muito gosto para se vestir. / Simpatia, inclinação, favorável: sobre gostos não se discute. / Satisfação, gozo, prazer: faço isso com muito gosto. // Dar gosto a (alguém), ser agradável a. // Estar a gosto, estar à vontade. // Fazer gosto em, aceitar gostosamente. // A gosto ou ao gosto de (alguém), conforme o desejo de.

Gostoso
adj. Que tem bom sabor; saboroso. / Fig. Que dá prazer; agradável.

Gostosura
s.f. Bras. Qualidade de gostoso. / Prazer intenso.

Gota
s.f. Quantidade muito pequena de um líquido que se destaca sob a forma de um glóbulo; pingo: pôr algumas gotas de limão na água. / Quantidade muito pequena: só tomou uma gota de leite. / &151; S.f.pl. Arquitetura. Pequenos cones truncados colocados sob o triglifo dórico. // loc. adv. Gota a gota, aos pinguinhos, pingo por pingo; lentamente, pouco a pouco.

Gota-coral
s.f. Epilepsia.

Goteira
s.f. Canal que acompanha a borda inferior de um telhado, destinado a receber as águas da chuva; calha. / Falha no telhado por onde cai água em casa quando chove.

Gotejar
v.i. Cair, ou deixar cair um líquido gota a gota.

Gotico
adj. e

Goto
s.m. O mesmo que glote. / Bras. Agrado, simpatia. // Dar ou cair no goto, produzir tosse ou sufocação ao ser deglutido (um alimento); fig. Cair nas boas graças (de alguém).

Gotoso
adj. e s.m. Que sofre de gota.

Gouda
s.m. (pal. neerlandesa) Queijo de origem holandesa, de formato cilíndrico, pasta não cozida, feito com leite de vaca e mais gordo que o edam.

Gourde
s.f. (pal. fr.) Unidade monetária padrão da República do Haiti desde 1920. &151; É emitida em moedas de prata e notas de papel. Gourde é o nome em francês antigo do dólar espanhol.

Gourmand
adj. e s.m. (pal. fr.) Que gosta muito das comidas apetitosas. / Guloso.

Gourmet
s.m. (pal. fr.) Conhecedor e apreciador de bons vinhos e boas iguarias.

Governador
s.m. Aquele a quem se confia o governo de alguma colônia, região etc. / Bras. Chefe do poder executivo de cada um dos Estados da Federação. / Diretor ou membro da junta governativa de um grande estabelecimento financeiro público: governador do Fundo Monetário Internacional.

Governamental
adj. Relativo ao governo; que pertence ao governo. / Que apóia o governo: partido governamental. // Poder governamental, denominação moderna e mais precisa do poder executivo, tal como se apresenta em nossos dias.

Governanca
s.f. Governo.

Governanta
s.f. Mulher que, mediante remuneração, dirige uma casa, ou se encarrega da educação de uma ou mais crianças.

Governante
adj. e s.m. e s.f. Que, ou pessoa que governa.

Governar
v.t. Administrar: governa o país com firmeza e sabedoria. / Reger, dirigir, ter autoridade sobre: Deus governa o céu e a terra. / Regular o andamento de; dirigir, conduzir: ele governa bem o barco. / &151; V.pr. Arranjar-se bem, cuidar de seus interesses, dirigir-se: sabe governar-se.

Governavel
adj. Que se pode governar ou dirigir; dócil.

Governo
s.m. Ação de governar, dirigir: o governo do Estado. / Forma política de um Estado: governo republicano. / Conjunto dos que têm a seu cargo a administração de um Estado: cabe ao governo zelar pela segurança do Estado. / Período em que alguém governa: o governo do presidente Getúlio Vargas. / Regulamento, norma, exemplo, regra: isto é para seu governo. / Rédeas, freio: o cavalo não obedece ao governo. / O leme de qualquer navio ou barco: o barco obedece ao governo.

Goy
s.m. e s.f. (pal. hebr.) Gói.

Gozacao
s.f. Pop. Brincadeira irônica e levemente mal-intencionada dado seu caráter eventualmente detrator e humilhante; zombaria, ridicularização.

Gozado
adj. Pop. Que provoca riso; engraçado, cômico, ridículo, divertido: nunca vi palhaço mais gozado.

Gozador
adj. e s.m. Que ou o que goza. / Aquele que só procura os prazeres materiais. / Pop. Motejador.

Gozar
v.t. e v.i. Experimentar grande prazer na posse de. / Ter a posse de uma coisa de que se tiram vantagens; desfrutar: gozar saúde. / Bras. Pop. Achar graça em, rir de. / Passar a vida em prazeres.

Gozo
s.m. Prazer extremo que provém da posse de alguma coisa. / Prazer dos sentidos. / Livre uso de uma coisa ou de um direito. / Usufruto; ação de perceber os frutos de uma terra, os juros de uma renda, os dividendos de uma ação. / Pop. Graça, motivo de riso; zombaria, motejo.

Gozoso
adj. Cheio de gozo ou satisfação; satisfeito, contente. / Que revela gozo ou contentamento.

Gra
adj. Forma apocopada de grande, que entra em várias palavras compostas: grã-duquesa, grã-cruz.

Gra-cruz
s.f. A mais elevada das dignidades em certas ordens honoríficas: Grã-cruz da Ordem de Cristo. / Insígnia dessa dignidade, a qual se compõe de uma cruz suspensa de uma fita larga que se leva a tiracolo.

Gra-duquesa
s.f. Esposa ou filha de um grão-duque. / Soberana de um grão-ducado.

Gra-finagem
s.f. Bras. O mesmo que grã-finismo.

Gra-finismo
s.m. Bras. Qualidade de grã-fino. / Atos, hábitos próprios de grã-fino. / O conjunto dos grã-finos. (Sin.: grã-finagem.)

Gra-fino
adj. Diz-se de indivíduo que afeta riqueza, elegância, superioridade socioeconômica. / Elegante, aristocrático: loja grã-fina. / &151; S.m. Bras. Indivíduo grã-fino. / Bras. (PE e AL) Certo tipo delicado de açúcar.

Graal
s.m. Vaso sagrado que teria servido a Cristo na última ceia.

Grabato
s.m. Leito pequeno e miserável.

Graca
s.f. Favor, benefício, mercê: pedir, conceder uma graça. / Perdão, indulto: o condenado obteve graça e teve sua pena reduzida. / Teologia Dom sobrenatural, auxílio divino para a salvação: viveu na graça de Deus. / Atrativo peculiar a uma pessoa ou coisa; encanto, elegância, airosidade: tudo fazia com graça. / Gracejo, pilhéria, chiste: tinha sempre uma graça para contar. //

Graca
s.f. Favor, benefício, mercê: pedir, conceder uma graça. / Perdão, indulto: o condenado obteve graça e teve sua pena reduzida. / Teologia Dom sobrenatural, auxílio divino para a salvação: viveu na graça de Deus. / Atrativo peculiar a uma pessoa ou coisa; encanto, elegância, airosidade: tudo fazia com graça. / Gracejo, pilhéria, chiste: tinha sempre uma graça para contar. //

Gracejador
adj. e s.m. Que ou aquele que tem costume de gracejar, de fazer graças; motejador, zombeteiro.

Gracejar
v.i. Dizer alguma coisa para divertir. / Dizer ou fazer alguma coisa por brincadeira; fazer graças, gracejos; pilheriar.

Gracejo
s.m. Ato ou dito espirituoso e inofensivo; pilhéria, chiste, facécia.

Gracil
adj. Delicado, fino, delgado: cintura grácil.

Gracilidade
s.f. Qualidade daquele ou daquilo que é grácil: a gracilidade de um rosto infantil.

Graciosidade
s.f. Qualidade daquele ou daquilo que é gracioso. / Graça, elegância, polidez, delicadeza. / Gratuidade.

Gracioso
adj. Engraçado, elegante, gentil: tinha sempre um gesto ou palavra graciosa. / Que envolve liberalidade; gratuito: atestado gracioso.

Gracola
s.f. Fam. Dito ou gracejo de mau gosto; chalaça, chocarrice. / &151; s.m. e s.f. Pessoa que diz graçolas; farsola.

Gradacao
s.f. Progressão por graus sucessivos: gradação de ensino. / Aumento de movimento ou força, aumento ou diminuição sucessiva e gradual: gradação de temperatura. / Disposição de palavras ou idéias em um sentido ascendente ou descendente: as palavras "gosto", "amo", "adoro" estão numa gradação ascendente. / Fotografia. Relação entre a maior e a menor intensidade de luz que a camada sensível de um filme pode reproduzir.

Gradador
s.m. Grade (do arado) para esterroar a superfície de solo lavrado.

Gradar
v.t. Passar a grade sobre o solo para aplanar a superfície ou para afofar a terra; gradear.

Gradativo
adj. Em que há gradação; gradual.

Grade
s.f. Armação de barras paralelas ou cruzadas, usada para vedar, dividir ou cercar algum lugar. / Locutório de convento. / Caixilho em que os pintores estendem a tela que pretendem pintar. / Agricultura. Instrumento agrícola que serve para rasgar e esterroar a terra já lavrada. / Tecnologia Molde de ferro ou madeira para fazer telha ou tijolo. / Cartão em que se colocaram orifícios, dispostos segundo prévia convenção, para escrever ou ler criptogramas. / Eletrônica. Eletrodo que se coloca entre o ânodo e o cátodo de uma válvula, para controlar o fluxo eletrônico que vai do primeiro ao segundo. / Eletrodo com uma ou mais aberturas para a passagem de elétrons ou íons. / &151; S.f.pl. Cadeia, prisão. / Tipografia. Ranhuras por onde correm as matrizes no componedor da linotipo.

Gradeamento
s.m. Ato de gradear. / Grade que cerca jardins, parques etc.

Gradear
v.t. Guarnecer de grades; pôr grades em: gradear um terreno, uma janela.

Gradiente
s.m. Taxa de variação de um fenômeno meteorológico em função da distância. (No sentido vertical, o gradiente de temperatura tem a expressão de &186;C por 100 m; no sentido horizontal, o gradiente de pressão é expresso em milibares por 100 km, ou por grau geográfico [111 km].) / Biologia. Variação da concentração de uma substância ou propriedade fisiológica que vai progressivamente decrescendo a partir de um ponto máximo, nas células e nos organismos. // Gradiente de potencial, taxa de variação do potencial (gravitacional, elétrico ou magnético), num campo de força, segundo a direção do campo.

Gradil
s.m. Bras. Gradeamento baixo.

Gradim
s.m. Instrumento de aço que os escultores usam para amaciar asperezas deixadas no mármore pelo ponteiro.

Gradinar
v.t. Retocar ou amaciar com gradim. / &151; V.i. Trabalhar com gradim.

Grado
s.m. Geom. Unidade de arco (na divisão centesimal) que equivale à centésima parte de um quadrante: os 400 grados da circunferência.

Graduacao
s.f. Ação de graduar. / Cada uma das divisões estabelecidas na escala de um instrumento. / Marcação de mapas dentro da escala de latitude e longitude. / Divisão de um círculo em graus, minutos e segundos. / Hierarquia, posição social. / Militar Honra e distinção de um posto com as respectivas vantagens. / Curso básico de nível universitário.

Graduado
adj. Dividido em graus: instrumento graduado. / Que se faz progressivamente: curso graduado. / Distinto, douto, eminente. / Militar Que tem a honra e a distinção de um posto, sem ter as vantagens correspondentes. / Que tem formação de grau universitário.

Gradual
adj. Que aumenta ou diminui por grau: ordem gradual. / &151; S.m. Liturgia Versículo que, na missa, é dito entre a Epístola e o Evangelho. / Livro que contém os cantos próprios para o coro, durante a missa.

Graduar
v.t. Dividir em graus: graduar um termômetro. / Aumentar ou diminuir por graus; regular: graduar o aquecimento. / Classificar, pôr em série: graduar os deveres escolares. / Conferir a alguém o grau universitário: graduar em engenharia. / Dar a um militar as honras de um posto, sem as respectivas vantagens. / &151; V.pr. Formar-se, obter grau universitário: graduou-se em filosofia.

Gradus
s.m. (abrev. do título latino gradus ad Parnassum, que significa degraus para subir ao Parnaso) Dicionário de prosódia e de expressões poéticas, indicado para quem se dedica a fazer versos em latim. / Título de importantes obras didáticas musicais.

Grafar
v.t. Dar forma escrita a; ortografar.

Grafema
s.m. O mesmo que letra, em que se inclui o dígrafo ou conjunto gráfico fixo.

Grafia
s.f. Representação escrita de uma palavra. / Ortografia.

Grafica
s.f. A arte de grafar palavras. / Bras. Oficina especializada em artes gráficas; tipografia.

Grafico
adj. Que diz respeito à grafia, à tipografia, à impressão. / Figurado pelo desenho. / Diz-se de tudo que se relaciona aos processos de impressão artística: artes gráficas. /

Grafismo
s.m. Técnica que consiste na elaboração de traçados preparatórios para a escrita, desprovidos de qualquer significação. / Modo de traçar uma linha, de desenhar.

Grafista
s.m. e s.f. Bras. (S) Gír. Pessoa que, sem entender do assunto, desenha plantas e projetos.

Grafita
s.f. Carbono natural ou artificial cristalizado, cinzento-escuro, macio e quebradiço. &151; Quase toda a grafita utilizada hoje é produzida artificialmente pelo aquecimento do coque em forno elétrico.

Grafitar
v.t. Converter em grafita. / Executar grafites (em muros etc.).

Grafite
s.f. Forma corrente de grafita, especialmente nas aplicações industriais desse mineral. / Lápis. / art. gráf. e art. Des. Bastonete que serve para obtenção de efeitos de luz e sombra nos esboços de desenho; esfuminho. / Inscrição ou desenho rabiscados à mão sobre um muro, uma parede, uma estátua etc.; pichação.

Grafiteiro
s.m. Indivíduo que executa grafites em muros etc.

Grafitico
adj. Composto de grafita.

Grafitizacao
s.f. Química orgânica Formação de material grafítico a partir de compostos orgânicos. / Metalurgia Tratamento térmico aplicado ao ferro fundido para converter todo ou parte do carbono combinado em carbono grafítico.

Grafito
s.m. Inscrição ou desenho feito pelos antigos em monumentos: os grafitos de Pompéia.

Grafologia
s.f. Estudo dos elementos normais e principalmente patológicos de uma personalidade, feito através da análise da sua escrita. / Ciência geral da escrita materialmente considerada.

Grafologico
adj. Que diz respeito à grafologia: estudo grafológico.

Grafologo
s.m. Especialista em grafologia.

Grafometro
s.m. Instrumento utilizado no levantamento de planos para a medição dos ângulos de um terreno.

Graforreia
s.f. Medicina Perturbação mental que consiste em escrever muito e sem nexo.

Grafostatica
s.f. Mecânica Resolução de problemas de mecânica estática por meios geométricos.

Grajeia
s.f. Confeito miúdo e colorido para ornar doces maiores. / Pílula recoberta de açúcar aromatizado, que se prepara num tacho de xarope aromático.

Gral
s.m. Almofariz.

Gralha
s.f. Nome de várias aves da família dos corvídeos. &151; As gralhas diferem do corvo pelas belas cores que ostentam: azul de diversos tons mesclado com branco, creme ou preto.

Gram
s.m. (do nome do médico dinamarquês Gram) Bacteriologia. Método de coloração de germes em que se emprega uma solução que permite diferenciá-los em: gram-positivos (bactérias que tomam a coloração gram +) e gram-negativos (bactérias que não tomam a coloração gram -).

Gram-negativo
que não toma o corante de Gram (pop)

Gram-positivo
que toma o corante de Gram (pop)

Grama
s.m. Unidade de massa (abrev.: g) do sistema C.G.S., que equivale a um milésimo de um quilograma. (O grama corresponde ao peso de 1 cm3 de água destilada a 4 &186;C, em sua densidade máxima.) O grama é usado para pesar substâncias leves, como por exemplo medicamentos. Existem mil gramas em um quilograma.

Gramadeira
s.f. Aparelho que serve para trilhar o linho. / Aparelho outrora usado para esmagar a palha, ou puxá-la para a manjedoura.

Gramado
adj. Que tem grama: jardim gramado. / &151; S.m. Bras. Terreno coberto de grama; relvado. / Bras. Campo de futebol.

Gramar
v.t. Trilhar (linho) com gramadeira. / Tomar, comer, engolir. / Aturar, suportar, agüentar. / Levar (uma surra). / Percorrer, andar, trilhar.

Gramatica
s.f. Conjunto de princípios que regem o funcionamento de uma língua. &151; A gramática orienta como as palavras podem ser combinadas ou modificadas para que as pessoas possam comunicar-se com facilidade e precisão. Não é preciso que uma língua possua escrita para ser dotada de gramática. As línguas indígenas, por exemplo, embora sejam apenas faladas, têm seus próprios princípios de funcionamento.

Gramatical
adj. Que diz respeito à gramática: estudo gramatical. / Que está conforme as regras da gramática: correção gramatical.

Gramaticalizacao
s.f. Transformação de palavra em simples elemento gramatical: a gramaticalização da palavra latina " mente" em sufixo adverbial.

Gramatico
adj. Relativo à gramática. / &151; S.m. Pessoa que ensina a gramática ou se dedica ao estudo da gramática; que é autor de gramática.

Gramaticologia
s.f. Estudo científico da gramática.

Gramatiqueiro
s.m. Bras. Depr. Gramático de visão estreita, afetadamente agarrado às regras.

Gramatiquice
s.f. Rigor pedante em linguagem, visão estreita das regras gramaticais.

Gramatologia
s.f. Tratado que versa sobre as letras, alfabeto, silabação, leitura e escrita.

Grameiras
s.f.pl. Nos fornos de fundir bronze, aberturas que rodeiam os cadinhos.

Graminaceas
s.f.pl. Botânica. O mesmo que gramíneas.

Gramineas
s.f. pl. Botânica. Família de plantas monocotiledôneas (As flores das gramíneas são singelas e quase sempre dispostas conjuntamente em espigas.). / O mesmo que gramináceas. &151; Crescem em pântanos e desertos; em regiões de temperatura abaixo de zero e nas quentes áreas tropicais; em solo pedregoso e em montanhas nevadas. Sempre é possível encontrar alguma espécie de gramínea em quase toda a superfície da Terra. Vão desde os tipos rasteiros encontrados nos gramados aos altos bambus com os quais se fazem as varas de pesca e peças de mobília.

Graminho
s.m. Instrumento de mecânica e de marcenaria, usado para traçar paralelas à borda de uma tábua ou de uma placa de metal etc.

Gramofone
s.m. Antigo fonógrafo que reproduz sons de palavras ou vozes por meio de discos; vitrola.

Grampa
s.f. Náutica Instrumento que se usa para apertar, por meio de parafusos e roscas.

Grampeador
s.m. Aparelho para grampear papéis etc.

Grampear
v.t. Prender ou segurar com grampos: grampear papéis.

Grampo
s.m. Espécie de gancho ou gato metálico com que se ligam duas pedras de uma construção. / Haste de ferro que, em algumas máquinas, segura a peça em que se trabalha. / Pequena peça metálica, recurvada, de duas hastes, com que as mulheres prendem os cabelos. / Prego em forma de U para prender os arames farpados das cercas. / Peça de metal ou plástico que permite prender conjuntamente várias folhas de papel. // Grampo cirúrgico, o mesmo que agrafo.

Grana
s.f. Bras. Gír. O mesmo que dinheiro.

Granada
s.f. Mineralogia Mineral ordinariamente constituído de sílica, alumina e óxido de ferro. &151; Entre as granadas preciosas utilizadas em joalheria figuram o piropo vermelho-sangue e a almadina transparente. As principais minas de granada estão em Kimberley, na África do Sul e nos estados norte-americanos do Arizona e Colorado. As granadas comuns são encontradas em diversas rochas metamórficas. Sua cor varia do vermelho-escuro ao negro, podendo às vezes ser amarela ou verde. A indústria utiliza essas granadas para cortar e polir pedras preciosas.

Granadeiro
s.m. Ant. Soldado encarregado de lançar granadas. / Soldado que pertence às companhias dos regimentos de infantaria.

Granadina
s.f. Seda crua formada de dois fios torcidos em separado, e que serve para rendas.

Granadino
adj. Da cor da romã.

Granalha
s.f. O mesmo que granulação. / Grânulos ou palhetas a que se reduz o metal fundido, nas operações anteriores à amoedação.

Granar
v.t. Reduzir a grãos ou pequenos fragmentos; granular. / &151; V.i. Bras. Desenvolver-se (o milho) em grãos. / Bras. Estar na adolescência.

Grand-guignol
s.m. (pal. fr.) Teatro de fantoches, de bonecos de engonço.

Grande
adj. Que tem dimensões consideráveis: um terreno grande. / Amplo, extenso, espaçoso, vasto. / Largo, comprido, profundo: um grande buraco. / Alto, desenvolvido: um menino grande. / Que ultrapassa a média: uma grande tempestade; um grande acontecimento; uma grande façanha. / Que se sobressai pela posição social, pela fortuna, pela influência: um grande negociante de vinhos. / Excepcional pelo talento, por qualidades morais ou intelectuais: um grande artista; um grande coração. / &151; S.m. Pessoa adulta: é um espetáculo para grandes e pequenos. / Pessoa nobre, poderosa, rica, influente. / Título de nobreza na Espanha. // Os Grandes, designação de potências mundiais.&160;//&151; loc. adv. À grande, com largueza, à regalada, ostentosamente: foram viajar e gastaram à grande. (Obs. gram.: Como adjetivo, o significado pode ser diferente quando segue ou precede o substantivo: homem grande, refere-se ao aspecto físico; grande homem, refere-se ao aspecto moral.)

Grande mal
epilepsia generalizada (pop)

Grande-angular
apos. e s.f. (Objetiva fotográfica) de pequena distância focal e grande campo visual (ângulo de 50&176; ou mais).

Grandeza
s.f. Qualidade do que é grande. / Extensão em altura, comprimento e largura: a grandeza da sala. / Tudo o que pode aumentar ou diminuir: medida de grandeza. / Vastidão. / Astronomia. Magnitude: estrela de 1.&170; grandeza. / Fig. Fortaleza de ânimo, elevação de sentimentos: a grandeza da profissão de enfermeira. / Autoridade, poder, majestade: a grandeza dos príncipes. / Fastígio: a grandeza e a decadência do Império Romano. / Opulência, ostentação: viver com grandeza. // Mania de grandeza, megalomania. / Grandeza de ânimo, de caráter, de coração, magnanimidade, sublimidade, generosidade. / &151; S.f.pl. Os bens do mundo, dignidades, honrarias: as grandezas terrenas.

Grandiloquo
adj. Que tem muita eloqüência. / Que tem linguagem ou estilo nobre, pomposo. (Sin.: grandiloqüente.)

Grandiosidade
s.f. Qualidade de grandioso. / Ato valoroso.

Grandioso
adj. Com grandeza, com magnificência, imponente: a recepção aos heróis foi grandiosa. / Nobre, sublime: uma ação grandiosa.

Grandote
adj. Fam. Um tanto grande. / Que está bastante crescido: tem uma aparência infantil, mas já é grandote.

Granel
s.m. Depósito de cereais; celeiro, tulha. / Tipografia Denominação imprópria, mas bastante empregada, da bandeja metálica em que o tipógrafo dispõe a composição retirada do componedor. / Trecho da composição não paginada, que sai da galé. // &151; loc. adv. A granel, em grande quantidade, a rodo, abundantemente; diz-se de carga que não é ensacada nem encaixotada; em desordem, desalinhadamente.

Granir
v.t. Gravar ou desenhar a pontos miúdos; pontilhar. / Dar à pedra ou chapa litográfica a aspereza necessária.

Granita
s.f. Glóbulo, ordinariamente de substância mole. / Excremento de certos animais, como das cabras, ovelhas etc. / Espécie de aguardente em cuja composição entra essência de anis. / Semente de uva.

Granitar
v.t. Reduzir a granitas.

Granitico
adj. Que tem a natureza do granito: solo granítico.

Granito
s.m. Pequeno grão. / Rocha cristalina formada de uma mistura heterogênea de quartzo, feldspato e biotita. (Resulta da consolidação de um magma rico em sílica, provindo, às vezes, de recentes metamorfoses de rochas sedimentares.) &151; O granito é de cor clara, e seus cristais são bastante grandes para poderem ser vistos a olho nu. Pode-se estudá-los nas superfícies polidas dos blocos de granito usados em monumentos e edifícios.

Granitoide
adj. Que tem a aparência do granito: estrutura granitóide.

Granivoro
adj. e s.m. Que se alimenta de grãos: ave granívora.

Granizar
v.i. Cair granizo. / &151; V.t. Reduzir a granizo; dar a forma granulada a; granular; granitar.

Granizo
s.m. Precipitação atmosférica formada por pequenos glóbulos de gelo resultantes da congelação das gotas de água ao atravessarem uma camada de ar frio; chuva de pedra. &151; As pedras tem um tamanho que varia desde o de uma ervilha até o de uma batata. Já se registrou uma pedra de granizo que media 44,5cm de circunferência e pesava 800g. Tempestades violentas de granizo são perigosas para as pessoas, os animais e as colheitas.

Granja
s.f. Pequena fazenda ou sítio em que é praticada uma cultura ou indústria em escala reduzida. / Construção em que se recolhem os frutos, cereais etc., de uma herdade. / Sítio.

Granjear
v.t. Cultivar, amanhar, arrotear: granjear a terra. / Obter com trabalho ou esforço; conseguir, adquirir: granjear riqueza. / Atrair, conquistar: granjear simpatias.

Granjeio
s.m. Ato de granjear. / Cultura, lavoura. / P. ext. Colheita de produtos agrícolas; apanha, apanhadura. / Fig. Ganho, lucro, proveito. / Trabalho que visa a interesses ou comodidades.

Granjeiro
s.m. Explorador ou proprietário de granja.

Granola
s.f. Mistura de um cereal (p. ex., flocos de aveia) com outros ingredientes (p. ex., mel ou açúcar, frutos) e leite ou iogurte, que se costuma tomar no desjejum ou como comida dita natural. (É a versão francesa do muesli suíço.)

Granulacao
s.f. Redução a grãos de um metal fundido, fazendo-o passar por um crivo e submetendo-o à ação de um jato de água. / Lesão orgânica que consiste em pequenos tumores que se formam nos órgãos, nas superfícies das membranas ou das feridas.

Granulado
adj. Que apresenta granulações. / Em forma de grânulos. / Diz-se dos medicamentos sob a forma de grânulos.

Granular
adj. Que se compõe de pequenos grãos: rocha granular. / Que tem a forma de grão.

Granulia
s.f. Forma aguda e generalizada da tuberculose, caracterizada pela disseminação nos pulmões (granulia pulmonar) ou em todo o organismo (granulia generalizada) de lesões da tuberculose, do tamanho de um grão de milho. O mesmo que tuberculose miliar.

Granulito
s.m. Granito que contém mica branca. / Granito de textura muito fina.

Granulo
s.m. Pequena pílula com uma quantidade diminuta de substância medicamentosa muito ativa e cujo excipiente é em geral constituído de açúcar.

Granulocito
s.m. Biologia. Leucócito caracterizado por um núcleo polilobado e por seu conteúdo granular: os neutrófilos, os eosinófilos e os basófilos são granulócitos.

Granuloma
s.m. Pequeno tumor de forma arredondada.

Granulometria
s.f. Classificação de um produto pulverulento de acordo com os diversos tamanhos de grãos que o compõem. / Medição das partículas minerais do solo.

Granulopenia
diminuição dos glóbulos brancos (pop)

Granulos
preparação farmacológica em forma de grânulos (pop)

Granuloso
adj. Composto de pequenos grãos. / Geologia Diz-se do solo que apresenta uma estrutura formada por pequenos grãos: terreno granuloso.

Grao
s.m. Qualquer fruto ou semente de pequeno tamanho: grão de uva, também chamado "bago"; grão de cereais, também chamado "cariopse". / Pequeno corpo esférico; glóbulo: grão de chumbo. / Minúscula parcela: grão de areia. / Saliência de aspecto e toque granulado na superfície de tecidos, couros, rochas, pedras, cerâmica etc. / Unidade que caracteriza a espessura das partículas de um abrasivo. / Medida de peso inglesa e norte-americana, correspondente a 0,648 g. / Fig. Ínfima parcela, dose mínima: um grão de sabedoria. // Grãos de fumo, finíssimas partículas observadas na matéria cósmica intersideral. // De grão em grão a galinha enche o papo, pouco a pouco, muita coisa se consegue juntar ou alcançar. / &151; S.m.pl. Cereais. / Chul. Testículos.

Grao-de-bico
s.m. Planta da família das leguminosas. / O fruto dessa planta, usado na alimentação. &151; Seu caule é frágil, embora relativamente grosso e cheio de ramos, e cresce reto até uma altura máxima de 60cm. Possui folhas compostas e flores solitárias, avermelhadas, azuladas ou brancas. Seu fruto é uma vagem de 2 a 3cm de comprimento, que se abre dos dois lados quando maduro.

Grao-ducado
s.m. País governado por um grão-duque: grão-ducado de Luxemburgo. (Var.: grã-ducado.)

Grao-ducal
adj. Relativo a grão-duque ou a grão-ducado.

Grao-duque
s.m. Título de alguns príncipes soberanos. / Príncipe da família imperial russa e da austríaca. (Var.: grã-duque.)

Grao-mestre
s.m. Supremo dignitário de uma antiga ordem religiosa ou de cavalaria. / Chefe de uma loja maçônica.

Grao-rabino
s.m. Ant. Chefe de um consistório israelita. / Atualmente, chefe espiritual de uma comunidade de judeus.

Grao-tinhoso
s.m. O diabo.

Grao-turco
s.m. O sultão da antiga Constantinopla.

Grao-vizir
s.m. O sultão da antiga Constantinopla.

Grapa
s.f. Veterinária Chaga aberta na dianteira das curvas e na traseira dos braços da cavalgadura.

Grappa
s.f. (pal. it.) Aguardente de bagaço de uvas de origem italiana.

Grasnada
s.f. Voz de algumas aves (corvo, gralha, pato). / Crocito, grasnido.

Grasnar
v.i. Soltar a voz (o ganso, o pato, o corvo etc.); grasnir. / Gritar com voz metálica, desagradável como a dos corvos. / &151; V.t. Dizer algo como se estivesse grasnando, dizer com voz desagradável: grasnou a frase: "Nunca mais!"

Grasnido
s.m. Grasnada.

Grasnir
v.i.. e v.t. Grasnar.

Graspa
s.f. Aguardente de vinho.

Grassar
v.i. Desenvolver-se progressivamente; difundir-se, propagar-se, alastrar-se: grassa a doença nas regiões atrasadas.

Grateia
s.f. Instrumento próprio para limpar o fundo dos rios. O mesmo que garatéia.

Gratidao
s.f. Reconhecimento por um benefício recebido; agradecimento: dar provas de gratidão.

Gratificacao
s.f. Soma de dinheiro paga ao assalariado além da remuneração. / Retribuição por serviço extraordinário. / Remuneração atribuída a certos cargos do serviço público. / Demonstração de reconhecimento. / Gorjeta.

Gratificar
v.t. Dar gratificação a; remunerar, premiar: gratificou o carteiro. / Brindar, pagar, dar além do estipulado; dar gorjeta: gratificou-o com dez reais.

Gratin
s.m. (pal. fr.) Preparação culinária recoberta de queijo ralado ou farinha de rosca e cozida no forno. // Au gratin, feito desse modo; gratinado.

Gratinado
adj. Preparado e cozido ao forno com uma camada superficial de queijo ou pão torrado ralados. / &151; S.m. Prato gratinado; crosta gratinada desse prato.

Gratis
adv. Gratuitamente, de graça.

Grato
adj. Que tem gratidão; agradecido, reconhecido. / Agradável, aprazível. / Gostoso, saboroso.

Gratuidade
s.f. Qualidade do que é gratuito: a gratuidade do ensino.

Gratuito
adj. Aquilo que é feito ou concedido de graça ou espontaneamente; grátis: ensino gratuito. / Desinteressado. / Fig. Sem fundamento: acusação gratuita. // Ato gratuito, aquele que, segundo alguns filósofos, se pratica com total liberdade, sem finalidade específica, sem causa aparente.

Gratulacao
s.f. Ato ou efeito de gratular.

Gratular
v.t. Demonstrar reconhecimento para com (alguém); agradecer. / Dar parabéns a; congratular-se com; felicitar.

Gratulatorio
adj. Que demonstra gratidão ou reconhecimento. / Que é próprio para felicitar.

Grau
s.m. Intensidade relativa: vaidade no mais alto grau. / Fís. Cada uma das divisões de instrumentos escalonados, como o termômetro, o barômetro etc. &151; Um grau de temperatura na escala Fahrenheit vale 1/180 da diferença entre as temperaturas da fusão do gelo e da ebulição da água. Um grau na escala Celsius vale 1/100 da mesma diferença. / Posição social, dignidade, hierarquia: na magistratura, passou por todos os graus. / Nota, valor atribuído a trabalhos escolares. / Graduação de ensino, de instrução: primeiro grau, segundo grau. / Ordem de relação de parentesco: primo em segundo grau. / Mat. Unidade de medida usada em ângulos e arcos de círculos. &151; Um ângulo de um grau (1&176;) vale 1/90 do ângulo reto. Um arco de 1&176; vale 1/360 do círculo. / Unidade de ângulo (símb.: gr) que equivale ao ângulo central e intercepta, em qualquer círculo, um arco da mesma unidade. / Unidade de medida de concentração de uma solução (símb.:&186;): álcool de 90&186;. / Música Designação de sons que se sucedem na escala musical: os graus da oitava. // Colação de grau, formatura de nível universitário. // Grau Celsius (ou Célsio), unidade de medida da temperatura ambiente; o mesmo que grau centígrado. // Grau de latitude, o espaço compreendido entre dois paralelos. // Grau de longitude, o espaço compreendido entre dois meridianos. // Em sumo grau, em subido grau, em alto grau, altamente, em toda a intensidade, no auge, muitíssimo.

Graudo
adj. Grande, grado: laranja graúda. / Crescido, desenvolvido. / Importante, poderoso. / &151; S.m.pl. Os ricos, os poderosos.

Grauna
s.f. Zoologia Ave da família dos icterídeos, de plumagem negra e muito apreciada pelo seu maravilhoso canto. &151; Pode ser encontrada do Panamá até o sul da Argentina. No Brasil há duas espécies de graúnas.

Gravacao
s.f. Ato ou efeito de gravar, de registrar. / Sistema que permite gravar ondas sonoras em disco ou fita magnética. / P. ext. Disco ou fita em que algo foi gravado para reprodução em aparelho apropriado.

Gravador
s.m. Artista ou artesão que faz gravuras. / Operário que executa gravações. / Eletrôn. Aparelho de gravação e reprodução de sons por imantação permanente de uma fita flexível, de matéria plástica, recoberta por uma camada de óxido magnético.

Gravame
s.m. Imposto, ônus ou encargo pesado. / Incômodo, importunação.

Gravanco
s.m. Grão-de-bico.

Gravar
v.t. Esculpir figuras ou letras no metal com o buril, na madeira com a goiva ou canivete, no mármore ou pedra com o cinzel: gravar uma inscrição. / Imprimir, estampar, marcar: gravar o nome na caneta. / Fig. Perpetuar, imortalizar, assinalar: a História grava as palavras dos grandes homens. / Bras. Registrar sons por meio de aparelhos eletrônicos; fonografar. // Fig. Gravar na memória, decorar.

Gravata
s.m. Planta brasileira quase sem caule, resistente e de vida longa. &151; As folhas, duras e dispostas em círculo, são verdes, com a base ou as extremidades vermelhas, e medem até 2,5m. Suas flores têm cálice branco e pétalas roxas, seu fruto é amarelo e oval, contendo muitas sementes.

Grave
adj. Pesado, sujeito à ação da gravidade. / Fig. Sério, circunspecto, refletido. / Intenso, profundo: um grave silêncio pairou sobre a sala. / Doloroso, duro, penoso, difícil, perigoso: doença grave. / Música Som produzido por ondas de pequena freqüência: notas graves. / Gramática Diz-se das palavras que têm o acento tônico na penúltima sílaba e, p. ext., dos verbos que terminam em palavra grave; paroxítono.

Gravela
s.f. Medicina Doença produzida pela formação de pequenos cálculos nos rins ou na bexiga. / Tártaro que se deposita nas garrafas de vinho. / Bagaço espremido da uva.

Graveolencia
s.f. Mau cheiro.

Graveto
s.m. Var. mais us. de garaveto.

Graveza
s.f. Qualidade de grave; gravidade.

Gravidade
s.f. Qualidade do que é grave. / Física. Atração que a Terra exerce sobre os corpos: o peso é a ação da gravidade sobre um corpo em repouso. (V. GRAVITAÇÃO.) / Atração que qualquer corpo celeste exerce sobre outro, variável de acordo com sua massa. / Fig. Circunspecção, seriedade, compostura: falar com certo ar de gravidade. / Importância, relevância. / Intensidade, força. / Estado de perigo, estado que pode ter sérias ou funestas conseqüências: a gravidade de uma doença. / Propriedade do som grave, do som relativamente baixo. // Física. Centro de gravidade, ponto de aplicação da resultante das forças que a gravidade exerce sobre as diversas partes de um corpo.

Gravidar
v.t. Tornar grávida ou prenhe; engravidar, emprenhar. / &151; V.i. Ficar grávida.

Gravidez
s.f. Estado da mulher, e das fêmeas em geral, durante a gestação; prenhez. &151; A gravidez ocorre quando um ovo, óvulo fecundado após um ato sexual, se fixa à mucosa uterina.

Gravido
adj. Cheio, repleto, pesado. / Diz-se da mulher, ou da fêmea em geral, durante a gestação; prenhe.

Gravimetria
s.f. Estudo da intensidade do campo de gravidade terrestre. / Análise química que determina, por pesagem, as quantidades dos constituintes de um corpo.

Gravimetrico
adj. Relativo à gravimetria.

Gravimetro
s.m. Instrumento próprio para determinar o peso específico de certos corpos.

Gravitacao
s.f. Fís. Força em virtude da qual todos os corpos se atraem na razão direta das suas massas e na razão inversa do quadrado da distância que os separa. (V. ATRAÇÃO.) &151; A gravitação mantém o universo unido. Por exemplo, ela mantém juntos os gases quentes no Sol e faz os planetas permanecerem em suas órbitas. A gravidade da Lua causa as marés oceânicas na Terra. Por causa da gravitação, os objetos da Terra são atraídos em sua direção. A atração gravitacional que um planeta exerce sobre os objetos próximos é denominada força da gravidade.

Gravitar
v.i. Tender para um ponto central em virtude da gravitação: a Lua gravita em torno da Terra. / Fig. Andar em volta de, acompanhar sempre uma pessoa, adotar-lhe as opiniões e atitudes.

Gravito
adj. Diz-se de touro que tem os chifres retos e quase verticais.

Gravoso
adj. Pesado, oneroso: imposto gravoso. / Bras. Economia política. Diz-se de produto exportável que, por ter um alto custo de produção, recebe incentivos governamentais para torná-lo competitivo no mercado internacional.

Gravura
s.f. Imagem, estampa: colecionar gravuras. / Qualquer ilustração impressa. / Arte ou técnica de gravar. / Trabalho feito por gravador. &151; A chapa gravada serve para imprimir o desenho. A gravura tem importância na impressão artística e na impressão comercial.

Graxa
s.f. Composição à base de cera, para conservar e dar brilho aos sapatos. / Pasta feita com óleo, para lubrificação de máquinas.

Graxeiro
s.m. Aquele que unta ou lubrifica peças mecânicas. / Empregado de estrada de ferro ou companhia de carris urbanos encarregado de untar com graxa máquinas, chaves de trilhos e desvios.

Graxo
adj. Oleoso, gorduroso, gordurento.

Gray
s.m. Unidade do Sistema Internacional de dose absorvida durante uma irradiação de raios ionizantes, equivalente à energia comunicada por uma radiação ionizante a uma massa de matéria correspondente a 1 joule por quilograma. (Símb.: Gy.)

Graziela
Nome Italiano - Significado: Graça.

Grazina
adj. e s.m. e s.f. Que ou quem fala muito, resmunga, grita.

Grazinar
v.i. Falar muito em voz alta; gritar. / Palrar importunando ou lamentando-se.

Greco-latino
adj. Relativo ao grego e ao latim: línguas greco-latinas.

Greco-romano
adj. Relativo à Grécia e a Roma: a literatura greco-romana. // Luta greco-romana, gênero de luta que não admite pegar-se o adversário acima da cintura e exclui os golpes usados no judô e no catch.

Greda
s.f. Barro ou calcário muito macio e friável, de um amarelo esverdeado, que geralmente contém sílica e argila.

Grega
s.f. Arquitetura. Ornato composto de linhas quebradas em ângulo reto.

Gregario
adj. Diz-se dos animais que vivem em bandos ou em grupos. / Que é próprio das multidões: ilusão gregária. // Instinto gregário, tendência que leva os homens ou os animais a se juntarem, perdendo, momentaneamente, suas características individuais.

Gregarismo
s.m. Instinto gregário.

Grego
adj. Da Grécia: povo grego. / Helênico. / Fig. Obscuro, ininteligível: isso para mim é grego. / &151; S.m. Indivíduo natural da Grécia; heleno. // À grega, modo de preparar diversos alimentos: arroz à grega.

Gregoriano
adj. Relativo a Gregório. // Canto gregoriano, ou cantochão, canto litúrgico instituído pelo papa São Gregório em princípios do séc. VII e mais tarde adotado e aperfeiçoado pelos monges de Solesmes no séc. XIX. // Rito gregoriano, inovações litúrgicas introduzidas pelo papa São Gregório.

Gregorio
- Derivado de Gregory (vigilante).

Grei
s.f. Rebanho de gado miúdo. / Fig. Conjunto dos paroquianos ou diocesanos. / Partido, facção, sociedade.

Grelar
v.t. Bras. Fitar (uma mulher) com intenção de namoro. / Dar uma olhada; espiar. / Namorar, cortejar. / &151; V.i. Deitar grelos ou rebentos; rebentar, renovar, germinar. / Bras. Gír. Prenunciar bom resultado (num negócio).

Grelha
s.f. Utensílio de cozinha formado de grades metálicas paralelas sobre as quais se assam carnes ou se torra pão. / Grade sobre a qual se acende o fogo nos fornos, fornalhas e fogareiros. / Antigo instrumento de suplício. / Pequena tela metálica, montada numa armação com cabo, que os encadernadores usam para espargir tinta no corte dos livros. // Estar em ou sobre grelhas, estar em tortura, estar muito impaciente, estar em brasas.

Grelhado
adj. Assado sobre a grelha: carne grelhada.

Grelhar
v.t. Assar ou torrar sobre a grelha.

Grelo
s.m. Broto, rebento, renovo. / A haste das crucíferas, antes de desabrocharem as flores. / Chul. O mesmo que clitóris.

Gremial
s.m. Pano que se põe sobre os joelhos de um prelado oficiante, quando está sentado.

Gremio
s.m. Comunidade ou corporação cujos membros se sujeitam ao mesmo regulamento; sociedade, agremiação (cultural, esportiva etc.).

Grena
s.m. Cor vermelho-escura ou vermelho-acastanhada de certas granadas. / &151; Apos. Diz-se dessa cor; que apresenta essa cor.

Grenha
s.f. Cabelo despenteado, desalinhado. / P. ext. Mata densa, emaranhada.

Grenhudo
adj. Bras. Que tem cabelo desalinhado, emaranhado.

Gres
s.m. Rocha sedimentar, composta de pequenos grãos de areia unidos por um cimento silicoso ou calcário, usada na construção ou na pavimentação de ruas. O mesmo que arenito. / Cerâmica muito dura que se obtém incorporando à argila uma pasta silicosa.

Greta
s.f. Abertura estreita, racha, fenda, fisga. / Racha na superfície da terra, das madeiras etc.

Greta
s.f. Abertura estreita, racha, fenda, fisga. / Racha na superfície da terra, das madeiras etc.

Gretado
adj. Que tem gretas; fendido, rachado. / Heráld. Diz-se de emblema que apresenta listras ou estrias.

Gretar
v.t. Abrir pequenas rachas ou fendas; rasgar: o calor do sol gretou o verniz. / &151; V.i.. e v.pr. Fender-se, rasgar-se: as mãos gretaram-se com o frio.

Grevas
s.f.pl. Parte de antiga armadura que protegia a perna, do joelho ao pé; caneleira.

Greve
s.f.

Grevista
adj. e s.m. e s.f. Pessoa que participa de greve.

Grid
(grelha, em inglês),

Grifar
v.t. Imprimir em grifo; sublinhar (letra manuscrita ou datilografada). / Pronunciar, ressaltando ou destacando: grifar palavras, mudando a entonação. / Encaracolar (cabelo); anelar, frisar.

Griffe
s.f. (pal. fr.) Denominação, assinatura ou marca própria de um fabricante ou um criador, especialmente de roupas de vestir.

Grifo
s.m. Certa variedade de caracteres tipográficos inclinados para a direita; itálico. (Us. também como apos.)

Grilagem
s.f. Bras. Ato de apossar-se de terras mediante falsos títulos de propriedade.

Grileiro
s.m. Bras. Indivíduo que faz grilagens.

Grilhagem
s.f. Cadeia de anéis metálicos.

Grilhao
s.m. Cadeia metálica de anéis encadeados. / Cordão grosso de ouro, que se usa ao pescoço. / Fig. Laço, prisão.

Grilheta
s.f. Cadeia de ferro, ligada a uma bola do mesmo metal, com que se prendiam as pernas dos condenados; o próprio condenado. (Sin.: grilhão.) / Fig. Obrigação penosa: arrastar uma grilheta.

Grill
s.m. (pal. ing.) Restaurante ou sala de restaurante especializado em grelhados.

Grill-room
s.m. (pal. ing.) Restaurante ou sala de restaurante especializado em grelhados.

Grilo
s.m. Inseto ortóptero saltador, com longas antenas filiformes e órgãos estridulatórios nas asas anteriores. &151; Apesar de aparentado com o gafanhoto, o grilo difere deste porque apresenta cercos (apêndices alongados) que se projetam da ponta do abdome. Alguns grilos não têm asas. Em muitas espécies, as finas antenas são muito mais longas que o corpo. O ovipositor, órgão que serve à postura dos ovos, é geralmente delgado e cilíndrico.

Grimaca
s.f. Gal. Trejeito, careta, esgar.

Grimpa
s.f. Lâmina móvel do catavento. / Crista, auge, o ponto mais elevado de um objeto; cocoruto. / Fig. Voz altaneira, de rezingão. / Gír. Cabeça. // Fig. Levantar a grimpa, mostrar-se soberbo ou insubmisso, reagir.

Grimpar
v.i. Subir, trepar, elevar-se. / Arremessar-se contra alguém; investir, acometer. / Fig. Responder com atrevimento, com insolência. / Bras. Mecânica Travar, parando de funcionar (motor, caixa de mudança ou outro mecanismo de automóvel), por falta de lubrificação, ou defeito.

Grinalda
s.f. Coroa, festão de flores naturais ou artificiais; guirlanda. / Coroa de pedrarias, pérolas etc.; diadema, tiara. / Ornamento de folhagem ou flores em festão com que os escultores ou pintores decoram os edifícios.

Grindelia
s.f. Planta medicinal da família das compostas.

Grinfa
s.m. Pop. Cigarro de maconha.

Gringada
s.f. Bras. O conjunto dos gringos; os gringos; gringalhada.

Gringalhada
s.f. Bras. O mesmo que gringada.

Gringo
s.m. Bras. Deprec. Estrangeiro, especialmente louro ou ruivo. / Estrangeiro que mascateia, vendendo a prestação.

Gringolim
s.m. Gír. Qualquer bebida alcoólica.

Gripado
adj. Atacado pela gripe; resfriado.

Gripal
adj. Relativo à gripe: estado gripal.

Gripar-se
v.pr. Ser atacado de gripe; resfriar-se.

Gripe
s.f. Doença infecciosa aguda e contagiosa, causada por um vírus, que se caracteriza por um estado febril e muitas vezes se acompanha de catarro; o mesmo que influenza.

Gris
adj. Cinzento-azulado; pardo. / Variedade de esquilo que habita a Europa setentrional e o norte da Sibéria ocidental, e cuja pele é muito apreciada. / Pelica de cor parda, produzida pela pelagem de inverno do gris.

Grisado
s.m. Tipografia Traços finos, paralelamente dispostos, que representam as áreas sombreadas de uma gravura ou clichê.

Grisalhar
v.t. e v.pr. Tornar(-se) grisalho. / &151; V.i. Começar a ter cabelos grisalhos ou brancos. / Encanecer.

Grisalho
adj. Acinzentado, pardo; mesclado de branco e preto: cabelo grisalho. / Que tem cabelos grisalhos. / Encanecido.

Grisao
adj. Relativo à região dos Grisões, na Suíça. / &151; S.m. Habitante ou originário dessa região.

Griseta
s.f. Peça de metal em que se adaptam as torcidas das lâmpadas ou lamparinas; lamparina.

Griseu
adj. Cinzento, acinzentado.

Grisu
s.m. Gás inflamável, formado principalmente de metano, que se desprende das minas de carvão e que, misturado ao ar, explode ao contato de uma chama.

Grita
s.f. Grinalda, alarido. / Fig. Reclamação, descontentamento: a grita dos descontentes.

Gritador
adj. Que ou aquele que dá gritos ou fala em altos brados.

Gritalhao
adj. e s.m. Gritão.

Gritante
adj. Que grita ou clama. / Que chama a atenção de imediato; muito evidente, clamoroso: erro gritante; injustiça gritante. / Diz-se dos contrastes exagerados e das cores demasiado vivas ou vulgares; berrante.

Gritao
adj. e s.m. Que ou aquele que grita muito ou fala em voz alta; gritador, gritalhão, berrador: sargento gritão.

Gritar
v.t. e v.i. Dar ou emitir gritos. / Falar em voz alta. / Bradar, clamar: gritar por socorro. / Queixar-se, protestar, reclamar. / Ralhar, admoestar; zangar-se: não grite comigo, por favor! / Proferir em tom de voz elevado: gritar injúrias.

Gritaria
s.f. Conjunto ou série de gritos sucessivos ou misturados; grita, berraria, berreiro, algazarra, celeuma, alarido: ninguém se entendia em meio à gritaria infernal.

Grito
s.m. Som de voz agudo e muito elevado, emitido com esforço e de modo que se possa ouvir ao longe; exclamação sonora e forte para chamar alguém, pedir socorro ou exprimir sensação de dor, espanto, raiva, alegria ou qualquer outra emoção forte; berro, brado; clamor. / Fig. Voz; argüição, protesto: o grito da consciência. / Voz de alguns animais: o grito da coruja. / Bras. Ato de partida dos animais que correm num páreo. // Grito de guerra, fórmula bradada em uníssono para excitar o entusiasmo das tropas em ataque.

Groenlandes
adj. Da Groenlândia. / &151; S.m. O natural ou habitante da Groenlândia.

Grogue
s.m. Bebida feita de aguardente ou rum, água quente açucarada e limão. / &151; Adj. Diz-se de quem está bêbedo ou como bêbedo, por ter bebido ou por ter levado uma pancada ou soco. /

Grosa
s.f. Lima grossa para desbastar madeira ou casco de cavalgaduras. / Faca de fio embotado para descarnar peles. / Maledicência, murmuração.

Groselha
s.f. Fruta, ou baga, oval e ácida, da mesma família da passa-de-corinto. &151; As groselhas são usadas em conservas, xaropes e geléias. As groselhas podem ser brancas, amarelas, verdes ou vermelhas, de pele espinhosa, peluda ou lisa. As groselheiras são arbustos da Europa e da América do Norte.

Groselheira
s.f. Arbusto da família das saxifragáceas que tem por fruto a groselha.

Grosseirao
adj. e s.m. Muito grosseiro; mal-educado, incivil.

Grosseiro
adj. Grosso, não fino, ordinário: tecido grosseiro. / Áspero, rugoso, mal polido, tosco: banco grosseiro. / Fig. Imperfeito, mal-acabado: trabalho grosseiro. / Obsceno, indecoroso: instintos grosseiros. / Incivil, bárbaro, inculto: povo grosseiro. / Que demonstra ignorância, estupidez: erro grosseiro.

Grosseria
s.f. Caráter do que é grosseiro. / Rusticidade, falta de urbanidade, de polidez: expressar-se com grosseria.

Grosso
adj. Que ultrapassa em espessura coisas do mesmo gênero: árvore grossa. / Espesso, grosseiro: pano grosso. / Sólido, forte, compacto: sapatos de sola grossa. / Denso, pastoso, consistente (falando de líquidos): sangue grosso. / Caloso, áspero: pele grossa. / Grave, baixo (falando de som): voz grossa. / Grande, importante, considerável: uma grossa soma de dinheiro. / Grosseiro, rude, incivil: maneiras grossas. // Gado grosso, o que consta de bois, cavalos etc. // Tempo grosso, temporal, tormenta. // Fazer vista grossa, deixar fazer impunemente, fingir que não vê o que é proibido. /

Grosso modo
(loc. lat.)

Grossura
s.f. Qualidade do que é grosso; espessura; corpulência. / Volume; dimensão de um sólido que equivale à distância entre a superfície anterior e a posterior.

Grota
s.f. Abertura que as águas da enchente fazem na ribanceira de um rio. / Bras. Terreno situado na interseção de duas montanhas; vale profundo. / Bras. Depressão sombria e úmida nas encostas.

Grotao
s.m. Bras. Grota grande. / Depressão profunda que se situa entre montanhas de relevo fortemente desnivelado.

Grotesco
adj. Que suscita o riso por sua extravagância: personagem grotesca. / Ridículo, excêntrico, cômico: figura grotesca. // Gênero grotesco, oposto ao sublime. / &151; S.m. Indivíduo ridículo, caricato.

Grotescos
s.m.pl. Desenhos ornamentais dos antigos monumentos de Roma, descobertos durante a Renascença, nas ruínas subterrâneas. (Distinguem-se dos arabescos por apresentarem figuras de homens e de animais misturados aos motivos geométricos.)

Grou
s.m. Ave pernalta da família dos gruídeos. &151; No vôo pode-se distinguir um grou de uma garça. Os grous voam com o pescoço reto, enquanto a garça voa de pescoço encurvado. Uma de suas espécies, de cor cinzenta, atravessa a França para invernar na África. Seu comprimento chega a 1,15 m.

Groupie
s.m. e s.f. (pal. ing.) Pessoa (especialmente uma jovem) que admira um cantor, um músico pop ou de rock e que o segue em seus deslocamentos.

Grua
s.f. Tecnologia Aparelho destinado a levantar cargas; guindaste. / Náutica Roldana do guindaste da proa. // Grua hidráulica, aparelho destinado a encher de água a caldeira das locomotivas.

Grudar
v.t. Unir com grude; colar: grudar estampas. / Fazer aderir a alguma superfície; unir, pegar: o suor grudava as roupas ao corpo. / &151; V.pr. Ligar-se com grude. / Unir-se, juntar-se. / Bras. Atracarem-se dois adversários em luta.

Grude
s.m. Tabletes de cola que se dissolvem na água, para ligar peças de madeira; cola de madeira. / Bras. Cola de farinha de trigo. / Bras. Pop. Comida, geralmente de má qualidade ou malfeita; gororoba, bóia. / Bras. Iguaria que se prepara com goma seca e coco ralado levados ao forno e envolvidos numa folha de bananeira.

Grugulejar
v.i. Soltar a voz (o peru). / Imitar a voz do peru.

Gruideos
s.m.pl. Zoologia Família de aves pernaltas a que pertencem os grous.

Gruiformes
s.m.pl. Ordem de aves pernaltas a que pertencem os grous.

Gruir
v.i. Soltar (o grou) a voz.

Grulha
adj. e s.m. e s.f. Falador, que fala pelos cotovelos, palrador. / Bras. (RS) Valente, temido por suas façanhas.

Grulhada
s.f. Gritaria de grous. / Fig. Balbúrdia, confusão.

Grulhar
v.i. Falar muito, gritar, tagarelar.

Grumar
v.t. Reduzir a grumos. / &151; V.i. Tomar a forma de grumos.

Grumete
s.m. Marinha Praça inferior da Marinha, que a bordo faz a limpeza e ajuda os marinheiros nos diferentes trabalhos; aprendiz.

Grumixama
s.f. Fruto da grumixameira.

Grumixameira
s.f. Árvore da família das mirtáceas.

Grumo
s.m. Pequena porção de matéria coagulada, geralmente viscosa: um grumo de sangue. / Grânulo, pequeno coágulo.

Grumoso
adj. Cheio de grumos; granuloso: pêra grumosa, sangue grumoso.

Grunhido
s.m. A voz do porco. / Fig. Grito que se assemelha ao do porco.

Grunhir
v.i. Soltar grunhido (o porco). / Soltar vozes que se assemelham à do porco.

Grupal
adj. Relativo a grupo.

Grupamento
s.m. Agrupamento.

Grupar
v.t. O mesmo que agrupar.

Grupeto
s.m. Música Ornamento formado de três ou quatro pequenas notas que precedem ou acompanham a nota principal.

Grupiara
s.f. Bras. O mesmo que gupiara.

Grupo
s.m. Conjunto de pessoas ou de objetos reunidos num mesmo lugar. / Conjunto de pessoas que apresentam o mesmo comportamento e a mesma atitude, e com um objetivo comum que condiciona a coesão de seus membros: um grupo político; um grupo de trabalho; psicologia de grupo. / Bel-art. Pessoas ou objetos que formam um conjunto: o grupo de Laocoonte. / Matemática Em álgebra moderna, conjunto de elementos da mesma natureza, e tal que cada elemento possui seu inverso, e cada grupo de elementos a sua resultante. / Conjunto de operações matemáticas, tais como permutações, substituições, combinações, deslocamentos etc., que satisfazem a certas condições. / Militar Unidade dos antigos exércitos ou da aviação sob as ordens de um oficial superior. // Matemática Grupo aditivo, grupo multiplicativo, grupo no qual a operação de definição é anotada como a adição ou a multiplicação, em álgebra, qualquer que seja a natureza dos elementos ou da operação. // Militar Grupo de exércitos, reunião de vários exércitos sob o mesmo comando, para cumprir missão de natureza estratégica. // Grupo de combate, unidade elementar de combate de infantaria; o mesmo que comando. // Sociologia Grupo primário, grupo de pessoas que se comunicam entre si diretamente. // Grupo sangüíneo, conjunto de indivíduos entre os quais o sangue pode ser transfundido sem aglutinação das hemáceas. (Na espécie humana distinguem-se quatro grupos principais e alguns subgrupos.)

Gruta
s.f. Escavação natural ou artificial. / Antro; lapa, caverna.

Grutesco
adj. Referente a gruta. / &151; S.m.pl. Ornamentos artisticamente trabalhados em forma de folhas, caracóis, penhascos, árvores etc. / Obras de artes plásticas que representam grutas. / Arabescos arquitetônicos semelhantes aos que se acham em vários edifícios antigos.

Gruyere
s.m. (pal. fr.) Queijo de formato cilíndrico, pasta firme e pequenos olhos, feito de leite de vaca; de origem suíça, é usado em culinária. / Queijo processado, feito do gruyère natural.

Guabiru
s.m. Bras. (N) Rato grande; ratazana. / Fig. Ladrão, gatuno, rato.

Guache
s.m. Tinta opaca feita de matérias corantes, água, goma e mel. / Quadro pintado com essa tinta. / Método de pintura que utiliza aquarelas opacas. &151; O guache é menos grosseiro e mais sensível do que outras tintas opacas à base de água.

Guaco
s.m. Árvore da América Central, de cuja madeira se extrai uma resina balsâmica.

Guacu
adj. Bras. Palavra tupi-guarani que integra muitos vocábulos brasileiros, com sentido de "grande". (Sin.: açu.) (Antôn.: mirim.)

Guaguacu
s.m. Bras. O mesmo que babaçu.

Guaiaca
s.f. Bras. (S) Cinto largo, de couro macio ou de camurça, guarnecido de pequenas bolsas, e que serve para guardar dinheiro, portar armas etc.

Guaiaco
s.m. Árvore zigofilácea, medicinal, de madeira verde-escura e resinosa; pau-santo. / Resina dessa árvore, usada em preparados farmacêuticos. / Madeira extremamente dura, obtida de certas árvores americanas. &151; Essas árvores crescem no México, América Central, norte da América do Sul e Antilhas. O nome latino pelo qual ainda é conhecida no comércio, lignum vitae, significa madeira da vida. Sua introdução na Europa data do descobrimento da América. Recebeu esse nome porque sua resina era usada no tratamento do reumatismo, do catarro, da sífilis e das doenças da pele. Sua madeira é tão resistente que pode durar uma vida inteira.

Guaiacol
s.m. Substância extraída de uma resina do guaco e do creosoto de faia.

Guaiamum
s.m. Bras. Espécie brasileira de caranguejo de coloração azul. &151; Uma de suas pinças é maior do que a outra, e no macho essa pinça pode chegar a ter 30cm. A carapaça tem aproximadamente 10cm de largura. Os guaiamuns habitam as praias do fundo das baías. Quando a maré baixa, refugiam-se em tocas que eles mesmos escavam na areia ou no lodo, com profundidades de até 4m. São conhecidos também por quaiamu e goiamu.

Guaiba
s.f. Bras. Brejo ou pântano de grande profundidade.

Guaicuru
s.m. O idioma da tribo dos guaicurus. / Planta medicinal plumbaginácea. / &151; Adj. Referente à tribo dos guaicurus. / &151; S.m. e f. Bras. Indígena dos guaicurus, tribo que habitava o vale do rio Paraguai. &151; Seguindo o movimento periódico das enchentes e vazantes, os guaicurus se deslocavam à procura de novos pastos. Carregavam com eles suas casas, feitas de esteiras e bambus.

Guainambe
s.m. Bras. Ave semelhante à araponga.

Guainumbi
s.m. Bras. Denominação que os tupis dão genericamente às aves troquilídeas, como o beija-flor.

Guajajaras
s.m.pl. Grupo indígena do Brasil que habita as margens dos rios Grajaú, Pindaré e Mearim, no estado do Maranhão. &151; Os guajajaras constituem uma divisão dos teneteharas. Considera-se que estejam integrados à sociedade nacional, recebendo assistência através de três postos indígenas localizados em seu território. Sua língua pertence ao tronco tupi, à família tupi-guarani.

Gualdra
s.f. Argola metálica que serve de puxador de gavetas.

Gualdrapa
s.f. Espécie de manta que se põe no dorso dos cavalos, sob a sela; xairel.

Guampa
s.f. Bras. Chifre, corno, aspa. / Vasilha de chifre, para guardar líquidos. // Bras. (S) Bater guampas, ser infiel ao outro cônjuge, cornear.

Guampaco
s.m. Bras. (S) O mesmo que guampada. / Guampa bem trabalhada.

Guampada
s.f. Bras. (S) Chifrada, marrada. / Porção de líquido contido numa guampa. (Sin.: guampaço.)

Guanabarino
adj. Bras. Referente à baía de Guanabara, ao antigo Estado da Guanabara ou à cidade do Rio de Janeiro. / &151; S.m. Nome dado ao natural ou habitante do Estado da Guanabara, até a fusão com o Estado do Rio de Janeiro. / Carioca.

Guanaco
s.m. Mamífero ruminate selvagem semelhante aos lhamas. &151; O guanaco e seu parente, a vicunha, são animais peludos e selvagens da América do Sul. Um guanaco alcança cerca de 1 a 1,25m de altura nas espáduas. O pêlo é longo e macio, castanho-avermelhado em cima, e branco embaixo. Os guanacos vivem em grupos nas montanhas e planícies. Outrora vagavam em grandes bandos. O lhama e a alpaca da América do Sul podem ser descendentes do guanaco.

Guando
s.m. Bras. O mesmo que andu.

Guanina
s.f. Uma das quatro bases nitrogenadas do A.D.N.

Guano
s.m. Adubo rico em fosfato e nitrogênio, proveniente de excrementos de aves, morcegos, ou fabricado com resíduos de peixes. &151; Constitui um valioso fertilizante por ser rico em nitratos e fosfatos. Grandes colônias de aves como pelicanos, pingüins, procelárias, corvos-marinhos e alcatrazes deixam enormes depósitos desse material.

Guante
s.m. Luva de ferro da armadura antiga; manopla. / Fig. Autoridade, severidade, rigor.

Guapiara
s.f. Gupiara.

Guapice
s.f. Qualidade de guapo.

Guapo
adj. Corajoso, ousado, valente. / Elegante, garboso, airoso.

Guara
s.m. Zool. Mamífero semelhante ao lobo, que habita os campos e cerrados do norte da Argentina, do Paraguai e do Brasil. &151; De cor pardo-avermelhada, com o focinho e pés pretos, possui pernas finas e compridas e uma pequena juba. Mede cerca de l,45m, sendo 45cm de cauda.

Guarabu
s.m. Botânica. Nome comum a várias árvores da família das leguminosas, subfamília das cesalpiniáceas.

Guarajura
s.f. Zoologia Ave da família dos psitacídeos. / Botânica. Árvore da família das combretáceas.

Guarana
s.m. Bras. Fruto do guaranazeiro, um arbusto trepador originário do estado do Amazonas. &151; Possui folhas trifoliadas, isto é, compostas de três partes ou folíolos, tem flores pequenas e alvacentas. O guaraná é uma cápsula, ou seja, um fruto seco que se abre quando maduro, deixando escapar as sementes. Suas sementes possuem substâncias excitantes chamadas xantinas.

Guaranis
s.m.pl. Grupo indígena da América do Sul. &151; No séc. XVI, os guaranis, que na época também eram chamados de carijós, constituíam a maioria da população indígena da bacia do Prata. Viviam no oeste do atual estado de Santa Catarina, no Paraná, no Rio Grande do Sul, no Mato Grosso do Sul, no Paraguai, no Uruguai e na Argentina. Falavam dialetos de uma mesma língua, muito semelhantes aos dos índios tupis que dominavam o litoral brasileiro. Essa língua constituía a família tupi-guarani, do tronco tupi.

Guarauna
s.f. Bras. Botânica. Árvore da família das leguminosas, cuja madeira se utiliza em carpintaria. / Zoologia Denominação comum a várias aves negras da família dos tresquiornitídeos.

Guaraxaim
s.m. Animal semelhante ao cachorro-do-mato, porém um pouco maior, que habita os campos da Argentina em direção ao norte, chegando ao Brasil até o estado de São Paulo. &151; Possui corpo cinza-amarelado com queixo preto, tem o pêlo um pouco longo, o focinho comprido e as orelhas eretas. A cauda é longa e vai engrossando até a extremidade, o que o diferencia dos outros cães selvagens.

Guarda
s.f. Ação de guardar. / Vigilância que tem por finalidade defender, proteger ou conservar: a guarda do dinheiro. / Proteção, abrigo, amparo: ter (alguém ou alguma coisa) sob sua guarda. / Corpo de tropa incumbido de zelar pela segurança de uma personalidade oficial, de um estabelecimento ou de um monumento: a guarda presidencial. / Militar Fração de tropa encarregada da vigilância e da ordem nos corpos de tropa e estabelecimentos militares. / Art. gráf. A folha em branco que se coloca no princípio e no fim de um livro. / Esgr. Parte da espada ou de outra arma branca que protege a mão. / Posição de defesa na esgrima, no boxe ou em luta corporal: pôr-se em guarda para aparar o golpe. / Sentinela: estar de guarda no quartel. / Acautelar-se: estar ou pôr-se em guarda. // Guarda Nacional, corporação militar do tempo do Brasil Imperial, que teve seu período de vigência principal entre 1864 e 1870. // Guarda civil ou guarda municipal, corporação paramilitar incumbida da manutenção da ordem nos centros urbanos. // Guarda de honra, destacamento para prestar homenagem a autoridades, à bandeira nacional, ou em comemorações cívicas e religiosas. / &151; S.f.pl. Peças no interior das fechaduras, destinadas a introduzir o palhetão da chave. / Peitoril, anteparo:

Guarda-barreira
s.m. Empregado ferroviário encarregado de abrir e fechar as barreiras numa passagem de nível. O mesmo que guarda-cancela. / Funcionário responsável pela fiscalização da entrada de mercadorias nas portas de uma cidade ou nas divisas entre Estados.

Guarda-caca
s.m. Guarda particular encarregado de velar pela conservação da caça e vigiar as propriedades que lhe foram confiadas.

Guarda-chapim
s.m. Pequeno muro sobre o qual se assenta uma grade. / Cantaria que acompanha os degraus de uma escada.

Guarda-chaves
s.m. Empregado ferroviário encarregado de manobrar e vigiar as chaves dos desvios nos entroncamentos das linhas. / Empregado de empresa de carris urbanos que se dedica a esse serviço na cidade.

Guarda-chuva
s.m. Objeto portátil, formado por uma haste e um pano estendido sobre varetas flexíveis, que serve para proteger da chuva.

Guarda-civil
s.m. Agente policial fardado que não pertence às forças militares.

Guarda-comida
s.m. Pequeno armário para conservar alimentos, geralmente guarnecido de uma tela metálica para facilitar a aeração.

Guarda-costas
s.m. e s.f. sing. e pl. Navio armado para a defesa das costas ou para evitar o contrabando. / Fig. Indivíduo que acompanha outro com o fim de protegê-lo de agressão; capanga.

Guarda-fios
s.m. Indivíduo encarregado de guardar e vigiar as linhas telegráficas e telefônicas.

Guarda-florestal
s.m. Empregado do Estado, incumbido de vigiar as florestas, a fim de impedir derrubadas ilegais, incêndios, caçadas em época proibida.

Guarda-fogo
s.m. Fosso, vala ou espaço desguarnecido de vegetação, conservados abertos na orla de um bosque ou floresta, ao longo de uma linha ferroviária, para deter os incêndios ou, pelo menos, para facilitar a sua extinção; aceiro. / Biombo metálico que se coloca diante da lareira para evitar acidentes.

Guarda-freios
s.m. Empregado que vigia os freios dos carros nas linhas das ferrovias.

Guarda-joias
s.m. Escrínio para guardar anéis e outras jóias. O mesmo que porta-jóias.

Guarda-linha
s.m. Empregado ferroviário que vigia as linhas férreas.

Guarda-livros
s.m. Profissional autônomo ou empregado de uma casa comercial responsável pela escrituração mercantil da mesma.

Guarda-louca
s.m. Armário em que se guarda a louça.

Guarda-lume
s.m. Guarda-fogo.

Guarda-mancebos
s.m. sing. e pl. Marinha Conjunto de cabos que permite aos marinheiros chegar aos gurupés.

Guarda-mao
s.m. Arco que forma uma meia-lua com o punho da espada, indo dos copos à maçã.

Guarda-marinha
s.m. Oficial de marinha cujo posto é intermediário entre o de aspirante e o de segundo-tenente.

Guarda-mato
s.m. Peça metálica na coronha da espingarda que serve para resguardar o gatilho. / Valado que tem por finalidade limitar os matagais ou terras de pastagens.

Guarda-meta
s.m. Bras. O mesmo que goleiro.

Guarda-mor
s.m. Antigo oficial, comandante de vinte arqueiros da guarda real. / Chefe da polícia marítima alfandegária. / Indivíduo que representa o fisco a bordo dos navios ancorados num porto.

Guarda-moria
s.f. Bras. Repartição que funciona junto à alfândega, incumbindo-se de fiscalizar os portos e os navios ancorados. / Cargo ou função de guarda-mor.

Guarda-moveis
s.m. Estabelecimento onde se guardam móveis mediante pagamento.

Guarda-noturno
s.m. Guarda que vigia ruas e casas durante a noite.

Guarda-po
s.m. Casaco comprido, de tecido leve, para evitar o empoeiramento das roupas, especialmente em viagem. / Forro de madeira que recobre o vigamento das casas.

Guarda-roupa
s.m. Armário onde se guarda a roupa. / Pessoa que num teatro tem a seu cargo a guarda das roupas. / Num teatro, o depósito de trajes e alfaias. / O conjunto de trajes de uma pessoa ou de um grupo de pessoas, de uma empresa teatral ou cinematográfica etc.: ele tem um rico guarda-roupa.

Guarda-sol
s.m. Objeto semelhante ao guarda-chuva, mas que serve para resguardar dos raios solares. / Bras. Árvore combretácea.

Guarda-vento
s.m. Porta falsa ou anteparo de madeira que se coloca diante da porta, no interior do edifício, para resguardar do vento e do frio.

Guarda-vestidos
s.m. sing. e pl. Armário para guardar vestidos e outras roupas; guarda-roupa.

Guarda-voz
s.m. Cúpula que encima certos púlpitos, para fazer baixar a voz do orador.

Guardador
s.m. Aquele que é encarregado de guardar ou vigiar alguém ou alguma coisa: guardador de carros.

Guardados
s.m.pl. Bras. Pequenos objetos pessoais que se guardam numa gaveta, cofre etc.

Guardanapo
s.m. Pequeno quadrado de pano ou de papel, para limpar a boca e evitar nódoas na roupa durante as refeições.

Guardar
v.t. Vigiar, a fim de defender: guardar um ponto estratégico. / Vigiar com o fim de proteger; abrigar, tomar cuidado em: guardar uma criança, guardar ovelhas. / Vigiar para evitar uma evasão: guardar os prisioneiros. / Conservar, arrecadar: quem guarda, tem. / Conservar, manter em bom estado: guardar as jóias da família. / Ocultar, não revelar: guardar um segredo. / Conservar, não perder: conseguiu guardar seu prestígio. / Livrar, defender: Deus nos guarde de todo mal. // Guardar os domingos e dias santificados, não trabalhar nesses dias. // Guardar castidade, fazer voto de castidade, viver casto por vontade própria. // Guardar silêncio, calar-se.

Guardiao
s.m. Título que se dá a certos superiores de conventos da ordem franciscana. / Fig. Protetor, conservador: guardião das tradições. / V. GOLEIRO.

Guardrail
s.m. (pal. ing.) Cerca de proteção que se coloca nos pontos críticos das estradas de rodagem e em pistas de corrida de carros.

Guariba
s.m. e f. Bras. Denominação comum a vários macacos da América do Sul e Central, com cinco espécies no Brasil. &151; Corpulentos mas ágeis, caracterizam-se pela cabeça maciça e pelo queixo barbado dos machos. Em algumas espécies o macho é preto e a fêmea amarelo-escura; em outras o macho é ruivo e a fêmea, quase preta. Andam em bandos de 12 ou mais, saltando de galho em galho sob o comando do macho mais velho. Usam a cauda com grande habilidade.

Guarida
s.f. Acolhimento; abrigo; refúgio. / Proteção. / Covil de animais selvagens.

Guarita
s.f. Pequena casa de madeira, fixa ou portátil, para abrigo de uma sentinela, de um guarda-chaves etc.

Guarnecer
v.t. Prover do necessário, munir: guarnecer uma casa de móveis. / Ornar, enfeitar: guarnecer um vestido de rendas. / Fortalecer: guarnecer os pontos estratégicos.

Guarnicao
s.f. Tudo quanto serve para guarnecer ou adornar. / Tropas que defendem uma praça. / Equipagem de navio. / Punho e copos da espada. / Orla, ornato, enfeite da fímbria de um vestido. /

Guasca
s.f. Bras. (RS) Tira ou correia de couro cru. / Pop. O pênis. / &151; s.m. e s.f. Habitante do campo; caipira, roceiro. / Rio-grandense-do-sul, gaúcho. / &151; Adj. Referente ao gaúcho.

Guatambu
s.m. Bras. Designação genérica de várias árvores apocináceas, que dão boa madeira para cabos de ferramentas. / A madeira dessas árvores. / Porrete feito com essa madeira.

Guatemalteco
adj. e s.m. Guatemaltense.

Guatemaltense
adj. Da Guatemala. / &151; s.m. e s.f. Natural ou habitante desse país.

Guaxima
s.f. Bras. Denominação genérica de várias plantas, especialmente da família das malváceas, que produzem fibras têxteis, às vezes usadas na fabricação de vassouras rústicas.

Guaxindiba
s.f. Bras. Árvore da família das malváceas. / Trepadeira da família das bignoniáceas.

Guaxo
s.m. Bras. Muda de erva-mate. / Bras. (S) Animal ou criança amamentada com leite não materno. / &151; Adj. Diz-se de criança ou animal que perdeu a mãe ou dela foi separado no período de amamentação. / Diz-se de ovo posto fora do ninho ou no ninho de outra ave. / Diz-se de planta que medra facilmente, sem maiores cuidados.

Gude
s.m. Bras. Jogo infantil com pequenas bolas de vidro.

Guedelha
s.f. Cabelo comprido e emaranhado; grenha. / Fig. Vantagem, lucro, proveito. (Var.: gadelha e guedelho.)

Guedelho
s.m. Var. de guedelha.

Guedelhudo
adj. Que tem guedelha ou grenha; cabeludo.

Gueijo
s.m. O mesmo que gueja.

Gueirana
s.f. Bras. Árvore apocinácea, silvestre, cuja madeira é aproveitada para colheres de pau e outros utensílios.

Gueiser
s.m. Var. de gêiser.

Gueixa
s.f. Mulher japonesa treinada desde jovem nas artes da dança, do canto e da conversação, para propiciar entretenimento e companhia agradável, especialmente a fregueses do sexo masculino, em casas de chá, banquetes etc.

Gueja
s.f. Régua para verificar a largura da linha férrea; gueijo.

Guelfo
s.m. Partidário dos papas na Itália e inimigo dos gibelinos.

Guelras
s.f.pl. Zoologia Aparelho respiratório dos animais que vivem na água; brânquias. (As aberturas que os peixes têm de cada lado da cabeça e dão saída à água aspirada pela boca.)

Guenzo
adj. Bras. Muito magro; raquítico. / Adoentado, enfraquecido. / Bras. (NE) Inseguro, oscilante. / Bras. (RS) Fora de prumo; torto, inclinado.

Guepardo
s.m. Grande felino das planícies da África e da Ásia, também chamado de chitá ou leopardo-caçador. &151; Alcança 90 a 120cm de altura, tem a cabeça pequena e uma cauda longa e cheia. O guepardo tem cor amarelada com manchas pretas em todo o corpo, exceto na garganta. Seu corpo longo e as pernas delgadas fazem dele o animal mais veloz na corrida em distâncias curtas. Pode correr a uma velocidade máxima de aproximadamente 110km/h. Por isso, o guepardo pode saltar sobre a presa, depois de aproximar-se silenciosamente dela. O guepardo não pode retrair completamente as garras, como os outros felinos.

Guerra
s.f. Luta armada entre nações ou entre partidos do mesmo povo. // Guerra aberta, hostilidade declarada, constante. // Guerra civil, luta armada entre partidos da mesma nacionalidade. // Guerra fria, hostilidade latente, que não eclodiu em conflito armado, nas relações internacionais, especialmente entre as grandes potências. // Guerra de nervos, período de forte tensão entre indivíduos, nações ou partidos adversários. // Guerra química, forma de guerra em que seriam empregados agentes químicos, biológicos ou radiológicos. // Guerra total, guerra que abrange todas as atividades de um povo e visa a aniquilar o adversário. // Fazer guerra (a alguém), opor-se constantemente a seus desígnios. // Homem de guerra, perito na arte militar. // Nome de guerra, pseudônimo pelo qual alguém é conhecido em determinados setores de sua atividade. // Guerra santa, aquela levada a efeito em nome de razões religiosas.

Guerrear
v.t. Declarar guerra a, combater, hostilizar. / Fig. Perseguir, causar mal ou dano a. / &151; V.i. Fazer guerra, combater, pelejar.

Guerreiro
adj. Relativo à guerra; belicoso, aguerrido. / S.m. Aquele que faz a guerra; combatente; soldado.

Guerrilha
s.f. Guerra que se caracteriza por ações descontínuas de inquietação, emboscadas, levadas a efeito por grupos irregulares ou mesmo por tropas regulares.

Guerrilhar
v.i. Fazer guerrilha; ser guerrilheiro.

Guerrilheiro
s.m. Combatente de guerrilha.

Gueto
s.m. Área de uma cidade ocupada por um grupo de raça, religião ou nacionalidade minoritárias. &151; O termo gueto originariamente se referia a áreas de cidades européias em que os judeus viviam ou eram forçados a viver. Hoje em dia, o termo é aplicado às áreas onde qualquer grupo minoritário é forçado a viver devido à pressão social e econômica.

Guia
s.f. Ação de guiar. / Documento que acompanha a correspondência oficial. / Formulário usado em repartições públicas para pagamentos, notificações etc. / Fileira de paralelepípedos ou pedras que formam a sarjeta do lado da calçada; meio-fio. / Cada uma das penas maiores das extremidades das aves. / Os pêlos mais compridos dos bigodes. / Mecânica Peça metálica destinada a guiar o movimento de outra peça móvel por intermédio de uma ranhura. / Título de diversas obras de instrução sobre algum ramo especial de serviço ou qualquer outro assunto: guia do avicultor. / Parelha da frente nas carruagens tiradas a duas ou mais parelhas. / Peça que dirige o movimento do êmbolo em máquinas a vapor. / Esquadro ou baliza da máquina de impressão. // Guia de bagagem, recibo dado aos viajantes que despacharam as bagagens, mediante o qual podem retirá-las no destino. // Guia de ondas, tubo metálico oco capaz de propagar ondas eletromagnéticas de alta freqüência. / &151; s.m. e s.f. Pessoa que conduz, que dirige, que mostra o caminho. / Pessoa que dá uma direção moral, intelectual. / Pessoa que conduz um ou vários alpinistas na montanha; pessoa cuja profissão é acompanhar excursionistas, viajantes, mostrando-lhes o caminho e as coisas importantes que vão encontrando. / &151; S.m. Manual que contém informações, instruções e conselhos de diversas naturezas. / Bras. Nome dado ao vaqueiro que encabeça a boiada.

Guiada
s.f. Bras. O mesmo que aguilhada.

Guiao
s.m. Pendão ou estandarte que vai à frente das procissões. / Estandarte que se levava outrora à frente das tropas. / Guidom de bicicleta.

Guiar
v.t. Acompanhar alguém para lhe mostrar o caminho: guiar um cego. / Dirigir, encaminhar: as estrelas guiam os navegantes. / Conduzir: guiar um carro. / Orientar, aconselhar, ensinar: guiar uma criança. / Governar (cavalos). / &151; V.i. Levar a algum lugar: esse atalho guia para a estrada. / &151; V.pr. Dirigir-se, orientar-se: guio-me pela minha consciência.

Guiche
s.m. Pequena abertura numa porta, parede, grade etc., para venda de ingressos, pagamentos e recebimentos; caixa.

Guidao
s.m. Guidom.

Guidom
s.m. Nas bicicletas e motocicletas, peça dianteira com dois punhos onde se apóiam as mãos para guiar. (Var.: guidão.)

Guiga
s.f. Barco de regata, estreito e leve, que mede de 7 a 8 metros.

Guignol
s.m. (pal. fr.) Teatro de marionetes. &151; Principal personagem do teatro francês de marionetes, que data do fim do séc. XVIII. Originários de Lyon, Guignol e seu amigo Gnafron simbolizam o espírito crítico popular, em luta contra os agentes da autoridade.

Guilda
s.f. Associação de pessoas com um interesse comum existente na Idade Média. &151; Formavam-se, assim, guildas de caridade, religiosas, e de fins sociais. Mas as mais importantes eram as constituídas por associações de mercadores e de artesãos.

Guilherme
s.m. Espécie de plaina estreita que serve para fazer filetes, frisos e demais entalhes. / Numismática Moeda holandesa de ouro que valia aproximadamente 4/5 da libra esterlina.

Guilherme
s.m. Espécie de plaina estreita que serve para fazer filetes, frisos e demais entalhes. / Numismática Moeda holandesa de ouro que valia aproximadamente 4/5 da libra esterlina.

Guilho
s.m. Espigão metálico ou de pedra que remata a extremidade inferior da azenha.

Guilhoches
s.m.pl. Motivo de decoração formado de traços quebrados ou ondulados que se entrelaçam simetricamente.

Guilhotina
s.f. Instrumento que serve para decapitar os condenados à morte. / P. ext. Na França, pena de morte. &151; Tornou-se o instrumento oficial de execução na França em 1792, durante a Revolução Francesa. Recebeu o nome de Joseph Ignace Guillotin (1738-1814), membro da assembléia revolucionária, que sugeriu que as pessoas condenadas à morte poderiam ser executadas de forma rápida e piedosamente por meio desse instrumento. Na França, a guilhotina funcionou pela primeira vez em 25 de abril de 1792.

Guilhotinar
v.t. Decapitar por meio da guilhotina.

Guimba
s.f. Pop. Ponta ou pedaço que resta de um cigarro depois de fumado.

Guinada
s.f. Desvio súbito de um carro, embarcação etc., para fora de seu rumo normal. / P. ext. Salto que o cavalo dá, para um lado, a fim de se livrar do castigo do cavaleiro.

Guinar
v.i. Dar guinadas; mover-se às guinadas; bordejar. / &151; V.t. Volver rápida e repentinamente.

Guinchar
v.i. Dar guinchos. / Chiar. / &151; V.t. Içar com guincho ou guindaste. / Rebocar com guincho.

Guincho
s.m. Fam. Grito agudo, sem articulação de palavra. / Zoologia Nome vulgar de certas aves. / Aparelho próprio para levantar cargas, içar ou rebocar veículos. / Guindaste. / Veículo provido de equipamento levantador, que se destina ao reboque de automóveis avariados etc.

Guinda
s.f. Náutica Altura de um mastro, de uma vela. / Corda de guindar. / Ação de guindar.

Guindado
adj. Que foi levantado, que se guindou. / Fig. Afetado, empolado, enfático: estilo guindado.

Guindagem
s.f. Ação de guindar.

Guindalete
s.m. Cabo do guindaste.

Guindar
v.t. Levantar ao alto; elevar; içar: guindar uma carga. / Tornar empolado, pretensioso: guindar o estilo. / Elevar a alta posição: foi guindado ao cargo de ministro. / &151; V.pr. Levantar-se; alçar-se: guindar-se a uma posição de mando.

Guindaste
s.m. Aparelho destinado a levantar grandes pesos; guincho. // Guindaste de lança, que permite erguer cargas dentro de um grande raio.

Guindola
s.f. Náutica Conjunto de aparelhos que se armam provisoriamente no navio desmastreado. / Tábua suspensa por um cabo, usada como andaime para trabalhos de pintura e na mastreação.

Guineense
adj. e s.m. e s.f. Da Guiné; guinéu.

Guineu
s.m. Antiga moeda inglesa, equivalente a 21 xelins. &151; Foi cunhada pela primeira vez em 1663, em ouro proveniente da costa de Guiné, na África ocidental, derivando seu nome dessa região. Foi a principal moeda de ouro inglesa até 1813, quando o soberano, equivalente a 20 xelins, tomou seu lugar.

Guingao
s.m. Tecido de algodão, fino e brilhante. / Excremento do bicho-da-seda.

Guinhol
s.m. Boneco de engonço animado pelos dedos do operador. / Teatro de fantoches.

Guinilha
s.f. Bras. Andadura do cavalo, rápida e sacudida. / &151; S.m. Bras. Cavalo que anda pouco, ou de andadura pesada. (Sentido polar.)

Guiomar
Nome Teutônico - Significado: Gloriosa, ilustre.

Guipura
s.f. Espécie de renda cuja trama comporta três sistemas de fios. (Var. à francesa, guipure.) / Tecido, de seda ou algodão, que imita essa renda.

Guiraponga
s.f. Araponga.

Guirlanda
s.f. Grinalda; coroa ornamental de flores ou folhagem. / Marinha Anel de corda nos cabos das vergas. / Série de peças de madeira da carcaça no interior do navio.

Guisa
s.f. Maneira de ser ou de agir (só us. na loc. à guisa de, à maneira de).

Guisado
s.m. Prato de carne, peixe ou legumes refogados. / Picadinho de carne bem condimentado.

Guisar
v.t. Preparar, refogando: guisar carnes. / Preparar, aprontar. / Ajudar, auxiliar, acolitar.

Guitarra
s.f. Instrumento musical de cordas pinçadas e caixa de ressonância de fundo chato, de origem oriental. / Bras. Gír. Prelo em que se falsifica papel-moeda.

Guitarrista
s.m. e s.f. O que ensina ou toca guitarra. / Bras. Gír. Ladrão que aplica o logro da guitarra.

Guizo
s.m. Pequena esfera oca de metal que ressoa quando se agita com as bolinhas que contém.

Gula
s.f. Vício ou defeito de comer e beber em demasia; glutonaria. / Fig. Desejo ardente, sofreguidão.

Gulache
s.m. Culinária. Ensopado de carne de boi cortada em cubos e cozida com cebolas, batata-inglesa e páprica; especialidade húngara.

Gulag
s.m. (pal. russa, de Glavnoie Upravlenie Laguerei) Sistema concentracionário ou repressivo da União Soviética ou de seus então países satélites.

Gulodice
s.f. Iguaria que excita o apetite; guloseima; gulosice; acepipe. / Gula.

Guloseima
s.f. Manjar delicado e muito saboroso; doce, gulosice.

Gulosice
s.f. Guloseima.

Guloso
adj. e s.m. Que ou quem come muito; comilão; glutão.

Gume
s.m. O corte de uma lâmina; espada de bom gume. / Fig. Agudeza de espírito; perspicácia. // &151; loc. adj. De dois gumes, que pode ter dois efeitos contrários: faca, argumento de dois gumes.

Gumena
s.f. Náutica Cabo grosso; amarra, calabre.

Gumifero
adj. Que produz goma.

Gupiara
s.f. Cascalho ralo, com pouca terra a encobri-lo. / Depósito sedimentar diamantífero na crista dos morros. / Cascalho nas faldas das montanhas, do qual se extrai ouro. (Var.: grupiara.)

Guri
s.m. Bras. Criança, menino.

Guria
s.f. Bras. Menina, garota. / Namorada, pequena.

Gurizada
s.f. Bras. Grupo de meninos ou guris.

Gurma
s.f. Veterinária Tumor que, durante a dentição, se desenvolve no pescoço ou nas queixadas dos potros.

Guru
s.m. Guia espiritual e religioso no hinduísmo. / Guia intelectual em matéria fundamental para uma pessoa. / Inovador aceito por um grupo (de música, de dança etc.).

Gurupes
s.m. Mastro colocado obliquamente na proa de um navio.

Gusa
s.f. Produto siderúrgico obtido em alto-forno mediante fusão redutora de minério de ferro com coque ou carvão de madeira. O mesmo que ferro-gusa.

Gusano
s.m. Verme que se desenvolve em substâncias orgânicas em decomposição.

Gustacao
s.f. Ato de provar com o paladar. / Percepção dos sabores.

Gustativo
adj. Relativo ao sentido do gosto. // Nervo gustativo, nome dado aos nervos que provêm das papilas da língua e atingem o encéfalo.

Gustavo
Nome Sueco - Significado: O bastão de combate.

Guta
s.f. Goma-resina das gutiferáceas, usada como corante amarelo e como purgativo medicinal.

Guta-percha
s.f. Planta da família das sapotáceas. / Líquido leitoso extraído principalmente das árvores Palanquium gutta da península malaia. &151; É um material isolante usado nos fios elétricos e nos cabos submarinos. É empregado também na fabricação de recipientes para ácidos, de bandagens cirúrgicas, de moldes e de massas para obturações dentárias provisórias.

Gutiferaceas
s.f.pl. Família de plantas dicotiledôneas, de que se extrai a guta.

Gutifero
adj. Relativo à guta. / Que goteja, que deita gotas.

Gutural
adj. Relativo à garganta. / Diz-se da voz ou do som que se emite pela garganta, que tem entonação rouca: voz gutural. / &151; Adj. e s.f. Consoante cuja articulação é feita com a língua tocando o véu do paladar. (Hoje se emprega mais correntemente o termo velar.)

Guturalizar
v.t. Pronunciar certos fonemas, dando-lhes inflexão gutural (ou velar).


Passei.com.br | Portal da Programação | Tabagismo

PUBLICIDADE